Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Vídeo da Andifes reforça importância das universidades públicas para o Brasil

13 de Dezembro de 2018, 14:49, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

As Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) lançam, nesta quinta-feira (13), simultaneamente, uma campanha de conscientização sobre o papel das universidades públicas no Brasil. O vídeo a seguir, produzido pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil (Andifes), exemplifica algumas das iniciativas e funções das universidades federais, fundamentais para o desenvolvimento humano e científico da sociedade brasileira.

{youtube}WXxm4RfrrdU{/youtube}



UFRB divulga seleção de estágio para programa Idiomas sem Fronteiras

12 de Dezembro de 2018, 20:14, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Programa Idiomas Sem Fronteiras (IsF) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) comunica que estão abertas até o dia 21 de janeiro as inscrições para seleção de estágio. Está sendo disponibilizada uma vaga de estágio remunerado, com bolsa no valor de R$ 364,00, mais auxílio-transporte no valor de R$ 132,00, totalizando o valor de R$ 496,00.

As inscrições devem ser feitas por meio do envio do formulário de inscrição e da documentação exigida no edital para o e-mail [email protected].

Podem concorrer discentes de graduação que atendam aos seguintes requisitos: estar regularmente matriculado na UFRB, ter conhecimento de programas de computação e navegação em internet, ter cursado no mínimo 20% e no máximo 75% de seu curso de graduação e possuir Índice de Rendimento Acadêmico (IRA) igual ou maior que 6,0.

O processo seletivo terá duas etapas: análise da documentação de inscrição, eliminatória, e questionário avaliativo, classificatório. O questionário será aplicado no dia 04 de fevereiro. O resultado final será divulgado no dia 12 de fevereiro no site do IsF.

O estagiário convocado ficará lotado no Centro de Ciências da Saúde (CCS), localizado em Santo Antônio de Jesus. As atividades serão realizadas neste campus, com carga horária flexível de 20 horas semanais.

Confira o Edital 03/2018 - Edital de Estágio.

Mais informações no site www.ufrb.edu.br/isf.



Editora da UFRB disponibiliza online dois novos títulos da Coleção Acadêmica

11 de Dezembro de 2018, 20:23, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (EDUFRB) está disponibilizando duas novas publicações online, ambas da Coleção Acadêmica. A primeira, “A Feira Livre de Cruz das Almas: dinâmica especial, planejamento e gestão municipal”, é de autoria de Tânia Maria Pinto de Santana, doutora em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e professora adjunta da UFRB.

Disponível para leitura online ou para download gratuito em formato PDF, o livro é resultado de uma pesquisa que objetivou entender como a prefeitura municipal promove a gestão e o planejamento da feira livre de Cruz das Almas, considerando sua dinâmica especial como importante atividade econômica local e regional. “A feira livre sofre um crescimento desenfreado por absorver parcela da população desempregada ou aqueles que estão chegando ao mercado de trabalho. Por isso, a urgência da criação e implementação de políticas públicas que sejam capazes de mantê-la competitiva diante de um mercado formal que oferece uma infinidade de benefícios a sua clientela”, defende a autora.

A segunda publicação, “Os Encantos e o Pecado da Maçã: professores/as e a educação das relações étnico-raciais”, é organizada pelo professor da UFRB Carlos Adriano da Silva Oliveira. Fruto de inquietações no campo da educação das relações étnico-raciais, o livro busca compreender as representações dos/as professores/as participantes da Pós-Graduação em História da África, da Cultura Negra e do Negro no Brasil, ofertada pela UFRB, acerca de desdobramentos em Amargosa da Lei nº 10.639/2003, que incluiu no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”.

“As falas dos sujeitos da pesquisa, nem sempre unânimes, são questionadoras e clamam por ação, põem em cheque o caráter burocrático formal da lei que por si só não tem o alcance esperado, se os agentes de mudança (sujeitos, instituições, Estado) não estiverem comprometidos social, cultural e politicamente com a sua implementação”, relata, no prefácio do livro, a professora Denise Laranjeira, titular da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). O título também está disponível para leitura online e download gratuito em PDF.

Acesse o site da EDUFRB e confira as obras publicadas.



CFP inscreve Projetos de Monitoria para 2019.1 e divulga seleção para monitores

11 de Dezembro de 2018, 18:30, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Centro de Formação de Professores (CFP) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) torna público que vai até o dia 18 de janeiro o prazo para submissão de Projetos de Monitoria para o semestre 2019.1. Já no período de 31 de janeiro a 06 de janeiro, estarão abertas as inscrições de estudantes da graduação no processo seletivo do Programa de Monitoria Voluntária e Remunerada, com a oferta de sete bolsas.

Para submissão de projeto, o docente responsável pelo componente curricular deve preencher o formulário disponibilizado no edital e encaminhar para o e-mail do Comitê de Monitoria do CFP: [email protected]. Já as inscrições dos estudantes no programa serão realizadas na sala da Divisão de Apoio à Coordenação Acadêmica / Gestão de Ensino do CFP, das 08h30 às 12h e das 13h30 às 16h30.

Podem se candidatar à monitoria os estudantes que estiverem regularmente matriculados no semestre letivo 2018.2 e que comprovem aprovação igual ou superior a 6,0 (seis) no componente curricular ao qual queiram se candidatar. O quadro com a disponibilidade das vagas por componente curricular será divulgado após a seleção dos projetos, nos murais da Direção e no site do CFP.

Os candidatos inscritos serão submetidos a processo seletivo, no qual constará entrevista e prova de conhecimentos básicos. As provas serão aplicadas pelo Comitê de Monitoria e as entrevistas serão feitas pelos docentes de cada componente curricular. As entrevistas ocorrerem entre os dias 13 e 18 de fevereiro e a prova no dia 13 de fevereiro, das 9h às 12h, na sala 06 do Pavilhão de Aulas. O resultado final será divulgado no dia 25 de fevereiro.

Os candidatos aprovados deverão assinar o Termo de Compromisso do Monitor até o dia 1º de março. A carga horária do monitor voluntário será de oito horas semanais e para monitor bolsista de 12 horas semanais, distribuídas de acordo com a disponibilidade de horário do aluno, obedecendo à programação elaborada pelo professor orientador, contida no Plano de Trabalho do Projeto de Monitoria.

Confira o Edital Interno CFP Nº 03/2018 – Programa de Monitoria.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/cfp.



Embrapa, UFRB e Bahiamido desenvolvem mandioca com mais amido para indústria

11 de Dezembro de 2018, 15:49, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A indústria baiana de farinha e fécula de mandioca contará a partir de agora com uma nova variedade de mandioca capaz de fornecer muito mais amido. Desenvolvida pela Embrapa em parceria com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e com a fecularia Bahiamido, a BRS Novo Horizonte é capaz de apresentar até 33% de amido extraível, índice superior ao das variedades usadas no mercado, cujo melhor desempenho alcança até 28%. O resultado é uma produtividade de 8,66 toneladas de amido por hectare, bem superior à obtida por outras variedades. O novo material é destinado às microrregiões baianas de Valença, Jequié e Santo Antônio de Jesus.

“O ponto principal é o acúmulo de amido. A nova variedade consegue entrar com uma renda muito alta na indústria, tanto que a gente obteve 33% na extração. São índices que nem no Paraná [maior região produtora de amido do país] se atinge”, frisa Manoel Oliveira, encarregado de desenvolvimento agronômico da Bahiamido.

A produtividade da nova mandioca também impressionou pesquisadores. Nos testes, foram colhidas 27,5 toneladas de raízes por hectare, em média, enquanto as concorrentes locais oscilaram entre 12,1 e 17,8 t/ha.

Amido fácil de ser retirado

O pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura (BA) Eder Oliveira explica que o sucesso da BRS Novo Horizonte não se deve somente ao teor de amido, mas também à facilidade de sua extração. “A quantidade superior obtida pela Bahiamido se deve, muito provavelmente, à presença de um amido mais extraível na raiz. Às vezes há até muito amido, mas ele está tão aderido à fibra que a eficiência do processo de extração não é tão elevada. E, aparentemente, a Novo Horizonte tem uma eficiência de extração alta, por isso, o rendimento de amido tem sido bastante interessante. E é isso que a indústria quer: carregar menos água e ter materiais com mais amido o que, de certa forma, influencia muito no custo de produção”, detalha.

Outra vantagem é que a nova mandioca possui casca de cor clara. Isso facilita a extração de amido sem traços escuros, o que aumenta a qualidade do produto para a indústria de alimentos que utiliza o amido nativo, como a indústria de fécula para tapioca. “Para nós, industrialmente, é fantástico”, afirma Manoel Oliveira.

O elevado teor de matéria seca nas raízes, aproximadamente 36,98%, também aumenta a eficiência industrial na extração de amido, utilizado pela Bahiamido na fabricação de fécula, amido modificado, tapioca, farinha, polvilhos doce e azedo.

Duas décadas de pesquisa

O lançamento da variedade deve impactar na já elevada produção local de mandioca. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Laje, município que sedia a fecularia, foi o principal produtor baiano de mandioca em 2016, com 3.778 hectares de área colhida e produção de 61.507 toneladas. Somente na Bahiamido, cerca de 650 dos 1.500 hectares estão plantados com quatro variedades da Embrapa: BRS Formosa, BRS Kiriris, BRS Poti Branca e, mais recentemente, a BRS Nova Horizonte.

As pesquisas que levaram ao lançamento da variedade tiveram início em 1998, quando o Programa de Melhoramento Genético da Mandioca era liderado pela pesquisadora Wania Fukuda, hoje aposentada. “Resgatamos alguns clones, começamos a fazer avaliações nas fazendas da Bahiamido e percebemos que esse era um material com potencial competitivo em relação aos materiais locais”, recorda o pesquisador Eder Oliveira.

Depois de 17 ensaios competitivos realizados entre 2011 e 2016, a variedade BRS Novo Horizonte demonstrou características agronômicas superiores em relação às principais doenças da parte aérea (antracnose, mancha parda, mancha branca e queima das folhas) e de raízes (podridão radicular). O porte reto, com algumas ramificações acima de 1,50 m de altura, confere aptidão ao cultivo mecanizado, maior adensamento de plantas e ampla cobertura do solo, de forma a reduzir a ocorrência de plantas daninhas.

Mais informações no site da Embrapa Mandioca e Fruticultura.

Fonte: Léa Cunha (MTb 1633/BA) / ASCOM Embrapa Mandioca e Fruticultura



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres