Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

ECAD reúne cultura, artes e diversidades no campus da UFRB em Amargosa

20 de Maio de 2014, 15:29, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Em sua segunda edição, o Encontro de Culturas, Artes e Diversidades (ECAD) foi realizado no campus de Amargosa da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), entre os dias 16 e 18 de maio. No local, estudantes, pesquisadores e a comunidade local prestigiaram a participação de mestres de capoeira do cenário nacional e internacional, conferências, palestras, oficinas e mostras de culturas populares.

“O ECAD é um produto do programa de extensão Balaio de Gato. O programa tem como objetivo central desenvolver atividades de extensão no entorno da UFRB, na região do Recôncavo Baiano, com uma proposta de atividades culturais: samba, maculelê, puxada de rede, capoeira, frevo, maracatu e atividades de matriz afro-descendente”, aponta o coordenador do evento, professor Jean Adriano. Ele explica que tais atividades fazem parte de um processo de educação formal e informal. "Dentro da universidade, nós temos muitos estudos em relação ao negro, mas poucos associando o negro a perspectiva de sua cultura corporal. Na UFRB, se não me engano, o programa balaio de gato é o único que desenvolve trabalhos nesta perspectiva", completa Adriano. 

Já no primeiro dia, além da vivência do ensino de lutas na escola, a conferência de abertura contou com a participação do mestre de capoeira Carlos Ferreira, o Ferreirinha, e do convidado internacional, o contramestre Martin Flax. “Eu tenho certeza que a capoeira é uma ferramenta que colabora muito na formação de professores. Além de uma atividade corpórea, a capoeira aflora o senso crítico. Eu, por exemplo, após começar a prática da capoeira, passei a enxergar a história do Brasil de outra forma, diferente daquela visão da escola. Passei a ter outros ídolos e analisar o mundo de forma diferente”, declara mestre Ferreirinha. A função social da capoeira no Brasil e na América latina foi exposta por Flax. Em sua opinião, a capoeira e seu ritual fazem com que o sujeito entenda a cultura na qual ela está inserida. Em relação a outros benefícios, ele cita as vantagens para o corpo e mente do praticante de capoeira, além disso, “a compressão do mundo, relacionar de diferentes maneiras com o próximo, tocar, cantar, lutar com respeito, tudo isto faz com que o capoeirista saia às ruas de cabeça erguida”, afirma o contramestre.

“Fazer parte de uma arte que de alguma forma nos convida a respeitar e dialogar com o outro é fundamental no processo educativo”, resume o coordenador do ECAD, Jean Adriano. O ECAD faz parte da programação do Maio Negro, evento no qual o Centro de Formação de Professores (CFP), campus de Amargosa, discute uma série de ações em torno do negro e da perspectiva de permanência na universidade. O evento é financiado pelo edital de eventos da Pró-Reitoria de Extensão da UFRB.

Confira fotos do evento:

{gallery}noticias2014/ecad{/gallery}



UFRB divulga resultado do edital PIBIC/PIBIC AF 2014-2015

20 de Maio de 2014, 15:15, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da sua Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), divulga o resultado do edital de seleção de projetos de pesquisa para concessão de bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (PIBIC AF) 2013-2014.

A lista divulgada refere-se aos orientadores selecionados e seus respectivos bolsistas aprovados. As propostas foram avaliadas pelos Comitês Assessores e o processo seletivo foi validado pelas agências financiadoras: Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e UFRB.

Os selecionados para bolsa FAPESB devem encaminhar a documentação necessária para implementação da bolsa entre os dias 21, 22, 23 e 26 de maio, à Secretaria do PIBIC na UFRB. Os contemplados nas modalidades CNPq e UFRB devem encaminhar a documentação no período de 01 a 05 de julho.

Confira a lista com o resultado e a relação de documentos no site do PIBIC: www.ufrb.edu.br/pibic.

Sobre o PIBIC

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) visa apoiar a política de Iniciação Científica desenvolvida nas Instituições de Ensino e/ou Pesquisa, por meio da concessão de bolsas a estudantes de graduação. O programa tem como objetivos específicos, despertar vocação científica e incentivar novos talentos entre estudantes de graduação, estimular uma maior articulação entre a graduação e pós-graduação, contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa, entre outros.



UFRB recebe visita de reitor da Universidade Pedagógica de Moçambique

20 de Maio de 2014, 14:31, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) recebeu na manhã da última sexta-feira, 16, a visita de representantes da Universidade Pedagógica de Moçambique (UP).

O grupo formado pelo o reitor Rogério José Uthui e Alice Freia, coordenadora do Centro de Educação Aberta e à Distância; Asprícia Madeira, diretora da Faculdade de Ciências de Saúde; e Sarifa Fagilde, diretora de Relações Internacionais, foi recebido pelo reitor da UFRB, Paulo Gabriel Nacif e pelo superintendente de Assuntos Internacionais, Gabriele Grossi.

Na ocasião, foi firmado um termo aditivo ao acordo de cooperação acadêmica e técnico-científica entre as instituições, que estabelece as bases para o intercâmbio de pessoal docente. De acordo com o documento, a UFRB irá conceder cinco vagas com bolsas de formação e qualificação em mestrado acadêmico para docentes da Universidade Pedagógica, na pós-graduação em Ciências Agrárias.

“É importante cooperar com a UFRB que está a começar uma série de projetos como nós. Também somos uma universidade jovem e temos o ambiente, tanto biológico quanto cultural, muito parecido”, destacou o reitor da UP, Rogério José Uthui. Por sua vez, o reitor da UFRB, Paulo Gabriel Nacif, reiterou o apoio à instituição e ressaltou que o acordo irá fortalecer ainda mais a relação da UFRB com a África. Na oportunidade, foram discutidas também outras propostas de parceria entre as instituições.

A Universidade Pedagógica (UP) é uma universidade pública moçambicana que tem como principal objetivo a formação de professores. Porém, vem diversificando as áreas de ensino para atender também outras necessidades do país. O acordo com a UFRB inclui os departamentos localizados nas cidades de Manica, Chimoio, Quelimane, e Lichinga.

Saiba mais sobre a UP no endereço: www.up.ac.mz.



UFRB abre nova seleção para monitores do Projeto Universidade Para Todos

20 de Maio de 2014, 14:18, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE) divulga novo edital para seleção de monitores do Projeto Universidade para Todos 2014. As inscrições que tiveram início na última segunda-feira, 19, seguem até 21 maio.

As vagas a que se refere o edital serão para a função de monitor das disciplinas de Língua Portuguesa, Literatura, Redação, Língua Estrangeira (Espanhol), Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia. E somente poderão se inscrever graduandos da UFRB.

Os monitores selecionados terão a função de ministrar aulas no turno noturno e executar atividade de planejamento do UPT. Os selecionados serão lotados nos municípios de Castro Alves, Conceição do Almeida, São Felipe, Governador Mangabeira, São Félix, Ubaíra, Brejões, Amargosa, Elísio Medrado. O processo seletivo será feito das seguintes etapas: análise do currículo; aula pública de 15 (quinze) minutos, com tema de livre escolha, relacionado à disciplina e Entrevista. O agendamento da seleção será divulgado no site da UFRB/PROPAAE.

O UPT é um projeto de Curso Preparatório para o Vestibular da Secretaria da Educação do Estado da Bahia em parceria com a UFRB. No ano de 2014, o UPT/UFRB colaborou para o ingresso de cerca de 100 estudantes ingressos nas Universidades da Bahia. O projeto funciona desde 2008 no Recôncavo. 

Confira o Edital Nº 12/2014 - seleção monitores UPT 2014. 



II Maio Negro discute negritude e formação de professores no CFP

15 de Maio de 2014, 16:52, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O II Maio Negro é realizado no Centro de Formação de Professores (CFP) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), campus de Amargosa. O evento, que teve início na última terça-feira, 13, segue até 22 de maio. Este ano, a temática é Negritude e Formação de Professores. Já na abertura, a professora e historiadora Wania Sant`Anna da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro fez a conferência de abertura.

“Não é a burocracia que muda a realidade de desigualdade. O que muda a realidade de desigualdade são as pessoas nesta situação, organizadas e debatendo publicamente e conquistando com contestação. Sem contestação não há avanço e não há mudança”, fala a professora Wania Sant`Anna. “Relações Étnicas-raciais e Formação de Professores no Brasil: desafios e possibilidades para a promoção da Justiça Social” foi o título da sua conferência de abertura.

A palestra, mediada pela coordenadora geral do evento, professora Fernanda Almeida, trouxe uma análise histórica para o entendimento da configuração da luta do povo negro. “Hoje já é possível afirmar que o movimento negro contemporâneo já possui um legado. Um belíssimo legado, Nas última quatro décadas, fomos capazes de criar uma data cívica em contraponto ao dia de hoje. Fomos capazes de afirmar que o 13 de maio não era uma data suficiente para sustentar o ideal de liberdade com justiça social. Ao contrário, a lei áurea de 1888, com suas 17 secas palavras, transcritas em apenas dois artigos, nunca foi e jamais será suficiente para transmitir dignidade às pessoas negras deste país, jamais será suficiente às famílias que trazem em seu corpo e em sua histórias de vida familiar o passado de escravidão. O movimento negro brasileiro é a única organização social contemporânea que logrou instituir uma data cívica, o dia 20 de novembro”, declarou Sant`Anna.

Na mesa de abertura, além da presença da coordenadora geral do evento, Fernanda Almeida, estiveram presentes também o Pró-Reitor de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE), Ronaldo Barros; a vice-diretora do CFP, professora Dyane Santos, e a secretaria municipal de Educação, Rita Luz. “Este é um dia muito especial. Não especial como historicamente ele apareceu nos livros didáticos. Esta é uma data de ressiginificação. Por essa razão, que o movimento social dos negros colocou o dia 13 de maio como o dia nacional de combate a discriminação racial, não é o dia da libertação dos escravos como historicamente foi divulgado pela ideologia oficial”, relata o pró-reitor Ronaldo Barros.

Mesas-redondas, minicursos, oficinas e palestras marcam o evento.  Completa a programação, o lançamento dos livros “Agadá: diâmicada civilização africano-brasileira”, do professor Marco Luz e do livro "Negras (in) Confidências Bullying não. Isto é racismo! De Odara, Instituto da Mulher Negra são os lançamentos feitos durante o evento.

{gallery}noticias2014/ii-maio-negro{/gallery}



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres