Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Docente da UFRB participa de canal online de auxílio às gestantes

29 de Maio de 2020, 5:33, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Orientações para gestantes da Bahia com questões envolvendo o novo coronavírus e o trabalho de parto, no intuito de reduzir a procura às maternidades, evitando assim a exposição desnecessária em épocas de pandemia. Esses são os objetivos do grupo Fale com a Parteira Bahia.

O grupo conta com a colaboração da professora Amália Nascimento do Sacramento, do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Recõncavo da Bahia (UFRB). A iniciativa visa ajudar as gestantes que já estão no tempo de parir a avaliar a real necessidade de irem para a maternidade, seguindo as recomendações mundiais, ou puérperas que tenham qualquer dúvida sobre cuidados pós-parto ou com o recém-nascido. As enfermeiras ficam à disposição durante 24 horas por dia, atendendo as demandas via WhatsApp. O contato inicial é através da conta do link para o grupo no WhatsApp e de lá as mulheres terão um link para o grupo no WhatsApp.

O projeto de trabalho se originou em Recife (PE), em meio a pandemia da covid-19, e está sendo replicado em várias capitais e cidades pelo Brasil. 

Como fazer para ter acesso:

1 - Entrar no grupo no WhatsApp;
2 - Escrever: preciso de ajuda;
3 - A profissional escalada irá responder via WhatsApp em janela privada/individualizada;
4 - Havendo necessidade, a profissional poderá ligar para ajudar a esclarecer a dúvida e dar o suporte com as orientações.

{youtube}j-j6Z7ZM4tM{/youtube}



Mensagem do Reitor sobre as ações da UFRB durante a pandemia de CoVid-19

28 de Maio de 2020, 17:53, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Fábio Josué, fala sobre as ações da Universidade durante a pandemia de CoVid-19.

{youtube}eqf-NskAXHw{/youtube}

Acesse ufrb.edu.br/coronavirus

Nossas redes sociais:



Egressos da UFRB gravam novos vídeos para fortalecer laços de empatia com estudantes

28 de Maio de 2020, 17:51, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Integrando o Programa de Extensão de Acompanhamento e Enfrentamento à CoVid-19 da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), o projeto de extensão intitulado #Empatia.Cahl.UFRB lança mais dez vídeos que compõem a série formada por 20 mensagens de egressos para estudantes da UFRB.

O projeto, realizado pela coordenadora do Bacharelado em Publicidade e Propaganda, professora Juciara Nogueira, conta com a colaboração de alguns docentes e chega a sua fase final contemplando, em seus 20 vídeos, mensagens de profissionais formados em praticamente todos os cursos do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL): “neste momento agudo de apreensão, talvez mensagens de quem já concluiu o curso universitário traga para a comunidade discente um pouco do sentido real da palavra empatia”.

Os dez novos vídeos foram gravados por egressos dos cursos de Publicidade e Propaganda, História, Cinema, Gestão Pública, Museologia, Jornalismo e Ciências Sociais. Seguindo o padrão dos anteriores, cada vídeo tem duração de cerca de um minuto. Após contato inicial, foram passadas instruções técnicas sobre como realizar as gravações e solicitada uma breve apresentação, sendo que a partir daí cada qual gravou a mensagem de acordo com seu modo de pensar, de sentir e transmitir empatia. A facilidade de se enviar e receber vídeos pela internet não dispensa a delicadeza e empenho necessários em todas as etapas. Ao ser devolvido, o material foi submetido ao trabalho de edição e finalização, encaminhado para publicação e, por fim, disponibilizado para visualização e compartilhamento.

Confira:

{youtube}4E6fawPe_DU{/youtube}

{youtube}5fqw46xoeH4{/youtube}

{youtube}yEyWee1-79o{/youtube}

{youtube}asa24oiejtY{/youtube}

{youtube}R0ECYh3JJWw{/youtube}

{youtube}NvqeqctR9vU{/youtube}

{youtube}VxAHIBp6kJ8{/youtube}

{youtube}h2AFQaYojHw{/youtube}

{youtube}PS0Qh3pfi4I{/youtube}

{youtube}NXPrQAZo2bs{/youtube}

Confira os primeiros vídeos (lançados em 22 de abril):

{youtube}HJ_nyyMVh8I{/youtube}

{youtube}eGRDx_5JNW0{/youtube}

{youtube}EBvySErmNrI{/youtube}

{youtube}qDgLocelDSY{/youtube}

{youtube}JAcTb3IKftQ{/youtube}

{youtube}xYWKBjr0SG8{/youtube}

{youtube}cP9216niVYk{/youtube}

{youtube}xcNvAa3-mpo{/youtube}

{youtube}bzbUz1sDA0Y{/youtube}

{youtube}XS4Iz2kmtNc{/youtube}



Projeto da UFRB cria materiais audiovisuais para colaborar no enfrentamento da pandemia

27 de Maio de 2020, 13:14, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O projeto de extensão Vozes Unidas pela Vida, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), elaborou uma série de materiais audiovisuais para propagar mensagens de pessoas atuantes em variados setores da sociedade visando tratar de aspectos vinculados à pandemia que têm afetado a população.

As mensagens são voltadas para variados públicos e destacam aspectos que necessitam de atenção especial durante este período, tais como: mais amparo às crianças e idosos, motivação aos estudantes da rede municipal e estadual que tiveram as aulas suspensas, atenção às questões da violência doméstica, mudanças de hábitos em relação às compras e outros temas que requerem mais reflexão e empenho da sociedade.

No período em que o número de infectados tende a aumentar, as recomendações de pessoas próximas e participativas do dia a dia da população de Cachoeira e cidades vizinhas tem o objetivo de sensibilizar habitantes da zona rural e urbana e contribuir para motivar necessárias mudanças de comportamento. A prefeitura de Cachoeira formalizou parceria com o CAHL, disponibilizando horários de carro de som, visando somar esforços para tentar diminuir o impacto da pandemia sobre a população.

O projeto, idealizado e realizado pela professora Juciara Nogueira, coordenadora do Bacharelado em Publicidade e Propaganda, tem consultoria da gestora de Extensão do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), professora Sílvia Pereira, que é doutora em Saúde Pública e colaboração da diretora do CAHL, professora Dyane Brito. A soma de 20 vozes em material produzido à distância contou com a colaboração do diretor de som do CAHL, Saulo Leal, responsável pela edição dos podcasts e áudios para carro de som, com o trabalho de produção do jornalista Caíque Fialho, que viabilizou a gravação de alguns áudios e vídeos e com a colaboração das locutoras Naiane Santos e da jornalista Elaine Conceição.

Participaram deste projeto: Rosa Brito – coordenadora pedagógica do Colégio Estadual da Cachoeira, Padre Hélio Vilas Boas – pároco da Paróquia de Cachoeira, Nara de Anália – vendedora de quitutes há 30 anos, Mestre Bala – músico há mais de 30 anos, Rosilene Rodrigues Santos (Rose) – feirante há mais de 30 anos, Reverendo Cláudio Márcio Rebouças da Silva (Rev. Cacau), Romélia Lima – professora da rede municipal e coordenadora do Grupo Cultural Raízes do Ébano, Jairo dos Santos – professor e maestro da Filarmônica Lyra Ceciliana, Felipe Ramos, DJ e Mestre em Ciências Sociais, Caíque Fialho, fotógrafo profissional e jornalista e Lise Lobo, jornalista e locutora.

Este projeto também comporta a campanha realizada em parceria entre a UFRB e a Feira das Mulheres Negras de Cachoeira, contando com a participação de Ana Placidino - educadora, Ekedji do Ilê Asé Ifayabalé Já Kolé, coordenadora da Acbantu;  Bárbara Nunes - presidente e artesã da Associação Chitarte; Consuelo Gonçalves - socióloga e ativista do Movimento Negro e de Mulheres Negras; Ileyldes dos Santos Conceição (Soe) - presidente da Associação de Feirantes do Mercado Municipal de Cachoeira; Mara da Ponte (Maria Abade) - presidente da Associação da Comunidade Quilombola do Engenho da Ponte, responsável pela articulação de Mulheres Negras no Quilombo Engenho da Ponte e coordenadora da Frente Quilombola do Movimento dos Pequenos Agricultores da Bahia e Adriana Silva – que é bacharel em Administração de Empresas e uma das fundadoras da Feira e Cleide Moreira, secretária de Assistência Social que faz parte da comissão gestora da Feira como atual representante da Prefeitura de Cachoeira.

Confira os Podcasts:

Confira os Vídeos:

{youtube}e8LFXTiGEHE{/youtube}

{youtube}5OTpt6yhEeQ{/youtube}

{youtube}5cEZXUVoEC4{/youtube}

{youtube}bvOVDryhySY{/youtube}

{youtube}Ol5gY7tfIR0{/youtube}

{youtube}2EI0F-URR_A{/youtube}

{youtube}_ZrMcO9Yv2s{/youtube}

{youtube}1tdNXgw9yrM{/youtube}

{youtube}r8rdsFhjgo8{/youtube}

{youtube}dpQcaU7ZA5Q{/youtube}

{youtube}o0aa8cV4_nU{/youtube}

Com informaçãoes de Juciara Nogueira, coordenadora do Bacharelado em Publicidade e Propaganda da UFRB.



Nota da Reitoria da UFRB sobre a presença de animais no Campus Cruz das Almas

27 de Maio de 2020, 12:46, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), diante dos recentes episódios causados pela presença de animais externos no Campus Cruz das Almas, vem a público informar o que segue.

Assim que assumimos a Reitoria, tão logo fomos informados dos graves prejuízos e incômodos que a presença de animais externos tem provocado à UFRB, buscamos compreender melhor a situação e tomar encaminhamentos com vistas a resolver este problema de forma definitiva. Considerando a sua complexidade, as discussões sobre a problemática aqui aludida deram-se no âmbito de setores da Administração Central, mas cabe destacar, também, diálogos iniciados junto a instituições externas, no intuito de resolvê-la.

Durante esta gestão, tendo em vista a construção de soluções definitivas para este problema crônico, já realizamos reuniões estratégicas com: 1) Direção e Vice Direção do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB); 2) Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) do Governo da Bahia; 3) Prefeitura Municipal de Cruz das Almas; 4) Comando local da Política Militar; 5) Comando local da Política Civil; 6) Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB); 7) Alguns docentes do Núcleo de Engenharia de Água e Solo (NEAS), após a ocorrência de um infortúnio.

Dada a urgência, em plena pandemia, também participamos de: 8) Reunião com a Direção do CCAAB e Chefia do Núcleo de Produção e Experimentação Animal (18/5); 9) Reunião Sindical da APUR/CCAAB, na última sexta-feira (24/5); 9) Reunião com Coordenações dos cursos de Pós-Graduação da UFRB (25/5), para ouvir relatos e sugestões de encaminhamento.

Considerando a complexidade do problema, nossa decisão caminha no sentido de desenvolver um plano de ação que seja efetivo e duradouro, para o qual necessitaremos contar com a colaboração de instituições externas, órgãos das instâncias federal, estadual e municipal. Entretanto, a situação de pandemia vivida no país por conta da CoVid-19, que intensificou o isolamento social na sociedade e nas instituições, inclusive na UFRB, tem dificultado a celeridade nos encaminhamentos das ações que o problema requer, inclusive da agenda de diálogo com outras instâncias, tais como o Ministério Público Estadual (MP), Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF).

Considerando a gravidade do problema, estamos antecipando algumas ações internas mais imediatas, de caráter mais preventivo/educativo, para amenizar a situação atual, até que tenhamos condições efetivas, com a colaboração dos órgãos externos, para realizar ações mais integradas e definitivas.

Ações internas imediatas (Primeira fase, de caráter educativo e preliminar)

1) Publicação de Portaria proibindo soltura de animais no Campus;

2) Confecção e instalação de faixas e placas informativas, com o seguinte teor: “Área Federal. Proibida soltura de animais. Sujeito a apreensão, detenção e multa”.

3) Construção de um cercado, próximo à Área dos Eucaliptos, destinado ao aprisionamento e guarda provisória dos animais encontrados no Campus. (Ação executada em parceria com a Direção do CCAAB e Fazenda Experimental);

4) Conserto da cerca fronteiriça com o bairro Tabela e da Área dos Eucaliptos;

5) Conserto da grade do Portão da Tabela;

6) Contratação de quatro funcionários para cuidar da apreensão e guarda dos animais encontrados no Campus;

7) Determinação para que os proprietários sejam identificados e formalmente notificados da proibição de soltura de animais no Campus;

8) Adoção de medidas judiciais pertinentes junto à ADAB, Polícia Civil, Ministério Público, Ministério Público Federal e Polícia Federal, contra proprietários de animais encontrados no Campus, reincidentes na prática;

9) Produção de panfleto informativo e desenvolvimento de campanhas educativas sobre os riscos ao patrimônio e à saúde pública (dos animais e de pessoas), decorrentes da disseminação de enfermidades de importância econômica e/ou zoonóticas, para divulgação junto à comunidade próxima da UFRB e nos meios de comunicação local.

Ações a médio e longo prazo

10) Conserto da Portaria da Tabela e reativação do posto de segurança local;

11) Implantação de cerca viva em todo o Campus;

12) Implantação de sistema de vigilância eletrônica, com câmeras e alarmes, para identificação de animais e transeuntes. A dimensão do serviço está condicionada a liberação do orçamento da UFRB, nos anos 2020 e 2021;

13) Intensificação de diálogo com entidades externas: Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), Ministério Público Estadual (MP), Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF), Polícia Militar, Polícia Civil e Prefeitura Municipal, para ações mais integradas de apreensão de animais;

14) Regularização da questão fundiária (limites, dominialidade, etc);

15) Criação de uma comissão para atualização do Plano de Ocupação do Campus de Cruz das Almas;

16) Elaboração e desenvolvimento de um Plano de Segurança Eletrônica Integrada do Campus Cruz das Almas.

Por fim, a Reitoria reafirma o seu compromisso institucional na resolução em definitivo desta questão, de modo a oferecer à sua comunidade acadêmica a segurança e as condições de trabalho adequadas para o desenvolvimento de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Cruz das Almas, 27 de maio de 2020.

Reitoria da UFRB



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil