Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a Fórum Regional Economia Solidária de Florianópolis
Tela cheia

Reunião de Julho do Fórum Regional de Economia Solidária de Florianópolis

21 de Agosto de 2015, 16:15 , por Fórum Regional Economia Solidária de Florianópolis - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 86 vezes

contribuição Bruna Borgmann

 

 

A reunião do Fórum Regional de Economia Solidária de Florianópolis foi realizada no dia 02/07/2015 às 14 horas até às 17 horas no Auditório da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Santa Catarina (SRTE/MTE). Começamos com a apresentação de cada participante, Renata Silva (ITCP- UNIVALI), Rhuliana Alberton dos Santos (ITCP- UNIVALI), Carmem Steil (Rosas do Amor Solidárias), Glaico José Sell (Dom Natural, Inst. Eco), Vanessa P. Simon (UFSC), Rosangela Giuntwi (Projeto Vidro), Inês de Souza Nascimento (Cáritas), Cyntia Sandrez (GAAI), Valmira Calixto (Rosas Solidárias Tecidas), Salete Boschi (Ecomoda UDESC), Lair Cene (UDESC), Mirian Abe Alexandre (Rede de Fibra), Ivanete Manica (Marcha Mulheres), Rita de Cassia Coradin (Floripamel), Neide Schulte (Ecomoda UDESC/ Trama Ética), Marlene Ferraz (ICBSP), Melita Maria Marques (Cooperarte), Carlos Rogério (Jantar Comunitário), José (Primeiro Mundo), Claudia Reis da Silva (MAG), Denise Santos Lobato (GAAI Rio Tavares), Luis Carlos Mesquita (FCC).

A pauta da reunião de hoje foi assim estruturada: Cadastro de Empreendimentos; Planejamento Estratégico; Informativos Senaes; Feira Estadual; IGEOF; Iniciando a reunião, foi feito um comentário sobre o e-mail enviado com os contatos dos participantes do Fórum para que todos assim tivessem a lista dos presentes na reunião, apenas a integrante Inês não havia recebido, então foi solicitado novamente seu e-mail para que fosse feito a correção e dessa forma ela comece a receber as informações. Aproveitando a oportunidade foi comentado sobre as formas de receber notícias do Fórum de Economia Solidária, sendo elas o e-mails, o Cirandas e agora o grupo feito no whatsapp. Dando início as atividades da pauta, foi feita a formação dos membros com o tema Comercialização, dentro desse assunto foi discutido o que deve ser o diferencial da Economia Solidária, tendo como foco na hora da venda os materiais utilizados na produção também a história do empreendimento e o artesanato.

Glaico falou sobre a Agroecologia, seu conceito sustentável e a diferença de um produto sem agrotóxicos, Miriam comentou sobre o porque de não aceitar apoio de empresas que vão contra os princípios Agroecológicos. Valmira mostrou seu ponto de vista, dizendo que alguns grupos de Economia Solidária buscam apenas ganhar dinheiro e ela considera isso errado, mas também entende que a maioria dos empreendimentos são formados por pessoas carentes, então deve-se ter como objetivo além das pessoas também a renda. Dona Melita disse que o primeiro foco é o ser humano e depois vem a renda. Inês comentou que o produto feito pelo artesão deve ser valorizado pois é feito pelo individuo, somente por ele e o mesmo sabe o que usou, quanto tempo levou para produzir e como foi feito. Glaico falou sobre o problema de roupas e produtos feitos com uso de nanotecnologia e a falta de conhecimento dos consumidores sobre eles, e ainda sobre o mal que podem causar a saúde. Neide disse que é preciso informar as pessoas sobre outros produtos para serem colocados no lugar, que tenham essa visão do Fórum, colocou-se a disposição para ajudar a conhecer o que esta sendo usado na produção pelos empreendimentos. Miriam pediu para dois empreeendimentos que tentassem vender o produto usando a vivência e usando as informações recebidas. A participante Rosangela mostrou brincos produzidos com vidro, que é 100% reutilizável, disse que sua matéria-prima é encontrada em abundância, disse que tem restaurantes e bares que ficam felizes em poder dar o vidro para ela produzir pois sabem que não será mandado para um aterro junto com todos os outros materiais. Neide mostrou uma bolsa que foi feita com retalhos e Valmira seus saquinhos feitos com vual que recebe através de doação. Dona Melita mostrou as lingeries que está fabricando, alguns deles são feitos de tecidos reutilizados. Miriam deu andamento e o grupo se mostrou satisfeito com o resultado da vivência. Professora Renata então comentou sobre o cadastramento dos empreendimentos entregando a ficha para cadastro para os empreendimentos presentes, e foi combinado que a ficha seria enviada por e-mail também, para que os empreendimentos faltantes tivessem acesso e todos trouxessem na próxima reunião preenchida. Sobre o Planejamento Estratégico, Inês se manifestou dizendo que não o GT de finanças até se reuniu mas ficou sem saber o que seriam as ações que poderiam propor, ela gostaria de ajuda, disse que chegou a enviar um material para o e-mail da Univali, e por não ter tido acesso sugerimos que reenviasse. Cristina disse que o GT de Gestão já apresentou no ano passado e as ações foram validadas. Carlos pediu um minuto e apresentou José, ele é natural do Congo e esta a 47 dias em Florianópolis, disse que já conhece o Caritas e que eles ajudaram com sua documentação. Cristina fez um informe importantíssimo sobre a possibilidade de troca da direção das SENAES, não tem data certa mas pode ocorrer, dessa forma, não se sabe se a Economia Solidária irá continuar com o Ministério do Trabalho. Miriam disse que se for confirmado, ou mesmo antes de ser, o Fórum deve reagir, porque é uma situação grave, essa possível troca, deve haver reações coordenadas. Luiz disse que todos devem se manifestar o FRES de Florianópolis, o Catarinense e os outros regionais também. Cristina falou sobre o CADSOL, que o Estado já fez a adesão e no dia 09/07 haverá a reunião do conselho e para isso solicitou nomes para participar, fez novamente o convite para fazer parte da comissão, falou também que esta aguardando o retorno do IGOF sobre o BOX, acha necessária a criação de uma comissão, para isso sugeriu o nome do Glaico e da Miriam


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    FRES Floripa

    FRES em fotos