Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Reabilitação pós Covid-19, microplásticos nos oceanos e quilombolas no Univerciência

19 de Novembro de 2021, 18:32, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Univerciência deste sábado (20) vai falar sobre os métodos de reabilitação de pacientes com sequelas pós Covid-19 e um projeto que analisa o impacto dos microplásticos nos oceanos. O programa traz também uma pesquisa sobre pequenos mamíferos como roedores e marsupiais na Caatinga. Nesta edição tem ainda uma reportagem sobre o mapeamento das atividades quilombolas e os serviços essenciais como saúde e creches. No‌ ‌ar‌ ‌pela‌ ‌TVE‌ ‌aos‌ ‌sábados,‌ ‌às‌ ‌14h30,‌ ‌o‌ ‌programa‌ ‌tem‌ ‌horários‌ ‌alternativos‌ ‌às‌ ‌segundas-feiras,‌ ‌às‌ ‌20h30,‌ ‌e‌ ‌quartas-feiras,‌ ‌às‌ ‌7h30.‌

Após a recuperação da Covid-19, muitos pacientes graves ainda têm o desafio de retomar a rotina normal. Nessa fase as sequelas deixadas pelo vírus ficam evidentes e podem comprometer a qualidade de vida. É aí que entra a missão dos pesquisadores do Ambulatório de Saúde da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) que buscam promover a reabilitação e a melhoria da qualidade de vida dos pacientes, com atendimento à população e desenvolvendo pesquisas que analisam as sequelas da doença.

Uma ameaça muito debatida nos últimos anos por ambientalistas e cientistas: os microplásticos. Eles apresentam riscos, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana. Estudar essas partículas, que chegam a no máximo 5 milímetros de espessura, tem sido um desafio na Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Pesca, que analisou a dieta de diferentes espécies para quantificar o impacto dos microplásticos. O projeto leva em consideração o tipo de alimento que consomem e a pesquisa analisou 214 estômagos de sete diferentes espécies de peixes, coletados de 2015 a 2017 na praia do Meireles, em Fortaleza.

Estudantes do curso de Ecologia da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) têm ido a campo para capturar animais e realizar a coleta de dados para a pesquisa “Ecologia e diversidade de pequenos mamíferos da Caatinga: roedores e marsupiais (mamíferos de bolsa)”. O projeto faz um levantamento da diversidade e estuda a dinâmica da comunidade e das populações de pequenos mamíferos não voadores como ratos, cassacos (gambás, saruê). O estudo é pioneiro na caatinga do Rio Grande do Norte, numa área que ainda mantém todas as características dessa vegetação preservada.

No campus Arcoverde, no sertão de Pernambuco, os cientistas buscam o mapeamento das comunidades quilombolas porque apenas 7% das terras reconhecidas como pertencentes a povos remanescentes de quilombos estão regularizadas no Brasil. O grupo de Extensão “Direito em Movimento” da Universidade de Pernambuco (UPE), produz mapas para calcular as distâncias entre as comunidades quilombolas e os serviços básicos como postos de saúde e creches. A iniciativa resultará em um relatório que será enviado ao Ministério Público Federal e à Defensoria Pública da União para colaborar para a garantia de direitos essenciais dessas comunidades.

Criado em 2020 pela TV UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), o Univerciência transformou-se, a partir da parceria com a TVE Bahia e 40 instituições públicas de ensino superior de todo o Nordeste, em um conteúdo colaborativo com alcance e repercussão nacional, através da veiculação por TVs públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras, universidades e institutos na internet.



UFRB aprova retorno presencial gradual às atividades acadêmicas e administrativas

16 de Novembro de 2021, 13:40, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Os conselheiros do Conselho Universitário (CONSUNI), órgão colegiado superior da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), aprovaram, por maioria, a resolução que define o retorno presencial gradual dos servidores docentes e técnicos-administrativos da instituição, para as atividades acadêmicas e administrativas.

A aprovação de 17 artigos da Resolução CONSUNI nº 07/2021, decorreu de debates virtuais entre os conselheiros, com transmissão pela TV UFRB. O debate durou três horas e quarenta minutos, ocorrida na tarde da sexta-feira, dia 12/11, quando foi confirmada a revogação da Portaria Nº 322/2020 e aprovada a Resolução CONSUNI nº 07/2021, por 19 votos a favor.

O texto final da redação da resolução foi debatido, revisado e aprovado por maioria dos conselheiros. Nesse processo foram retirados e acrescentados trechos; alterados conteúdos e construídos consensos com a colaboração dos conselheiros - representantes das instâncias internas da UFRB como Reitoria, Vice-Reitoria, Pró-Reitorias; Diretorias de Centros de Ensino; e representantes dos docentes e técnicos-administrativos.

O retorno gradual e presencial dos servidores acontece, por etapas, em conformidade com os critérios estabelecidos em indicadores da capacidade do sistema de saúde e da evolução da pandemia da COVID-19, garantindo a segurança da comunidade acadêmica.

As unidades administrativas e acadêmicas devem apresentar os planos de retorno e revezamento de pessoal até o dia 15 de dezembro, considerando suas especificidades de recursos humanos, físicos e materiais, respeitando o estabelecido pelas Diretrizes Institucionais e Protocolos de Medidas de Biossegurança de Enfrentamento à COVID-19 no âmbito da UFRB.

As unidades administrativas e acadêmicas, orientadas pelos planos de retorno gradual, convocarão para o retorno ao trabalho presencial 20% dos servidores
estagiários e bolsistas, a cada intervalo de 15 dias, até alcançar o limite de cem por cento.

A oferta de componentes curriculares da Pós-Graduação (semestre 2021.2) e de Graduação (semestre letivo 2021.1), manterão seus formatos de realização nos termos aprovados anteriormente pela Resolução CONAC n. 32/2020, de 16 de novembro de 2020 e da Resolução CONAC n. 027/2021, de 18 de agosto de 2021 e suas alterações posteriores, respectivamente.

Entretanto, a resolução Resolução CONSUNI nº 07/2021 franqueia o acesso às dependências da Universidade para desempenho de atividades acadêmicas, observadas as Diretrizes e Protocolos de Medidas de Biossegurança de Enfrentamento à COVID-19 no âmbito da UFRB. Para os espaços de uso coletivo ou compartilhado, deve-se adotar obrigatoriamente o agendamento com vistas a evitar aglomerações, assim como é obrigatório o uso de máscaras e apresentação do cartão com ciclo vacinal completo. É obrigatório o uso da máscara facial durante todo o tempo de permanência em qualquer campus da UFRB, incluindo áreas abertas.

Sintomas de síndrome gripal

Os servidores, terceirizados, estagiários e estudantes em atividades presenciais que apresentarem sinais e sintomas de síndrome gripal, mesmo sem diagnóstico confirmado por meio de teste positivo, devem comunicar à chefia imediata/responsável ou aos Colegiados de Cursos, por e-mail institucional, para as providências pertinentes.

Cartão de vacinação

A realização de atividades presenciais para professores, técnicos-administrativos e alunos de graduação e pós-graduação nas dependências da UFRB estão vinculados ao uso de máscara obrigatória e ao esquema vacinal completo para a COVID-19, com a apresentação do cartão de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS).

Formulário digital

Todos os servidores docentes e técnicos-administrativos devem responder a formulário desenvolvido pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoal (PROGEP), no link disponível: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSefQSVinEqZu8JhsP0s7yQsM2sibYYtLTf9OcaFupt-ipm4UQ/viewform

O levantamento de dados funcionais visa coletar dados relativos às condições de saúde e fatores de riscos dos servidores, para subsidiar as chefias em relação ao quantitativo de servidores que terão acesso às dependências da instituição, para garantir a segurança deste processo.

Apenas os servidores que apresentem as condições ou fatores de risco abaixo devem permanecer em trabalho remoto, após preenchimento do formulário digital, saber:
a) idade igual ou superior a 60 anos;
b) tabagismo;
c) obesidade;
d) miocardiopatias de diferentes etiologias (insuficiência cardíaca, miocardiopatia isquêmica etc.);
e) hipertensão arterial;
f) doença cerebrovascular;
g) pneumopatias graves ou descompensadas (asma moderada/grave, DPOC);
h) imunodepressão e imunossupressão;
i) doenças renais crônicas em estágio avançado (graus 3, 4 e 5);
j) diabetes melito, conforme juízo clínico;
k) doenças cromossômicas com estado de fragilidade imunológica;
l) neoplasia maligna (exceto câncer não melanótico de pele);
m) cirrose hepática;
n) doenças hematológicas (incluindo anemia falciforme e talassemia), e;

o) gestação

Também permanecem na condição de trabalho remoto os servidores que são pais, padrastos ou madrastas que possuam filhos ou responsáveis que tenham a guarda de menores em idade escolar ou inferior, nos locais onde ainda estiverem mantidas a suspensão das aulas presenciais ou dos serviços de creche, e que necessitem da assistência de um dos pais ou guardião, e que não possua cônjuge, companheiro ou outro familiar adulto na residência apto a prestar assistência.

Outro grupo que pode permanecer em trabalho remoto são os servidores na condição de responsáveis pela guarda e cuidado de pessoas idosas que necessitem da assistência, e que não possua cônjuge, companheiro ou outro familiar adulto na residência apto a prestar assistência; e servidores na condição de coabitante com filho, pais e cônjuges que apresentam as condições ou fatores de risco apresentados na resolução, e que não possua cônjuge, companheiro ou outro familiar adulto na residência apto a prestar assistência.

Resolução CONSUNI Nº 007.

Reunião do CONSUNI.



UFRB seleciona professores formadores para atuarem em cursos de EaD

12 de Novembro de 2021, 13:22, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Superintendência de Educação Aberta e a Distância (SEAD) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre edital com os procedimentos, instruções e inscrições para o preenchimento de vagas remanescentes de professores formadores para atuarem temporariamente na Educação a Distância, para os cursos de Licenciatura Interdisciplinar em Artes; Licenciatura Plena em Música Popular Brasileira; e Licenciatura em Matemática, no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB).

São disponibilizadas seis vagas. Os candidatos convocados deverão ter disponibilidade de vinte horas semanais para desenvolver as atividades a distância e na sede da Superintendência Educação Aberta e a Distância da UFRB, Campus Cruz das Almas.

Poderão participar do processo seletivo servidores de Instituições de Ensino Superior (IES) da rede pública de ensino federal/estadual, no Estado da Bahia.

O período de inscrição para os interessados é de 16 a 21 de novembro.

O desenvolvimento das atividades do candidato selecionado não caracteriza vínculo empregatício com a UAB e nem com a UFRB.

O tipo de vínculo, a ser estabelecido entre o candidato selecionado e a SEAD/UFRB/UAB, refere-se unicamente à categoria de bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)/UAB durante a vigência da bolsa.

As atividades dos profissionais selecionados estão previstas para iniciarem no mês de fevereiro de 2022.

Bolsas

Os candidatos selecionados receberão bolsas correspondente valores de R$ 1.300,00 (Hum mil e trezentos reais); e R$ 1.100,00 (Hum mil e cem reais), dependendo da experiência do profissional.

Leia o Edital SEAD Nº 13/2021.

Mais informações em ufrb.edu.br/ead.

E-mail: [email protected].



Fábrica de inovação, suicídio e memes em livros didáticos no Univerciência

12 de Novembro de 2021, 8:52, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

{youtube}EcQjTfvZ5HA{/youtube}

O Univerciência deste sábado (13) vai falar sobre um projeto que incentiva inovação e educação. O programa traz também o tema do suicídio e a presença dos memes nos livros didáticos. Nesta edição tem ainda uma reportagem sobre a importância da responsabilidade com os animais. No‌ ‌ar‌ ‌pela‌ ‌TVE‌ ‌aos‌ ‌sábados,‌ ‌às‌ ‌14h30,‌ ‌o‌ ‌programa‌ ‌tem‌ ‌horários‌ ‌alternativos‌ ‌às‌ ‌segundas-feiras,‌ ‌às‌ ‌20h30,‌ ‌e‌ ‌quartas-feiras,‌ ‌às‌ ‌7h30.‌

A Fábrica de Inovação, projeto do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), tem como objetivo desenvolver soluções para problemas apresentados por instituições públicas e privadas, através de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I). A proposta é integrar ensino, pesquisa e extensão no dia a dia dos estudantes, fazendo com que eles se esforcem para desenvolver o empreendedorismo e a inovação a partir dos conhecimentos adquiridos produzindo mudanças na vida das pessoas.

Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Sergipe (UFS) busca entender o suicídio e encontrar caminhos para a prevenção. O telespectador vai conhecer o estudo que aborda não somente as tentativas, como também o ato consumado e a correlação desses eventos com a automutilação e o perfil dessas pessoas. Subdividida em dois planos de trabalho, o primeiro descreve o perfil epidemiológico das pessoas que mais tentam ou chegam a consumar o suicídio no Brasil, e o segundo busca a relação entre automutilação e as tentativas de suicídio.

Meme é um termo grego que significa imitação mas, na internet, ele acontece sempre que um assunto ganha popularidade e viraliza. Qualquer vídeo, imagem, frase, ideia ou música utilizados com bom humor e ironia pode se tornar um meme. O sucesso fez com que esse instrumento se tornasse objeto de pesquisa na Universidade Estadual do Piauí (Uespi). O Univerciência vai mostrar como os memes vêm sendo utilizados na língua portuguesa, partindo do imagético e do linguístico, entre outros pontos. O interesse em estudar os memes surge a partir do entendimento que a internet e as redes sociais fazem parte do cotidiano dos alunos e os memes são presença marcante.

Uma pesquisa desenvolvida por cientistas da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) ensina às crianças sobre o respeito aos animais e a posse responsável, a fim de conscientizá-las sobre a importância de uma boa relação com os animais, promovendo a educação ambiental e disseminando a importância da saúde única. A interação com os animais proporciona múltiplos benefícios emocionais, cognitivos e físicos para o humano. O estudo, desenvolvido com estudantes do 4º e 5º anos de uma escola municipal em Vitória da Conquista, na Bahia, analisa as contribuições do desenvolvimento de estratégias ativas para o ensino do respeito aos animais no Ensino Fundamental I.

Criado em 2020 pela TV UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), o Univerciência transformou-se, a partir da parceria com a TVE Bahia e 40 instituições públicas de ensino superior de todo o Nordeste, em um conteúdo colaborativo com alcance e repercussão nacional, através da veiculação por TVs públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras, universidades e institutos na internet.



Alunos de graduação da UFRB podem participar de mobilidade para a UNEB

11 de Novembro de 2021, 12:05, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Estudantes de graduação, regularmente matriculados na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), podem participar do Programa de Mobilidade Discente da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), desde que estejam no semestre 2021.2 (ou equivalente) e tenham concluído pelo menos 20% (vinte por cento) da carga horária total do seu curso de graduação.

O ingresso se dará no primeiro semestre letivo de 2022, previsto para iniciar em 14 de fevereiro de 2022.

As inscrições dos interessados na UFRB será no período de 16 a 22 de novembro, por meio do envio de documentação exigida no Edital Nº 100/2021, por e-mail ao Colegiado do curso de origem.

A análise dos pedidos de mobilidade pela UFRB acontece no período de 23 de novembro a 02 de dezembro de 2021.

A responsabilidade pelo acompanhamento dos prazos e dos procedimentos, bem como pela efetivação do ato de matrícula é exclusiva do estudante.

Confira o Edital Nº 100/2021 e o Formulário de Inscrição.

Informações: [email protected].

Mais sobre mobilidade em ufrb.edu.br/nuprop/programa-de-mobilidade-estudantil.



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil