Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

UFRB seleciona bolsistas para grupos PET socioambientais, agronomia e cinema

24 de Março de 2021, 7:07, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), abre as inscrições para seleção de bolsistas para os grupos PET Agronomia, Cinema, e Socioambientais

Para o PET Agronomia são ofertadas três vagas e as inscrições podem ser feitas de 25 a 29 de março. A documentação necessária e os requisitos estão expressos no Edital de Seleção.

O PET Cinema está oferecendo duas vagas e as inscrições devem ser feitas por meio de formulário online até o dia 30 de abril. Mais informações no Edital de Seleção.

O PET Socioambientais está ofertando três vagas para estudantes dos cursos de Engenharia Florestal ou Medicina Veterinária ou Tecnologia em Agroecologia ou Tecnologia em Gestão de Cooperativas. A inscrição ocorre no período de 29 de março a 07 de abril. Informações sobre a seleção estão no Edital de Seleção.

Confira os editais:

Edital PET Agronomia

Edital PET Cinema

Edital PET Socioambientais

Mais informações em ufrb.edu.br/pet



UFRB inaugura Laboratório de Diagnóstico Molecular da COVID-19 no CCS

23 de Março de 2021, 16:36, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Laboratório de Diagnóstico Molecular da COVID-19, instalado pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), no Centro de Ciências da Saúde (CCS), em Santo Antônio de Jesus, está concluso com o conjunto de equipamentos e insumos necessários ao seu funcionamento, devidamente implementados.

A inauguração do Laboratório vai acontecer no próximo dia 05 de abril (segunda-feira), às 15h, com transmissão pela TV UFRB.

Nele serão realizados testes de diagnóstico por RT-qPCR, considerado uma técnica padrão ouro para o diagnóstico da COVID-19de acordo com o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) assim como serão realizados estudos de Vigilância Genômica e Epidemiologia Molecular. O Laboratório poderá, após implantação plena e com capacidade máxima, realizar testes clínicos de até cento e cinquenta amostras diárias.

Todas as etapas para a instalação do Laboratório, apesar da excessiva burocracia estatal, foram realizadas em tempo recorde com obtenção de Alvará Sanitário, Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e habilitação junto ao LACEN/BA. Outro entrave encontrado foram as compras de equipamentos e insumos, escassos e disputados pelo mundo inteiro, durante a pandemia do novo coronavírus. A informação é do coordenador do Laboratório de Diagnóstico Molecular da COVID-19, professor doutor em Doenças Infecciosas, Fernando Vicentini.

Para agilizar a implantação do Laboratório, a UFRB ampliou e adaptou a estrutura do Laboratório de Virologia que já existia na instituição em Santo Antônio de Jesus. Esse Laboratório já atuava na realização de projetos de pesquisa e extensão em diarreias virais e HPV, o papilomavírus humano, infecção sexualmente transmissível em homens e mulheres.

Entre os equipamentos especializados que a UFRB adquiriu estão: Extrator automatizado de RNA e DNA (sistema automatizado que realiza procedimento utilizando micropartículas magnéticas); cabines de segurança biológica (usadas como contenção primária no trabalho com agentes de risco biológico, minimizando a exposição do operador, do produto e do ambiente); Quantificador de DNA tipo Nanodrop (equipamento que quantifica a concentração de DNA, RNA e proteínas nas amostras); Centrífugas refrigeradas (utilizada em pesquisas clínicas, engenharia genética, microbiologia, hospitais, bancos de sangue ou onde necessite manter a temperatura controlada), microcentrífugas (tem como principal função separar as amostras) e de placas; conjuntos de micropipetas automáticas (cuja principal funcionalidade é realizar a medição de líquidos com precisão), bloco térmico digital entre outros.

O Laboratório tem ainda termociclador em tempo real (que é usado na rotina de laboratórios para fazer milhões ou bilhões de cópias de DNA que são de interesse do pesquisador. Essa técnica pode ser aplicada na identificação genética, análises clínicas, diagnóstico de doenças, entre outras), que foi emprestado do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB) da UFRB. Em produtos consumíveis, a UFRB adquiriu Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) e reagentes.

Com esses equipamentos e insumos a equipe do Laboratório pode “extrair o ácido nucléico de qualquer vírus e de todos os seres vivos e pode-se realizar a técnica do diagnóstico molecular da COVID-19, a partir da técnica de PCR em tempo real”, explica o professor e pesquisador Fernando Vicentini.

O Laboratório também tem a capacidade de purificar e quantificar o material genético viral e encaminhar aos laboratórios parceiros para realizar o sequenciamento genético. “São técnicas necessárias para diagnóstico e análise da evolução viral”, diz Vicentini. “Elas se complementam as técnicas que já fazíamos como a eletroforese em gel de poliacrilamida para vírus de RNA fita dupla e PCR convencional”. A eletroforese em gel de poliacrilamida é uma técnica amplamente utilizada em bioquímica, química forense, genética, biologia molecular e biotecnologia para separar macromoléculas biológicas, geralmente proteínas ou ácidos nucleicos, de acordo com sua mobilidade eletroforética técnica de separação que se baseia no princípio de migração de íons em um campo elétrico).

Parcerias institucionais

O Laboratório de Diagnóstico Molecular da COVID-19, em parceria com a equipe de pesquisadores do Instituto Gonçalo Moniz (Fiocruz/BA), executou testagem em massa em populações vulneráveis no município de Cachoeira.

Foram atendidas comunidades quilombolas da Bacia e do Vale do Iguape e populações de terreiro de matriz africana na região central do município. Foram coletadas amostras de sangue e swab nasofaríngeo de aproximadamente 600 pessoas. “As amostras foram processadas pelo IGM e os resultados encaminhados à Secretaria Municipal de Saúde daquele município para encaminhamentos cabíveis de enfrentamento à pandemia”, informa Fernando Vicentini. 

Envolvimento de unidades

A implantação do Laboratório foi realizada por uma equipe multiprofissional e interdisciplinar – que contempla biomédicos (responsáveis técnicos), profissionais ligados ao trabalho de campo, articulação com municípios, análises laboratoriais e tecnologia da informação.

Vicentini destacou o apoio institucional da Reitoria da UFRB, e de suas pró-reitorias de Extensão (PROEXT), de Administração (PROAD), de Planejamento (PROPLAN) e de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI).

Além destes setores da Administração Central, é preciso destacar a colaboração da Coordenação do Complexo Multidisciplinar em Estudos e Pesquisas em Saúde (COMEPS), do Núcleo de Gestão Técnico Específico (NUGTESP) e da Gerência Técnica Administrativa do CCS que fizeram parte da comissão de implantação do laboratório no Centro de Ciências da Saúde.

O Laboratório é a base de projetos de extensão e pesquisa vocacionados ao diagnóstico precoce das infecções pelo COVID-19 ou SARS-CoV-2 em profissionais de estabelecimentos de saúde em municípios da região de abrangência da UFRB, em seus três territórios de abrangência, com atendimento de rotina para municípios da Regional de Saúde Leste, os quais estão sob jurisdição sanitária compatível com a localização do laboratório.

Uma das últimas etapas para o funcionamento do Laboratório de Diagnóstico Molecular da COVID-19 foi a habilitação oficial do órgão regulador no Estado, o Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (LACEN/BA).



Software oferece recomendações de calagem e adubação agrícola

18 de Março de 2021, 17:54, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Um sistema desenvolvido pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) em conjunto com a Embrapa oferece, por meio de uma interface simples, prática e de fácil manuseio, recomendações de calagem e adubação para o cultivo de mandioca e de diversas fruteiras (abacaxi, acerola, banana, laranja, tangerina, limão, mamão, manga e maracujá), podendo ser adaptado a qualquer cultura.

Com o software AdubaTec, produtores e técnicos podem obter por conta própria e de forma gratuita a quantidade adequada de nutrientes que deve ser aplicada no solo com base nas características do seu plantio. Basta preencher os campos no aplicativo web com dados da análise química do solo e informações como sistema de cultivo, estágio de produção, clima e produtividade esperada para obter as quantidades de calcário e as recomendações, principalmente de nitrogênio, fósforo e potássio, necessárias para a cultura selecionada. 

Além da grande abrangência de cultivos, o principal diferencial da ferramenta em relação às similares é a possibilidade de incorporação de recomendações de novas culturas. Isso é possível apenas com o cadastro das regras sob o conjunto de variáveis de plantio predefinidas pelo próprio administrador, sem modificar o código do sistema, ou seja, dispensa a necessidade de um especialista de tecnologia da informação para modelar os dados.

A ferramenta possibilita, assim, que um maior número de produtores tenha acesso a recomendações de calagem e adubação especializadas para os seus plantios e reduz o trabalho manual de pesquisadores, agrônomos e técnicos referentes aos cálculos de recomendação. Soluções tecnológicas como essa, que integram o escopo de ações da Embrapa no âmbito da agricultura digital, buscam mais rentabilidade e produtividade, menos custos e maior agilidade e segurança no campo.

Mais independência ao usuário

O analista do Núcleo de Tecnologia da Informação da Embrapa Mandioca e Fruticultura Luciano Pontes, que desenvolveu o sistema em conjunto com dois estudantes de Engenharia da Computação da UFRB, Lucas Henrique Araújo e Maxwell Lincoln da Silva, conta que o AdubaTec segue a lógica de oferecer mais independência ao usuário, uma tendência natural, segundo ele, no mundo de desenvolvimento de softwares. 

 “Fizemos uma análise-piloto, que consistiu em uma avaliação exaustiva de sua performance. A pesquisadora fez diversas análises de forma manual e comparou com os resultados obtidos via sistema, verificando que a recomendação indicada pelo software era mais precisa. E muitos ajustes foram realizados para que o sistema alcançasse a eficiência esperada”, informa Pontes. 

O AdubaTec é um sistema web responsivo, ou seja, adapta o seu layout ao tamanho das telas em que está sendo exibido, como de celulares e tablets. Com uma página web encarregada pela interação com o cliente, é capaz de cruzar os dados de entrada do usuário com os dados cadastrados (parâmetros) no banco de dados. 

O sistema foi preparado de forma dissociada da interface a fim de que as regras de recomendação de adubação possam ser disponibilizadas em uma plataforma como serviço (AdubaAPI). “Esse potencial pode ser explorado, no futuro, para gerar diferentes produtos integrados a equipamentos ou softwares que automatizam os processos de análises de solos de laboratórios”, afirma Pontes. “Há um potencial de parceria com startups de agtech [termo utilizado para se referir a empresas de tecnologia aplicada ao agronegócio], visando a novos mercados na análise de solos,” declara.

 O diferencial do nosso sistema é ser parametrizável, ou seja, pode ser adaptado para qualquer cultura e até mesmo variedades específicas”, conta a pesquisadora Ana Lúcia Borges, responsável pelo conteúdo do software e editora técnica da publicação “Recomendações de calagem e adubação para abacaxi, acerola, banana, laranja, tangerina, lima ácida, mamão, mandioca, manga e maracujá”, da qual foram extraídos os dados para montagem do AdubaTec. 

Com informações da Embrapa Mandioca e Fruticultura.



UFRB abre seleção para Transferência Externa, Portador de Diploma e Rematrícula

18 de Março de 2021, 14:58, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre processo seletivo para pessoas interessadas no preenchimento de vagas nos cursos de graduação por meio de Transferência Externa, Rematrícula e Portador de Diploma para ingresso no semestre 2020.2. O início das aulas está previsto para 28 de junho de 2021.

Ao todo, serão ofertadas 1.099 vagas, distribuídas entre 43 cursos superiores de graduação (bacharelados, licenciaturas e tecnólogos), existentes nos diversos Centros de Ensino da UFRB.

As inscrições acontecem no site de Processos Seletivos da UFRB: ufrb.edu.br/prosel, anexando a documentação necessária, no período de 13 a 19 de abril. A inscrição dos interessados é gratuita. A homologação das inscrições dos candidatos acontece no dia 26 de abril.

Somente poderão candidatar-se às vagas ofertadas nas formas de ingresso Transferência Externa e Portador de Diploma, os candidatos que tenham obrigatoriamente realizado o Exame Nacional do Ensino Médio -ENEM, em uma das seguintes edições: 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 ou 2019 e que não tenham obtido nota zero em qualquer uma das provas.

Para as formas de ingresso Transferência Externa e Portador de Diploma serão considerados critérios de seleção as médias aritméticas das notas obtidas nas provas do ENEM.

Para a forma de ingresso Rematrícula será considerada a menor carga horária para completar a integralização do curso, de acordo com o currículo vigente.

O resultado do processo de seleção será divulgado no dia 03 de maio no site ufrb.edu.br/prosel. A pré-matrícula acontece no período de 08 a 10 de maio.

A matrícula compreenderá uma única etapa online. A matrícula, excepcionalmente, devido à pandemia do COVID-19 e em atendimento a Portaria Normativa MEC Nº 493, de 22 de maio de 2020, e a Portaria UFRB n° 322, de 17 de março de 2020, será realizada exclusivamente pela internet, no endereço ufrb.edu.br/prosel, para as formas de ingresso Transferência Externa e Portador de Diploma.

Os candidatos convocados pela forma de ingresso Rematrícula, para realizarem a pré-matrícula, deverão acessar o SIGAA e seguir as instruções constantes no Edital.

Cursos e Campus

Os cursos com vagas no Campus Cachoeira/São Félix são de Artes Visuais (Bacharelado e Licenciatura); Ciências Sociais (Bacharelado); Cinema e Audiovisual (Bacharelado); Gestão Pública (Tecnólogo) e (Licenciatura); Publicidade e Propaganda (Bacharelado).

No Campus Cruz das Almas, os cursos são de Agroecologia (Tecnólogo); Biologia (Bacharelado e Licenciatura); Engenharia de Pesca (Bacharelado); Gestão de Cooperativa (Tecnólogo) e Zootecnia (Bacharelado), vinculados ao Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB).

Também no Campus Cruz das Almas, os cursos de Engenharia de Computação (Bacharelado); Engenharia Elétrica (Bacharelado); Engenharia Mecânica (Bacharelado); Engenharia Sanitária e Ambiental (Bacharelado); Física (Bacharelado) e Matemática (Bacharelado), vinculados ao Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC).

No Campus Santo Antônio de Jesus, o cursos de Nutrição (bacharelado), Enfermagem (Bacharelado); e Psicologia (Bacharelado).

No Campus Santo Amaro da Purificação, os cursos disponíveis são de Artes do Espetáculo (Tecnólogo); Bacharelado Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (integral e noturno); Interdisciplinar em Artes (Licenciatura); Música Popular Brasileira (Licenciatura); Política e Gestão Cultural (Tecnólogo) e Produção Musical (Tecnológico).

Para o Campus Feira de Santana, os cursos disponíveis são de Alimentos (Tecnólogos); Interdisciplinar em Energia e Sustentabilidade (Bacharelado); Engenharia de Energias (Bacharelado); Engenharia de Materiais (Bacharelado); Engenharia de Produção (Bacharelado); Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade (Bacharelado).

No Campus Amargosa, todos os cursos são de Licenciatura nas áreas de Educação Física; Filosofia; Física; Letras - Libras e Língua Estrangeira (Noturno); Letras – Libras e Língua Estrangeira (Integral), Matemática, Pedagogia (Noturno), Pedagogia (Integral) e Química.

O candidato interessado é responsável por acompanhar todas as atualizações e comunicados do processo seletivo no site: ufrb.edu.br/prosel

Confira o Edital Nº 07/2021.



UFRB divulga novos procedimentos para cadastro de projetos de pesquisa

16 de Março de 2021, 4:43, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação (PPGCI), divulga novos procedimentos para cadastramento de projetos de pesquisa a partir do Módulo de Pesquisa do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). O sistema antigo estará disponível apenas para consulta.

Para o pró-reitor da PPGCI, Maurício Silva, "a nova ferramenta incrementa um melhor controle sobre o fluxo dos projetos de pesquisa, facilitando o estabelecimento de um banco de dados qualificado da produção interna da UFRB e como resultado do trabalho conjunto das equipes da PPGCI e Coordenadoria de Tecnologia da Informação (COTEC), em breve novas ferramentas do Módulo de Pesquisa serão disponibilizadas".

Dúvidas ou relatos de problemas quanto ao funcionamento do módulo devem ser encaminhados para o e-mail da Coordenadoria de Pesquisa da PPGCI ([email protected]) para que os devidos ajustes sejam realizados.

Para acessar o Módulo de Pesquisa, docentes (ativos ou aposentados), discentes, e técnico-administrativos (ativos ou aposentados), devem fazer login no SIGAA e escolher a aba “Pesquisa” (canto superior direito).

Confira o tutorial para cadastro de Projeto de Pesquisa.

Mais informações no site da PPGCI.



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil