Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Pesquisas sobre solos, arquitetura, Ayahuasca e depressão no Univerciência

9 de Junho de 2021, 17:53, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

{youtube}aAe-i8XxWCA{/youtube}

O Univerciência deste sábado (12) vai mostrar como o conhecimento científico melhora a vida da população. O programa visitou um laboratório de análise técnica sobre os solos e mostra uma pesquisa que estuda se o chá de Ayahuasca pode reduzir sintomas da depressão que é considerado pela Organização Mundial da Saúde o "mal do século XXI". A atração semanal traz ainda um resgate da arquitetura moderna na Bahia. No ar pela TVE aos sábados, às 14h30, o programa tem horários alternativos às segundas-feiras, às 20h, e quartas-feiras, às 7h30.

Você sabe o que é pesquisa científica e qual o impacto dela na sua vida? Pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) explicam como o conhecimento científico melhora a vida das pessoas. A ciência parte de uma série de métodos, estudos, evidências e averiguações que contextualizam tudo aquilo que se busca compreender.

Desde 1995 o laboratório de solos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) realiza a análise técnica do solo das propriedades rurais do estado e do norte de Minas Gerais. O espaço faz exame químico e físico das amostras enviadas, e orienta a produção. O programa vai mostrar todo o procedimento de análise até a emissão do laudo, que auxilia para que o produtor possa atuar, junto com o técnico, na melhoria do solo.

Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realizaram um estudo com o chá de Ayahuasca, composto de plantas com efeitos alucinógenos, para investigar a sua relação com a redução dos sintomas da depressão. A doença silenciosa foi considerada pela Organização Mundial da Saúde como o "mal do século XXI". Usado para fins terapêuticos, crenças espirituais e rituais religiosos, como o xamanismo e o Santo Daime, o chá de Ayahuasca é famoso pela capacidade de induzir modificações intensas na percepção, emoção e cognição. Para além dos rituais religiosos, a Ayahuasca é também a propulsora da pesquisa em torno dos psicodélicos.

O Univerciência vai mostrar ainda a coleção de livros “Arquitetura Moderna na Bahia”, de autoria do professor Nivaldo Andrade. A coleção foi lançada pela editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) e conta com cinco volumes. Toda a obra foi baseada na tese de doutorado do autor que conquistou o prêmio da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo. A edição dos livros surgiu a partir da constatação do professor Nivaldo que os estudantes baianos estudavam a arquitetura moderna sem qualquer referência arquitetônica das construções da Bahia.

O programa Univerciência tem a participação de instituições de todos os estados nordestinos a partir da parceria entre as universidades e televisões públicas da região. A produção do conteúdo é colaborativa e a veiculação acontece em TV’s públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras e das universidades na Internet.

Onde assistir

Sábado, 05/06, às 14h30, no canal do Youtube da TVE.

Segunda, 07/06, às 10h, no canal do Youtube da TV UFRB.



UFRB divulga calendário e procedimentos para Matrícula Web 2020.2

8 de Junho de 2021, 13:23, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulga o calendário e procedimentos para Matrícula Web 2020.2. Todos os estudantes dos cursos de graduação a partir do segundo semestre letivo devem efetuar a matrícula por meio do Portal do Discente no Sistema de Gestão das Atividades Acadêmica (SIGAA).

Os estudantes terão direito a solicitação de inscrição em até quatro componentes curriculares, mais o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). As duas primeiras etapas são relativas à solicitação de inscrição em componentes curriculares, posteriormente analisadas pelo SIGAA diante dos critérios preestabelecidos. A terceira etapa é de livre concorrência.

Os calouros não participam da Matrícula Web, uma vez que são automaticamente matriculados em disciplinas do primeiro semestre do curso. Os calouros devem acessar o SIGAA a partir de 21/06/2021 para conferir os componentes curriculares matriculados (confira o tutorial de primeiro acesso ao SIGAA no fim da matéria).

Confira as etapas e datas da Matrícula Web 2020.2:

Atividade Data
1ª etapa – Solicitação de inscrição semestral em componentes curriculares via web 08/06 a 13/06/2021
Resultado do processamento da 1ª etapa

O SIGAA procederá à confirmação das solicitações dos estudantes mediante as seguintes prioridades:

  1. discentes formandos;
  2. discentes semestralizados;
  3. discentes desemestralizados (discentes que estejam pleiteando componentes a um nível anterior ao seu);
  4. discentes adiantados (discentes que estejam pleiteando componentes a um nível posterior ao seu);
  5. discentes com maior IRA.
15/06/2021
2ª etapa – Solicitação de ajuste de componentes via web 17/06 a 18/06/2021
Resultado do processamento da 2ª etapa 20/06
Ajuste de inscrição em componentes curriculares pelo coordenador de curso 21/06/2021
3ª etapa – Matrícula web extraordinária em componentes curriculares 22/06 a 23/06/2021

Para mais informações sobre os procedimentos de matrícula no SIGAA, consulte o Tutorial da Matrícula Web e o Manual do Portal do Discente.

Confira o Calendário Acadêmico 2020.2.

Confira as estatísticas da Matrícula Web 2020.2.

Primeiro acesso ao SIGAA para ingressantes

Para realizar o primeiro acesso no SIGAA os calouros do semestre 2020.2 receberão um e-mail com o número de matrícula até dia 21/06/2021 e devem realizar o passo a passo descrito no tutorial abaixo.

(Clique para ampliar)

tutorial sigaa



Semana do Meio Ambiente aborda gestão de Resíduos Sólidos da UFRB

8 de Junho de 2021, 12:51, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

{youtube}b0-l9wxZJvs{/youtube}

O vice-reitor José Mascarenhas Bisneto, o pró-reitor de Planejamento, José Joaquim da Silva Ramos e o pró-reitor de Gestão de Pessoal da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Wagner Tavares da Silva participaram da abertura da programação da Semana do Meio Ambiente da instituição, na manhã da última segunda-feira, dia 07, de forma virtual.

Também participaram da transmissão online, o professor Clarivaldo Santos de Sousa (CETEC), que fez a palestra sobre “A gestão dos resíduos sólidos na UFRB”; a professora Jacira Teixeira e a chefe do Núcleo de Meio Ambiente da UFRB, Cláudia Souza.

A programação da Semana do Meio Ambiente discute os “Resíduos na UFRB: de onde vem e para onde vão?” e prossegue até o dia 11 de junho. O evento é uma promoção do Núcleo de Meio Ambiente (NUMAM) e do Núcleo de Gestão de Avaliação e Capacitação da Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoal da PROGEP.

No evento estão sendo abordados temas como consumo e compras sustentáveis; coleta seletiva; resíduos químicos; resíduos orgânicos; resíduos biológicos e experiências exitosas de outras instituições de educação.

O vice-reitor Mascarenhas Bisneto destacou a aprovação recente do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos, como uma conquista na área de meio ambiente para a instituição e a sociedade.

Composto de 55 páginas, o Plano descreve e diagnostica a situação do cenário atual de geração de resíduos nos campi, pormenorizando os ambientes do Hospital Universitário de Medicina Veterinária (HUMV); Restaurante Universitário; Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB); Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC): Laboratórios de Química, Fitotecnia e Laboratórios de Qualidade da Água e Toxicologia; Laboratórios de Materiais de Construção;  Laboratório de Pavimentação e Almoxarifado; Centro de Formação de Professores (CFP); Centro de Artes, Humanidade e Letras (CAHL); Centro de Ciências e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS); Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT); e Centro de Ciências da Saúde (CCS).

Para o pleno funcionamento do Plano é necessário e fundamental que as ações de gestão de resíduos sejam feitas de forma integrada com o envolvimento da comunidade universitária no ensino, na pesquisa e na extensão,

Programação da Semana do Meio Ambiente.



Professores e alunos da UFRB criam chatbot para auxiliar calouros sobre vida universitária

7 de Junho de 2021, 13:24, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Estudantes e professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) desenvolveram um chatbot para auxiliar calouros e universitários de graduação da instituição, sobre os meandros da vida universitária.

O chatbot, chamado de ReconBOT, instalado na plataforma Facebook, é um programa de computador que faz o que é programado, simulando uma conversa humana em um chat. Dessa forma, é possível automatizar tarefas repetitivas e burocráticas, como dúvidas frequentes, na forma de diálogo pré-definido entre o usuário e um “robô”.

O projeto foi realizado pelos estudantes do Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnológicas (BCET) Ewerton Luis Souza da Silva e Edgleison Costa Silva, com o apoio dos professores Ramon Lopes (coordenador) e João Neto, ambos do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC) e Gabriel Ribeiro, Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB) da UFRB.

Pelo ReconBOT é possível saber informações de nove áreas distintas. Entre as escolhas de opções desejadas estão: 1) Siglas e Conceitos; 2) Meu Curso; 3) Rotinas Acadêmicas; 4) Matrícula; 5) Apoio à Permanência Estudantil; 6) Programas de Ensino, Extensão ou Pesquisa; 7) Monitoria; 8) Sigaa: e 9) Biblioteca.

Segundo os desenvolvedores do chatbot, o objetivo do projeto é auxiliar os estudantes de graduação, sobretudo os calouros, em suas dúvidas durante a adaptação à vida universitária. Na iniciativa privada, exemplo de uso de tecnologia de chatbot é o do Magazine Luiza, com a Lu, usado como canal de comunicação com seus clientes.

O ReconBOT até o momento está disponível apenas no Facebook. Os envolvidos no projeto esperam que o ReconBOT possa facilitar a vida dos calouros da UFRB e que em breve novas funcionalidades sejam incorporadas para prover uma melhor experiência e responder novas dúvidas, dentre a elas a integração com o WhatsApp e Telegram.

Acesse o ReconBOT: facebook.com/reconbotufrb.



UFRB divulga resultado do PIBIC e amplia oferta de bolsas com recursos próprios

7 de Junho de 2021, 13:04, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da sua Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), divulga o resultado final do edital de seleção de projetos de pesquisa para concessão de bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC e PIBIC AF).

Segundo o pró-reitor da PPGCI, professor Maurício Silva, a UFRB dobrou para este edital o incremento de recursos próprios para o fomento à iniciação científica, o que vai garantir significativo aumento do número de estudantes vinculados aos projetos contemplados: “a média dos últimos dez anos de investimentos em bolsas de iniciação por parte da instituição é de 33,5 bolsas/ano; em 2019 e 2020 foram 30 bolsas. Para este ano estamos ofertando 60 bolsas. Importante frisar que não se trata de mera ampliação de recursos, mas de implemento de uma política de pesquisa que visa consolidar a UFRB como um importante centro de pesquisa da Bahia e do Brasil”.

O pró-reitor afirma ainda que em breve serão divulgadas novas iniciativas no mesmo sentido que alcançarão outros aspectos da pesquisa na instituição: “mesmo nesta difícil conjuntura, vamos dar continuidade aos esforços de consolidação dos nossos programas de pós-graduação, sobretudo através do PPQ-Pós e do investimento em produção e divulgação científica”.

A captação de recursos é um dos desafios encontrados pela UFRB para colocar em prática diversos projetos em torno da pesquisa. O reitor da UFRB, professor Fábio Josué, aponta os esforços realizados: "O cenário orçamentário da UFRB, bem como das demais Universidades federais é muito difícil, por conta dos sucessivos cortes no nosso orçamento. Mesmo com todas as dificuldades e restrições orçamentárias, estamos fazendo um esforço enorme para priorizar a pesquisa na nossa instituição. Temos empreendido ações em diversas frentes: captação de recursos extraorçamentários, o que inclui emendas parlamentares; a redefinição de prioridades, fortalecendo as ações acadêmicas e entre elas a pesquisa e a permanência estudantil. No ano passado, com recursos próprios da UFRB, lançamos o PPQ-Pós, numa parceria PPGCI/PROPAAE; e numa ação da EDUFRB em parceria com a PPGCI foi lançado o Edital 02/2020 - Coleção Pesquisas e Inovações Tecnológicas na Pós-Graduação da UFRB, que possibilitou a publicação de 15 e-books vinculados aos programas de Pós-graduação. Agora em 2021 estamos duplicando a cota institucional de bolsas do PIBIC e em breve esperamos anunciar novas ações”.

Ainda segundo o reitor, “Estas iniciativas traduzem o esforço da gestão em contribuir com o fortalecimento da pesquisa e da produção acadêmica na UFRB. No caso específico do PIBIC, é importante dimensionar que as bolsas, além de qualificar a experiência formativa de nossos estudantes, fortalecerá programas e projetos desenvolvidos e contribuirá para a permanência estudantil na Universidade”.

Sobre o PIBIC

O Programa Institucional de Iniciação Científica visa despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes dos cursos de Graduação da UFRB, mediante a participação em projetos de pesquisas orientados por Pesquisadores atuantes e qualificados com titulação mínima de Mestre, possibilitando ao iniciante a aprendizagem de técnicas, métodos, epistemologias e o desenvolvimento do pensamento e da criação científica, tecnológica e artístico-cultural, com aprimoramento do espírito crítico.

O PIBIC é apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) e a UFRB, por meio do sistema de cotas institucionais e em conformidade com as normas do Programa de Bolsas das Instituições Financiadoras (RN 17/2006 do CNPq, Normas Gerais IC –FAPESB 2020 e à Orientação Técnica 01/2020 da PPGCI.

Confira o resultado final do PIBIC.

Mais informações: ufrb.edu.br/ppgci.



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil