Aller au contenu
Show basket Hide basket

Fórum Brasileiro de Economia Solidária

Plein écran

Como foi o I Encontro Nacional de Grupos de Consumo Responsável

September 8, 2011 21:00 , par Inconnu - 0Pas de commentaire | No one following this article yet.
Viewed 440 times

Nos dias 28 a 30 de agosto de 2011, aconteceu o Encontro dos Grupos de Consumo Responsável, em Parelheiros, no extremo sul da cidade de São Paulo. O encontro foi organizado pelo Instituto Kairós no âmbito do Projeto “Promoção do Consumo Responsável nos Territórios Rurais”, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SDT/MDA), e promoveu o diálogo entre os Grupos de Consumo Responsável (GCRs) e integrantes da política de desenvolvimento territorial da SDT/MDA, tendo contado com aproximadamente 50 participantes vindos de 13 diferentes estados do Brasil.

 Participaram do encontro no Centro Paulus (centro de formação próximo a áreas de proteção ambiental da cidade): representantes de 13 Grupos de Consumo Responsáveli de diversas regiões do país e integrantes da política de desenvolvimento territorial de São Paulo, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, dentre eles: ADEs ii, técnicos de BSCs iii, articulador regional e parceiros iv.

A partir do diálogo entre estes atores, o encontro buscou promover o reconhecimento dos sujeitos que atuam com consumo responsável, avançar na construção de uma identidade comum, avaliar as fragilidades e potencialidades das experiências e consolidar os consumidores organizados como atores políticos no movimento da economia solidária.

As atividades contaram com o apoio de Grupos de Consumo Responsável - GCRs e parceiros envolvidos na construção da programação e tiveram início com a exposição da experiência dos diversos grupos presentes como uma “Feira dos Grupos de Consumo”, onde os participantes puderam conhecer e conversar sobre as diversas realidades dos grupos. Em seguida, na mesa de abertura, o Instituto Kairós trouxe o contexto da realização do encontro e da região (Parelheiros) e suas experiências de agricultura familiar; e Miriam Langenbach (Rede Ecológica) deu as boas-vindas em nome dos Grupos de Consumo. A mesa seguinte sobre os GCRs e seu papel na sociedade abordou, de um lado, o estudo feito pelo Instituto Kairós sobre os GCRs no ano passado e, de outro, a apresentação da Política Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável e sua relação com a estratégia do consumo organizado, pelo articulador regional sul/sudeste Clóvis Lunardi.

O segundo dia teve início com uma mesa sobre a tecnologia da informação como ferramenta de gestão para os GCRs e contou com as apresentações da experiência do SISCOS (experiência coordenada pelo Instituto Ouro Verde, BSC do Território do Portal da Amazônia – MT) e da construção participativa de uma ferramenta de gestão para GCRs que vem ocorrendo no último ano. Na atividade seguinte, os participantes escolheram temas específicos para discutir em Grupos de Trabalhos e depois apresentar de volta ao coletivo, buscando entender os desafios da sustentabilidade dos GCRs. Os temas discutidos foram: (1) Identidade e papel político, (2) Produção, (3) Logística, (4) Gestão e (5) Comunicação e educação.

Na manhã do último dia, ocorreram as mesas sobre “Educação e Comunicação” e sobre “Políticas Públicas, Desenvolvimento Territorial e Consumo Responsável”. A primeira trouxe reflexões sobre a educação para o consumo responsável a partir da discussão dos hábitos dos consumidores e a apresentação da Campanha Nacional de Comércio Justo e Solidário atualmente em construção pelo Faces do Brasil. A segunda contou com as experiências de produtores do Maciço do Baturité (CE) e dos GCRs RedeMoinho (Salvador – BA) e Rede Ecológica (Rio de Janeiro – RJ), nas articulações com PNAE v, CONSEAs vi, Fóruns de Economia Solidária e a Conferência Nacional de Economia Solidária.

Como parte do fechamento das atividades, foi construído um plano de ação coletivo, que acordou a criação de uma Rede de Grupos de Consumo Responsável e levantou atividades a serem realizadas nas seguintes áreas: identidade; incidência em políticas públicas; informações/dados/conhecimento; difusão/comunicação/educação; produção; e ferramentas. Os presentes ficaram de levar esta proposta para seus grupos e instituições para definirem suas respectivas inserções na Rede.

Ainda no encerramento foi feita uma avaliação coletiva do encontro, propondo-se como base para as colocações e expressões dos participantes os aspectos “Que bom...”, “Que pena...” e “Que tal...?” Por fim, os participantes abraçaram-se em um grande círculo e concluiu-se com uma nova rodada de manifestações e expressões pessoais sobre o encontro.

A equipe do Instituto Kairós agradece a participação e o comprometimento de todos e todas, que fizeram desse mais um importante momento no fortalecimento da economia solidária e do desenvolvimento rural sustentável em nosso país. Mais informações sobre o encontro serão disponibilizadas em breve no site: www.institutokairos.net .

São Paulo, 08 de setembro de 2011

 

 Foram os seguintes grupos, agrupados por estado: RS: Cooperativa GiraSol, Cooper EcoSol. SC: Compras Coletivas da Ilha, Triambakam. SP: ComerAtivaMente, Trocas Verdes, Rede de Produção e Consumo Responsável de Piracicaba, Grupo de Compras Coletivas de Botucatu. RJ: Rede Ecológica. MT: SISCOS. GO: ADAO-GO. BA: RedeMoinho. CE: Grupo de Consumidores Responsáveis do Benfica.

ii ADE = Articulador de Dinamização Econômica.

iii BSC = Base de Serviços de Apoio à Comercialização.

iv SDT/MDA, MDA-SP, Cooperativa Vinculus, CTA/EPA, Cooperafloresta, APEMB, APAT, FBES, Faces do Brasil, NESOL-USP, Capina, Giramundo Mutuando e Preface Design.

 PNAE = Programa Nacional de Alimentação Escolar.

vi CONSEA = Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional.


Source : Rede Brasileira de Grupos de Consumo Responsável

0Pas de commentaire

    Poster un commentaire

    Les champs sont obligatoires.

    Si vous vous êtes déjà enregistré(e) comme utilisateur, vous pouvez vous connecter pour être reconnu(e) automatiquement.

    Annuler

    FBES - Fórum Brasileiro de Economia Solidária

    Brazil