Go to the content
Show basket Hide basket
Full screen Suggest an article

Notícias

January 12, 2009 22:00 , by Unknown - | 1 person following this article.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

UFRB recebe I Simpósio da Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste

November 8, 2013 18:11, by Unknown - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em Cruz das Almas, sediou até esta sexta-feira, 08, o primeiro encontro da Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste. O I Simpósio da RGV Nordeste, sob o tema “Conservando para o futuro”, destacou a importância e os mecanismos para a conservação e o uso dos recursos genéticos vegetais dos diferentes biomas que compõem a região Nordeste.

Na mesa de abertura realizada na terça-feira, 05, estiveram presentes o reitor da UFRB, Paulo Gabriel Nacif; o presidente da RGV Nordeste, Manoel de Queiroz; o chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa/Unidade Cruz das Almas, Alberto Vilarinhos; o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas da UFRB, Elvis Vieira, e a coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais da UFRB, Ana Loyola.

Em nome da comissão organizadora do evento, a professora Ana Loyola deu as boas-vindas aos participantes e ressaltou o papel pioneiro do Estado da Bahia na promoção de discussões sobre o tema, que culminaram na criação da RGV Bahia e de dois cursos de pós-graduação Strictu sensu: o primeiro na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), em 2007, e o seguinte na UFRB, em parceria com a Embrapa Mandioca e Fruticultura, em 2008.

“O I Simpósio RGV Nordeste agrega as experiências e amplia o escopo dos quatro eventos anteriores na Bahia e, mais do que isso, reafirma o nosso compromisso com a qualidade técnica e a promoção de atividades alinhadas com as demandas do meio científico, tecnológico e todos os agentes envolvidos com os recursos genéticos vegetais”, disse Loyola.

Para o reitor da UFRB, Paulo Gabriel Nacif, é uma honra para a instituição sediar o RGV Nordeste, destacadamente por sua tradição nas ciências agrárias e o número significativo de produções científicas registrado nesta área. “Espero que o fortalecimento da Rede ocorra nesse simpósio e nós, baianos, possamos continuar dando nossa contribuição para a conservação da biodiversidade”, afirmou Nacif, na ocasião da abertura.

Conservando para o futuro - Sobre o tema do evento, o representante da Embrapa, Alberto Vilarinhos, defendeu a valorização dos recursos genéticos como plataforma socioeconômica. “Temos verdadeiros tesouros que são potenciais fontes de recursos financeiros, a exemplo das fibras e tantos outros recursos que são ativos de inovação altamente valorizados”, disse.

“O Brasil tem cinco regiões muito distintas, com germoplasmas muito variados, e creio que a gente ainda não se deu conta do que representa isso”, alertou o presidente da RGV Nordeste, Manoel de Queiroz. O simpósio, segundo ele, servirá para o envolvimento de mais professores, estudantes e especialistas em torno desta questão.

Programação - O I Simpósio da RGV Nordeste contou com palestras e mesas redondas por renomados especialistas nacionais e internacionais. Dentre eles, a professora visitante do Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (UnB), Laure Emperaire, falou sobre os novos rumos da conservação de recursos genéticos vegetais. Em seguida, Marcello Broggio, do escritório da FAO no Brasil, compartilhou suas experiências sobre a conservação nos sistemas engenhosos do patrimônio agrícola mundial.

E nesta sexta, 08, aconteceu o “RGV na Praça”, com a participação dos alunos do programa da pós-graduação da UFRB/Embrapa, cujo objetivo foi divulgar e sensibilizar a comunidade para a importância da conservação participativa dos recursos genéticos nos ambientes urbanos.

{gallery}noticias2013/rvg_nordeste{/gallery}

 



Enade 2013: orientações aos estudantes. Prova será no dia 24 de novembro

November 8, 2013 10:11, by Unknown - 0no comments yet

Os discentes da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) selecionados para participar do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) devem ficar atentos às orientações para a prova que será aplicada no domingo, dia 24 de novembro, com início às 13h (horário de Brasília).

Na edição deste ano, devem participar da prova cerca de 200 mil estudantes de 4.916 cursos da área de ciências de saúde e agrárias. Na UFRB, serão avaliados os cursos de Agronomia, Zootecnia, Medicina Veterinária, Serviço Social, Nutrição e Enfermagem. A relação completa dos estudantes a serem avaliados pelo Enade 2013 encontra-se disponível online, no link: www.ufrb.edu.br/surrac/downloads/diversos/154-lista-inscritos-enade2013/download.

O estudante deve comparecer ao local de prova, no dia e horário especificados, munido de documento oficial de identificação (com fotografia). Para saber o local da prova é necessário responder ao Questionário do Estudante, que pode ser acessado no site do INEP: enadeies.inep.gov.br/enadeIes. O questionário tem caráter obrigatório e deverá ser preenchido até a véspera da prova, como forma de contribuir para o aperfeiçoamento do processo avaliativo.

Neste ano foi acrescentado também um tempo mínimo de permanência na prova, conforme o item 3.4 do Manual do Enade 2013, que trata da necessidade de permanência do participante no exame por no mínimo uma hora.

Os estudantes inscritos que não comparecem à prova estarão em situação irregular, não podendo colar grau nem receber o diploma e histórico escolar final. No caso das ausências justificadas, o estudante deverá procurar o coordenador do seu curso logo após o dia da prova.

O Enade é um dos procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e visa o acompanhamento do processo de aprendizagem e do desempenho acadêmico dos estudantes. Desta forma, podem ser construídos referenciais que possibilitam ações voltadas à melhoria da qualidade dos cursos de graduação por parte de professores, técnicos, dirigentes e autoridades educacionais.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/surrac ou portal.inep.gov.br/enade

 



UFRB lança edital para acesso ao curso de Licenciatura em Biologia em 2013.2

November 5, 2013 17:15, by Unknown - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) torna pública a existência de vagas para o curso de Licenciatura em Biologia para os concluintes do curso de Bacharelado em Biologia. São 10 vagas para serem preenchidas no segundo semestre de 2013. Podem concorrer discentes da UFRB que tenham integralizado o curso ou estejam formando em sua modalidade de origem.

A inscrição será realizada no Núcleo de Apoio Acadêmico do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (NUAAC), nos dias 07 e 08 de novembro, no horário de funcionamento do núcleo. No ato da inscrição, é preciso apresentar via atualizada do histórico escolar, completo e oficial, e Diploma de Conclusão de Curso ou Declaração de Provável Concluinte de Curso expedida pela Coordenação.

O resultado será afixado nos quadros de avisos do NUAAC, até o dia 11 de novembro, e divulgado pela internet nos site www.ufrb.edu.br/prosel e www.ufrb.edu.br/prograd. Não será fornecido resultado por telefone.

Os candidatos classificados no limite das vagas deverão confirmar sua matrícula no dia 12 de novembro, das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC), campus Cruz das Almas. Findo esse prazo, o candidato convocado que não efetuar a matrícula perderá o direito à vaga.

Confira o Edital Nº 25/2013 - Acesso ao curso de Licenciatura em Biologia pelos concluintes do Bacharelado 2013.2.

Acompanhe o processo seletivo em: www.ufrb.edu.br/prosel.



UFRB e Inema assinam convênio voltado à restauração florestal no bioma Mata Atlântica

November 5, 2013 14:48, by Unknown - 0no comments yet

Visando formular diretrizes e procedimentos técnicos para restauração florestal, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – Inema, através da Diretoria de Biodiversidade – Dibio, assinou convênio de implantação do Centro de Referência em Restauração Florestal do bioma Mata Atlântica – CRRF/MA em 21 de outubro. O acordo, realizado na sede do Instituto, no Monte Serrat, tem como parceira a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB e contou com a presença do secretário de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, da diretora geral do Inema, Márcia Telles, do diretor da Dibio, Leonardo Vasconcelos e do reitor da UFRB, Paulo Nacif.

Comemorando mais uma parceria firmada com universidades baianas, o secretario de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, enfatizou o acordo e a relevância do mesmo para a política estadual de gestão florestal. "A importância deste convênio e de outros já firmados com outras instituições são as múltiplas atividades de estudo de valorização das espécies ameaçadas de extinção e é o fortalecimento da política de restauração florestal que contribui para a regularização dos produtores no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais – Cefir. Esse tipo de trabalho conjunto permite a aproximação tanto do desenvolvimento cientifico e pesquisa que a universidade desenvolve quanto na aplicação do dia a dia da sociedade. Esse elemento de integração é determinante para a criação de políticas públicas para o avanço cientifico e institucional", afirmou Spengler.

Para a diretora geral do Inema, Márcia Telles, o convênio é fundamental para o crescimento da integração entre o cidadão e o meio ambiente. "Esta parceria com a UFRB é mais uma etapa alcançada pelo Instituto e a Sema na implantação dos Centros de Referência em Restauração Florestal no estado da Bahia. Esperamos que o convênio traga resultados positivos para a população baiana, que será a maior beneficiada", disse a diretora.

O convênio terá a vigência de 02 anos e contemplará ações como a implantação da estrutura física (viveiros, laboratório de sementes, etc), realização de inventário florístico, marcação de matrizes e experimentos de restauração nas áreas demonstrativas, protocolos de restauração florestal, germinação e quebra de dormência, cursos de capacitação para servidores Inema e produtores rurais, com temas relacionados à restauração florestal. Ao final serão lançadas publicações com os resultados do convênio.

Destacando a assinatura, o reitor da UFRB, Paulo Nacif, salientou a necessidade de aprimoramento técnico-cientifico ambiental em regiões como o recôncavo baiano. "Antigamente, era complicado falar de meio ambiente em lugares como o recôncavo, que sofrem constantemente com os efeitos da seca. A partir deste acordo firmado com a Sema e o Inema outras regiões também poderão ser exploradas até conseguirmos abranger todo território baiano", enfatizou o reitor Paulo Nacif.

Serão beneficiados com a ação produtores rurais que forem capacitados e que tenham suas áreas restauradas, possibilitando assim a regularização no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais – Cefir.

Fonte: Ascom / Inema

 



Inema e UFRB assinam convênio voltado à restauração florestal no bioma Mata Atlântica

November 5, 2013 14:48, by Unknown - 0no comments yet

Visando formular diretrizes e procedimentos técnicos para restauração florestal, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – Inema, através da Diretoria de Biodiversidade – Dibio, assinou convênio de implantação do Centro de Referência em Restauração Florestal do bioma Mata Atlântica – CRRF/MA em 21 de outubro. O acordo, realizado na sede do Instituto, no Monte Serrat, tem como parceira a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB e contou com a presença do secretário de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, da diretora geral do Inema, Márcia Telles, do diretor da Dibio, Leonardo Vasconcelos e do reitor da UFRB, Paulo Nassif.

Comemorando mais uma parceria firmada com universidades baianas, o secretario de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, enfatizou o acordo e a relevância do mesmo para a política estadual de gestão florestal. "A importância deste convênio e de outros já firmados com outras instituições são as múltiplas atividades de estudo de valorização das espécies ameaçadas de extinção e é o fortalecimento da política de restauração florestal que contribui para a regularização dos produtores no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais – Cefir. Esse tipo de trabalho conjunto permite a aproximação tanto do desenvolvimento cientifico e pesquisa que a universidade desenvolve quanto na aplicação do dia a dia da sociedade. Esse elemento de integração é determinante para a criação de políticas públicas para o avanço cientifico e institucional", afirmou Spengler.

Para a diretora geral do Inema, Márcia Telles, o convênio é fundamental para o crescimento da integração entre o cidadão e o meio ambiente. "Esta parceria com a UFRB é mais uma etapa alcançada pelo Instituto e a Sema na implantação dos Centros de Referência em Restauração Florestal no estado da Bahia. Esperamos que o convênio traga resultados positivos para a população baiana, que será a maior beneficiada", disse a diretora.

O convênio terá a vigência de 02 anos e contemplará ações como a implantação da estrutura física (viveiros, laboratório de sementes, etc), realização de inventário florístico, marcação de matrizes e experimentos de restauração nas áreas demonstrativas, protocolos de restauração florestal, germinação e quebra de dormência, cursos de capacitação para servidores Inema e produtores rurais, com temas relacionados à restauração florestal. Ao final serão lançadas publicações com os resultados do convênio.

Destacando a assinatura, o reitor da UFRB, Paulo Nassif, salientou a necessidade de aprimoramento técnico-cientifico ambiental em regiões como o recôncavo baiano. "Antigamente, era complicado falar de meio ambiente em lugares como o recôncavo, que sofrem constantemente com os efeitos da seca. A partir deste acordo firmado com a Sema e o Inema outras regiões também poderão ser exploradas até conseguirmos abranger todo território baiano", enfatizou o reitor Paulo Nassif.

Serão beneficiados com a ação produtores rurais que forem capacitados e que tenham suas áreas restauradas, possibilitando assim a regularização no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais – Cefir.

Fonte: Ascom / Inema



Categories

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil