Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto

Voltar a Informes e notícias sobre o processo da V Plenária Nacional de ES
Tela cheia Sugerir um artigo

Lançado o Documento Final da V Plenária Nacional de Economia Solidária

24 de Junho de 2013, 21:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 54 vezes

Por Comissão Organizadora da V Plenária Nacional de Economia Solidária

Image

É com muita alegria que apresentamos à toda militância do movimento de economia solidária o relatório final da V Plenária Nacional de Economia Solidária, realizada de 09 a 13 de dezembro de 2012 em Luziânia, Goiás, cujo tema foi Economia Solidária: bem viver, cooperação e autogestão para um desenvolvimento justo e sustentável.

O relatório é uma síntese das discussões e deliberações durante a plenária, consolidando os debates realizados no período preparatório de quase dois anos, e indica elementos importantes para o horizonte de atuação política do movimento de economia solidária para o próximo triênio (2013-2015).

Este documento é socializado na semana em que o FBES completa seus exatos 10 anos de existência, dia 29 de junho e segue com a Campanha Envolva-se para o Bem-Viver (www.cirandas.net/envolvase). E também, num momento político de mobilizações populares que tomam conta das ruas no país, em protestos contra a forma de se fazer a política e a ausência de direitos básicos (moradia, transporte, educação, saúde, reforma agrária, etc.) em favorecimento dos interesses do capital. Neste sentido, o relatório final da V Plenária traz debates e propostas que dialogam muito com as mobilizações em curso, por uma sociedade que valorize a vida e promova o bem-viver, através das práticas e princípios da economia solidária.

Nos somamos com este momento histórico do país que clama por mudanças de fôlego e por um outro processo de desenvolvimento, por uma reforma política com participação popular, pela democratização dos meio de comunicação, por um transporte público gratuito, contra as práticas de corrupção e uso do recurso público para fins privados e por serviços públicos que garantam direitos básicos. É fundamental que o governo saiba ouvir as vozes do povo e encaminhar de fato as mudanças estruturais necessárias, clamada há muito tempo pela população e pelos movimentos sociais.

Acesse o relatório final da V Plenária em http://e.eita.org.br/vplenaria


Fonte: http://www.fbes.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=7611&Itemid=62

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar