Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Estudantes de Jornalismo da UFRB lançam revista sobre Políticas Afirmativas

20 de Março de 2014, 15:36 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 48 vezes

Estudantes da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) lançaram na noite de quarta-feira, 19, durante o I Encontro de Estudantes Negras, Negros, Indígenas, Cotistas e Quilombolas (ENICQ), no campus de Cruz das Almas, a Revista Afirmativa, uma publicação que aborda as políticas afirmativas dentro e fora dos espaços acadêmicos. A revista é uma iniciativa dos discentes do curso de Jornalismo, com o apoio da Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPPAE).

Segundo Alane Reis, editora executiva da revista e estudante do oitavo semestre de Jornalismo, a linha editorial traz as perspectivas das Políticas de Reparação no Brasil com o intuito de ser a voz ativa das juventudes silenciadas na busca por informação, cultura, entretenimento e comportamento. “No processo inicial da pesquisa que culminaria na revista, surgiu uma inquietação: os cotistas não conhecem o processo de luta pelas cotas. Levantamos narrativas fascinantes que instigaram a vontade coletiva de organizar uma publicação que contasse a história das Políticas de Reparação no Brasil”, explicou a editora.

O diretor executivo da revista Raça Brasil, Maurício Pestana, presente na mesa de lançamento, declarou estar impressionado com a iniciativa da UFRB. “Ter uma Universidade no Brasil que tem um percentual grande de estudantes e professores negros é perceber que os paradigmas da sociedade estão mudando e a UFRB precisa ser conhecida como o exemplo de excelência universitária por apoiar projetos estudantis desse tipo”, salientou.

O professor de Comunicação da UFRB, Jorge Cardoso Filho, explicou que o jornalismo tratado sem o apelo da imparcialidade no projeto da revista desenvolvido pelos estudantes é uma prova da qualidade de formação que o curso da UFRB tem oferecido. “Pensar o jornalismo sem suas máscaras - a imparcialidade, a neutralidade e a objetividade - e refletir um jornalismo de posição é respeitar seus leitores, e isso é também fruto da formação que oferecemos.”

“Apoiar projetos dos estudantes é nosso papel como universidade popular. E apoiar projetos dessa qualidade é também uma obrigação, pois reflete a qualidade da educação que a UFRB dispõe”, enfatizou Denize Ribeiro, coordenadora de Políticas Afirmativas da PROPAAE.

A distribuição da Revista Afirmativa é gratuita e pode ser adquirida no campus da UFRB em Cachoeira.


Fonte: http://www.ufrb.edu.br/agencia/central-do-aluno/3516-estudantes-de-jornalismo-da-ufrb-lancam-revista-sobre-politicas-afirmativas

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    UFRB

    Brazil