Ir al contenido
Mostrar carrito de compra Ocultar carrito de compra
Pantalla completa Sugerir un artículo

Notícias

enero 12, 2009 22:00 , por Desconocido - | 1 person está siguiendo este artículo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Em aula magna na UFRB, André Lázaro defende educação de qualidade como direito

mayo 15, 2018 16:29, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) realizou nesta terça-feira, dia 15, no auditório da Biblioteca do campus de Cruz das Almas, a aula magna do semestre letivo 2018.1. O palestrante convidado foi o professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e diretor da Fundação Santillana no Brasil, André Luiz de Figueiredo Lázaro, que abordou o tema “A Universidade Pública no Brasil Atual: Futuro Incerto e Desafios Democráticos”.

Participaram da cerimônia de abertura o reitor Silvio Soglia, a vice-reitora Georgina Gonçalves, pró-reitores, diretores de Centros de Ensino e representantes das entidades das classes docente e técnico-adminsitrativa. Abrindo as atividades, foi exibido um vídeo com depoimentos da comunidade acadêmica acerca do tema abordado na aula. “É importante chamar todos para esse debate num momento histórico de ameaça às instituições. A UFRB tem um papel importantíssimo no seu território. É o momento de abraçar esse projeto e defender essa instituição”, disse a professora Ana Paula Diório, em um dos depoimentos.

Emocionado com as falas, o reitor disse que o evento era mais uma oportunidade de aprofundar as discussões sobre a educação pública e o que ela representa para o desenvolvimento do País. “Eu diria que são enormes os desafios da universidade pública no contexto atual, sem dúvida, adverso, mas acredito muito na dinâmica das nossas instituições, na capacidade e na força criadora das nossas comunidades, que superam esses momentos e é assim que a gente tem tentado estimular”, defendeu Soglia.

Direito à educação

O professor André Lázaro iniciou a sua fala ressaltando a responsabilidade e a coragem que se exige hoje de quem está alinhado com a defesa da universidade pública. Como primeiro tema do debate, ele centrou suas reflexões no conceito de democratização e defendeu as ideias do sociólogo francês François Dubet, para quem a questão deve ir além do acesso e passar também pela dimensão dos cursos, dos processos seletivos e do valor dos diplomas. “A educação brasileira, e a de qualidade ainda mais, sempre foi uma herança de classe. Mas educação não é herança, educação é um direito! Essa é a transição que o Brasil está vivendo, esse é o sentido da UFRB”, disse.

Para Lázaro, não é mais admissível defender um processo restritivo em nome de uma suposta qualidade. “Não podemos mais aceitar noções de qualidade que não sejam inclusivas, porque se restrição fosse sinônimo de qualidade, nós estávamos cheios de Prêmio Nobel e estamos longe disso”, assegurou. Baseado em estudos, ele explicou que se antes a exclusão na educação brasileira era pelo acesso, a pressão social ampliou o ingresso e a exclusão passou a ser pela reprovação, principalmente das crianças que não tiveram um ambiente familiar educado. “E a terceira exclusão é que estamos vivendo hoje, pelo não aprendizado”, afirmou o professor.

Agenda democrática

Ao final, Lázaro defendeu a construção de uma agenda da educação democrática. Para tanto, num cenário que ele classificou como arriscado e perigoso, disse ser importante ganhar a comunidade, no sentido de mantê-la informada, e dar valor à institucionalidade. “Precisamos prezar pelo funcionamento dos conselhos, das representações, é isso que garante a permanência da instituição. O nosso corporativismo não pode fazer o jogo do adversário”, alertou.

Encerramento

O reitor encerrou a aula magna agradecendo ao professor Lázaro por trazer à UFRB processos reflexivos profundos do ponto de vista de seu compromisso institucional. “Essa tem sido nossa luta diária: proporcionar a essa instituição a possibilidade de construir um projeto de educação no nosso País. Nenhuma divergência ideológica ou política pode se sobrepor aos espaços democráticos de participação e decisão”, disse.

Soglia também agradeceu as presenças do coordenador geral do Colegiado do Território do Recôncavo (CODETER), Eládio Bahia, e do diretor geral da Faculdade Adventista da Bahia (IAENE), Juan Choque Fernández. 

Assista a aula magna na íntegra:

Confira as fotos:

{gallery}noticias2018/aulamagna20181{/gallery}



MEC autoriza Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade na UFRB

mayo 14, 2018 11:06, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

Foi publicada na edição do "Diário Oficial da União” desta segunda-feira, 14, a autorização do Ministério da Educação (MEC) para abertura de 60 vagas anuais no curso Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).  

O professor Teófilo Alves Galvão Filho do Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), falou sobre a autorização “É um fato marcante pois trata-se do primeiro curso de Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade no Brasil. O curso existe já em diversos países e tem uma característica interdisciplinar, ou seja, ele trata de conhecimentos de diversas áreas. O curso aponta para a autonomia, qualidade de vida e inclusão social de uma de um segmento da população que frequentemente está excluído. Então o desenvolvimento de tecnologias e de inovações em serviços que envolvem a área de tecnologias para Independência de pessoas com deficiência será muito importante para a sociedade”, disse.

Teófilo  foi presidente da comissão de elaboração do Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade do CETENS. É também  membro do Comitê de Ajudas Técnicas da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (CAT/SDH/PR).

Ingresso - A UFRB adota o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como forma de ingresso. O processo seletivo é realizado duas vezes ao ano, sempre no início do semestre através das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados devem ficar atentos ao cronograma do Sisu.



Núcleo de Políticas de Inclusão seleciona bolsistas: inscrições até dia 18

mayo 14, 2018 10:44, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A  Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da  Pró-Reitoria de Graduação abre inscrição para candidatos a Bolsista do Núcleo de Políticas de Inclusão (NUPI). O candidato selecionado auxiliará estudante com deficiência ou necessidades educacionais especiais no desenvolvimento de suas atividades acadêmicas, visando favorecer o processo de ensino e aprendizagem do mesmo.

Poderão se candidatar alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira, que estejam cursando entre o 2º semestre e o 7° semestre letivo.

As inscrições serão realizadas entre os dias 15 de maio a 18 de maio através do e-mail: [email protected].

O valor da bolsa varia entre R$ 250,00 ou R$ 500,00.

Para maiores informações acesse o Edital 014/2018 - Bolsista NUPI

Baixe o Formulário Inscrição - Bolsista NUPI



Interdição da entrada da Tabela do campus Cruz das Almas nesta segunda, dia 14

mayo 11, 2018 16:51, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O Núcleo de Meio Ambiente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) comunica a interdição da entrada da Tabela, do campus de Cruz das Almas, nesta segunda-feira, dia 14 de maio, no horário das 07h30 às 12h e das 14h às 17h, em virtude da limpeza de área lateral da pista.

O portão da entrada da Tabelal será fechado para trânsito a fim de evitar possíveis acidentes aos veículos e transeuntes com os projéteis lançados pelas máquinas. Os usuários deverão utilizar a portaria principal do campus (onde encontra-se a portaria) no dia e horários mencionados.



Governo do Estado entrega asfaltamento de acesso ao CFP, em Amargosa

mayo 11, 2018 11:27, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O governador do Estado da Bahia, Rui Costa, entregou na manhã do último dia 10, o novo trecho do asfaltamento da estrada ligando o Centro de Formação de Professores (CFP), vinculado à Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, até à BA-120.

Na solenidade de entrega da obra, a vice-reitora Georgina Gonçalves dos Santos e o diretor do CFP, Clarivaldo Santos de Sousa, estiveram representando a UFRB.

A obra foi reivindicada pela UFRB, em diversas ocasiões, devido ao precário estado de acesso ao CFP, que prejudicava alunos, técnicos administrativos e professores em períodos alternando poeira e lama, em decorrência do tempo.

Segundo levantamento da Secretaria de Comunicação do Governo do Estado, cerca de 320 veículos passam pelo local diariamente. 

Asfaltamento

Mais de R$ 1 milhão foi investido na obra de pavimentação, que tem quase um quilômetro e beneficia cerca de 200 mil habitantes de Amargosa e municípios vizinhos. Dono de um lava-jato nas imediações, Carlos Oliveira contou que antes da obra, "era ruim demais. A gente tinha que dar uma volta grande. Agora melhorou bastante para os comerciantes e estudantes da UFRB". 

O governador Rui Costa inaugurou diversas obras, assinaturas para iniciar obras importantes no município e inaugurações, em áreas como segurança pública, saúde, infraestrutura de transportes e hídrica e agricultura.

O governador ainda autorizou o início das intervenções de pavimentação na BA-026, nos 45 quilômetros que ligam a BR-101, na altura de Santo Antônio de Jesus, a Amargosa. A obra terá um investimento aproximado de R$ 16 milhões.

Com informações e fotos da Secretaria de Comunicação Social do Governo da Bahia.

{gallery}noticias2018/acessocfp{/gallery}.



Categorías

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil