Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Plenária na UFRB elege nova diretoria do Colegiado Territorial do Recôncavo

29 de Dezembro de 2017, 3:01, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) sediou no último dia 15 de dezembro, no Anfiteatro da Reitoria, a Plenária do Colegiado Territorial do Recôncavo (CODETER). O encontro teve o objetivo de eleger os membros do Colegiado no quadriênio 2017/2020 e realizar a homologação do Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (PTDRSS).

O CODETER é um fórum de discussão e de participação social, com a finalidade de promover a discussão local das ações e projetos de desenvolvimento territorial sustentável e solidário, além de promover a integração dos diversos segmentos do Recôncavo. O Colegiado é formado por representantes da sociedade civil e do poder público dos dezenove municípios que compõem o Território do Recôncavo baiano.

Estavam presentes o reitor da UFRB, Silvio Soglia; a pró-reitora de Extensão; Tatiana Velloso; o prefeito de Cruz das Almas, Orlando Peixoto; o representante da Coordenação Estadual dos Territórios (CET), Ubiramar Bispo, e a representante da Secretaria Estadual de Planejamento (SEPLAN-BA), Sheila Silva. A Diretoria Executiva do Colegiado ficou constituída por Eládio Bahia, da Prefeitura Municipal de Maragogipe, na Coordenador Geral; José Mário Santana, da ASCOOB, como Secretário Executivo, e Mariana Santos, da Associação Sapucaia, como Coordenadora Financeira.

Após eleição e posse do CODETER, os professores da UFRB Philippe Louis Sablayrolles e Tatiana Velloso apresentaram o Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário. O PTDRSS foi elaborado a partir da sistematização de documentos e de oficinas realizadas pelo Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial (NEDET), no período de 2015 a 2017. “O plano se constitui como principal instrumento de planejamento do CODETER do Recôncavo, enquanto instrumento norteador de estratégias e de intervenções no território, traduzido em ações prioritárias nas dimensões socioeconômicas, sociocultural, educacional, ambiental e político-institucional”, apontou Tatiana.

Projeto Mais Mercado - Ainda na ocasião foram apresentadas e discutidas as ações do “Projeto Mais Mercado”, coordenado pelo professor Philippe Louis Sablayrolles, com o apoio da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD). A iniciativa visa fortalecer o processo de comercialização das Organizações Econômicas da Agricultura Familiar da Bahia, ampliando a participação da agricultura familiar no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) no Recôncavo, Portal do Sertão e Sisal.

Segundo Sablayrolles, a expectativa do projeto é melhorar a inserção da agricultura familiar baiana nos mercados, a partir das atividades acadêmicas da Universidade, na relação indissociável entre a extensão universitária com o ensino e a pesquisa.



UFRB divulga processo seletivo para professor substituto do CCAAB

28 de Dezembro de 2017, 12:27, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) torna público o edital de seleção de professor substituto para o Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB). É ofertada uma vaga para a área de Educação.

As inscrições para o processo seletivo estarão abertas de 11 a 24 de janeiro de 2018, presencialmente, no Núcleo de Gestão de Atividades de Ensino do CCAAB.

Todos os candidatos devem preencher a ficha de inscrição, disponível online, e apresentar junto à documentação exigida no edital. O processo seletivo constará de duas etapas distintas: análise de currículo e prova didática. As datas e locais das provas serão divulgadas no site de Concursos da UFRB. A média final mínima para a aprovação será 7,0 e o candidato que obtiver a maior nota para aprovação será indicado para assumir a vaga por tempo determinado.

Após a convocação, o candidato terá cinco dias úteis para se apresentar no Núcleo de Gestão de Ingresso e Movimentações da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoal (PROGEP), no campus Cruz das Almas. O contrato temporário terá a vigência de seis meses e/ou coincidirá com a data de término do semestre letivo, podendo ser renovado. O prazo de validade da seleção é de um ano.

Confira o Edital Interno Nº 07/2017 - Professor Substituto - CCAAB.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/concursos.



UFRB divulga edital para professor visitante nacional e estrangeiro

22 de Dezembro de 2017, 9:47, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) torna público o processo seletivo simplificado para contratação de professor visitante nacional e estrangeiro. São 7 vagas para docentes com doutorado, regime de trabalho de 40 horas e remuneração de R$16.773,00 para Associado e R$19.898,48 para Titular.

As vagas da seleção são destinadas aos Programas de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Ciência Animal, Recursos Genéticos Vegetais, Ciências Agrárias, Microbiologia Agrícola, Ciências Sociais e Solos e Qualidade de Ecossistemas.

As inscrições podem ser feitas de 26 de dezembro de 2017 a 22 de janeiro de 2018 exclusivamente via postal (SEDEX). Podem participar candidatos com título de doutor há, no mínimo, 10 anos, ser docente ou pesquisador de reconhecida competência em sua área e ter produção científica relevante, preferencialmente nos últimos 10 anos, contados até o último dia do prazo para a inscrição.

O contrato é por tempo determinado de um ano, podendo ser renovado até o limite de 24 meses para professor visitante nacional e até 48 meses para estrangeiro.

Confira o Edital Nº 01/2017.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/concursos.



EDUFRB lança "Descolonização do Conhecimento no Contexto Afro-Brasileiro"

19 de Dezembro de 2017, 18:00, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (EDUFRB) está disponibilizando, gratuitamente, o e-book “Descolonização do Conhecimento no Contexto Afro-Brasileiro”, organizado pelos Docentes: Ana Rita Santiago, Juvenal Conceição de Carvalho, Ronaldo Crispim Sena Barros e Rosangela Souza da Silva.

O livro apresenta ao leitor textos que abordam a produção do conhecimento e, concomitantemente, a sua descolonização no âmbito do contexto afro-brasileiro. A obra apresenta ainda uma coletânea de artigos, derivados de comunicações orais, nas modalidades de conferências, mesas-redondas, palestras, simpósios, homenagens e rodas de conversas das edições dos Fóruns Pró-Igualdade Racial e Inclusão e Internacional 20 de Novembro e do IV Congresso Baiano de  Pesquisadores Negros, realizados no campus Cruz das Almas, entrei 2012 e 2014, organizados pela Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE) e Pró-reitoria de Extensão (PROEXT), da UFRB. O livro pode ser lido na íntegra na página da Editora.

 Editora UFRB

A EDUFRB existe desde 2010 com os objetivos de regular e produzir as múltiplas edições de livros no âmbito da Universidade, intensificar o intercâmbio com instituições congêneres, incentivar e promover a publicação cientifica, técnica, didática e artísticas da UFRB. Outros e-books estão disponíveis gratuitamente. Confira as obras disponíveis no site da EDUFRB.



Programas internacionais da CAPES ofertam mais de 400 bolsas

14 de Dezembro de 2017, 16:05, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Os editais para os programas de Professor Visitante (PVE)Pós-doutoradoDoutorado-sanduíche (PDSE) e Doutorado-pleno, todos no exterior, foram divulgados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 11. Aqueles que tiverem interesse em concorrer a bolsas de doutorado-pleno, pós-doutorado ou professor visitante, têm até o dia 19 de janeiro de 2018 para efetuar as inscrições nas páginas dos programas. Para o Programa de Doutorado-sanduíche, as inscrições na página da CAPES vão de 19 de fevereiro a 23 de março de 2018, após seleção interna pelas instituições de ensino superior (IES). Para estarem aptos, os candidatos deverão observar os requisitos descritos em cada edital.

Professor Visitante
Programa tem como objetivo oferecer bolsa no exterior para a realização de estudos avançados após o doutorado e destina-se a pesquisadores ou docentes que possuam vínculo empregatício com instituição brasileira de ensino ou pesquisa. São duas categorias de bolsa: Júnior, para professor ou pesquisador, com vínculo empregatício, que possua até doze anos de doutoramento; ou Sênior, para professor ou pesquisador, com vínculo empregatício, que possua mais de doze anos de doutoramento.

Serão concedidas até 200 bolsas, sendo 100 para cada categoria. A duração da bolsa será definida na concessão, com base na duração aprovada pelas instituições de origem e de destino e o cronograma de execução do projeto proposto, podendo variar entre quatro e 12 meses, prorrogáveis por até seis meses, sem ônus para a CAPES, desde que autorizado pela instituição empregadora e pela CAPES.

Pós-doutorado
Programa oferta bolsas para a realização de estudos avançados fora do Brasil posteriores à obtenção do título de doutor e destina-se a pesquisadores ou docentes com menos de oito anos de formação doutoral e que não possuam vínculo empregatício. Não são aceitas inscrições de estudantes em fase de conclusão de curso.

Para essa modalidade, serão concedidas até 100 bolsas. A duração da bolsa será definida na concessão com base na duração aprovada pela instituição de destino e o cronograma de execução do projeto proposto, podendo variar de seis a 12 meses, prorrogáveis por até seis meses, sem ônus para a CAPES, desde que autorizado pela instituição empregadora e pela CAPES.

Doutorado-sanduíche
Para esta modalidade, são ofertadas bolsas de estágio em pesquisa de doutorado no exterior de forma a complementar os esforços despendidos pelos programas de pós-graduação no Brasil na formação de recursos humanos de alto nível para inserção nos meios acadêmico, de ensino e de pesquisa no país. No doutorado-sanduíche no exterior, alunos regularmente matriculados em cursos de doutorado no Brasil realizam parte do curso em instituição no exterior, retornando e permanecendo no Brasil para a integralização de créditos e defesa de tese. As bolsas são destinadas aos alunos regularmente matriculados em curso de doutorado no Brasil (com notas de 4 a 7 na avaliação quadrienal do ano de 2017 da CAPES) e que comprovem qualificação para usufruir, no exterior, da oportunidade de aprofundamento teórico, coleta ou tratamento de dados, ou desenvolvimento parcial da parte experimental da tese a ser defendida no Brasil.

Cada programa de doutorado fará jus a uma cota de 12 meses para o ano de 2018, o que equivale a 12 mensalidades. A quantidade de bolsistas pode variar, conforme o interesse da Coordenação do Programa nas IES, o mérito e a duração das propostas apresentadas. Não serão aceitos, no âmbito deste Edital, pedidos de cotas adicionais.

A duração da bolsa é de, no mínimo, seis meses e de, no máximo, 12 meses, sendo possível, para cada programa de pós-graduação, atender um ou dois bolsistas no ano, usufruindo, cada um dos bolsistas, um período total ou parcial, em conformidade com as cotas disponíveis.

Doutorado-pleno
Programa tem a finalidade de oferecer bolsas de doutorado-pleno como alternativa complementar às possibilidades ofertadas pelo conjunto dos programas de pós-graduação no Brasil. Este edital ofertará até 100 bolsas incialmente concedidas por um período de, no máximo, 12 meses. A renovação da concessão é condicionada ao desempenho acadêmico satisfatório do(a) estudante. A duração total da bolsa de doutorado-pleno no exterior será definida com base na duração aprovada pela instituição de destino e cronograma de execução do projeto proposto, não podendo ultrapassar 48meses, com vigência até o mês de defesa da tese.

Para os(as) candidatos(as) selecionados(as) que já estejam realizando o doutorado no exterior, será deduzido da duração total da bolsa o tempo já cumprido com o curso antes da concessão da bolsa, considerando o início das atividades acadêmicas informadas pela instituição à qual estão vinculados. Caso o doutorado não seja concluído dentro do período de concessão, poderá ser requerida pelo bolsista a extensão da permanência no exterior, sem ônus para a CAPES, por no máximo 12 meses. O requerimento será analisado, desde que devidamente fundamentado, e a autorização excepcional da agência para permanência no exterior dependerá de comunicação expressa ao bolsista nesse sentido.

Todos os editais têm previsão de início dos estudos a partir de agosto a novembro de 2018.

Acesse aqui os editais:

Edital 45/2017 – Professor Visitante no Exterior
Edital 46/2017 – Pós-doutorado no Exterior
Edital 47/2017 – Doutorado-sanduíche no Exterior
Edital 48/2017 – Doutorado-pleno no Exterior

Informações da CCS/CAPES



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres