Go to the content
Show basket Hide basket
Full screen Suggest an article

Notícias

Gennaio 12, 2009 22:00 , by Unknown - | 1 person following this article.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Estudante da UFRB ganha edital do Canal Futura para produzir curta

Agosto 17, 2016 18:30, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O projeto Lélia Gonzalez da estudante Beatriz Santos Vieira, do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), está entre os vencedores do Edital Curtas Universitários 2016/2017 e será exibido pelo Canal Futura.

No total, foram selecionadas na chamada 20 propostas de reportagem documental, com duração de 13 minutos, que contemplam diversidade de olhares, linguagens e narrativas com relevância contemporânea para o Brasil e para o mundo. As propostas de produção foram apresentadas por estudantes de cursos ligados à área audiovisual em fase de elaboração de seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O documentário da estudante da UFRB retrata a vida de Lélia Gonzalez, mulher negra, professora e antropóloga brasileira, protagonista na militância junto ao movimento negro e de mulheres. De acordo com a sinopse, trata-se de “um retrato guiado pela voz de ancestrais africanos que apontam no presente rastros da memória de um povo”. O curta encontra-se na fase de pré-produção. As filmagens acontecem entre os meses de setembro e novembro, nas cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Cachoeira.

Organizadora e idealizadora do Seminário Cinema Negro Brasileiro e pesquisadora do tema mulheres negras nos cinemas negros brasileiros, a estudante Beatriz Vieira considera que o projeto sobre Lélia Gonzalez é, antes de qualquer coisa, resistência. “É a voz do povo negro, que rompe com um silêncio imposto. É a voz e olhar das mulheres negras que afirmam existência e se firmam como sujeitos políticos atuantes na frente de lutas e atrás das câmeras”, definiu, em sua proposta.

Nos dias 28 e 29 de setembro, Beatriz participa de um encontro de capacitação no Rio de Janeiro que irá reunir os demais representantes dos projetos selecionados e profissionais da Rede Globo. Entre palestras, oficinas e visita à Central Globo de Produções, no Projac, estes vão fornecer conteúdo prático para auxiliar os selecionados na construção de cada curta documental.

Os filmes irão ao ar a partir de 2017 na faixa Sala de Notícias, no Canal Futura. O programa é exibido de segunda a sexta, às 14h30, com reprise toda quinta-feira, às 21h00. Os documentários produzidos também permanecem disponíveis no site do programa, no endereço: www.futura.org.br/saladenoticias.



UFRB divulga resultado do edital para transferências, portador de diploma e rematrícula 2016.1

Agosto 16, 2016 19:35, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio de sua Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), divulgou nesta terça-feira, 16 de agosto, o resultado das Vagas Remanescentes 2016.1. A relação dos aprovados está disponível online no site do Processo Seletivo da UFRB: www.ufrb.edu.br/prosel.

A matrícula deve ser feita nos dias 29 e 30 de agosto. A entrega de documentos deve ser realizada na sede da Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC), situada no Campus Universitário em Cruz das Almas, nas Unidades Administrativas. Os candidatos que não comparecerem ou não apresentarem a documentação exigida perderão o direito à vaga.

A matrícula pode ser realizada por procurador, desde que devidamente constituído e o mesmo deverá portar, além dos documentos descritos, procuração original legível e cópia do próprio documento de identificação a ser autenticado pelo servidor à vista do original, os quais serão retidos.

Informações sobre a matrícula na UFRB pelos telefones (75) 3621-1220/1221 ou email [email protected].

Mais informações na página eletrônica do Processo Seletivo (PROSEL).



UFRB convoca estudantes sujeitos ao cancelamento de matrícula em 2015.2

Agosto 16, 2016 19:18, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC), convoca os estudantes sujeitos ao cancelamento de matrícula para que regularizem sua situação acadêmica.

Edital de Convocação de Alunos Sujeitos ao Cancelamento de Matrícula 2015.2 foi divulgado pela SURRAC nesta terça-feira, dia 16 de agosto. A convocação é referente aos alunos atingidos pelo art. 65 do Regulamento de Ensino de Graduação da UFRB, que podem ter a sua matrícula cancelada na instituição.

Caso queira permanecer na Universidade, o estudante interessado deverá instruir Processo de Permanência no Curso nos Núcleos Acadêmicos dos Centros de Ensino apresentando defesa, acompanhado das provas que dispuser. Prazo: 

- 30/08/2016: prazo final para envio dos processos à SURRAC.

Conforme o lançamento de notas finais do período 2015.2, outros alunos, que não constam neste edital poderão passar a estarem sujeitos ao cancelamento, sendo devidamente notificados através da matrícula Web ou Presencial e deverão instruir processo de Permanência de Curso, conforme o edital.

Dúvidas sobre a convocação podem ser encaminhadas aos Núcleos Acadêmicos dos Centros de Ensino nos seguintes e-mails:

CCAAB – [email protected]

CETEC – [email protected]

CAHL – [email protected]

CFP –  [email protected]

CCS – [email protected]

CETENS – [email protected]

CECULT – [email protected]

Mais informações: www.ufrb.edu.br/surrac



Nota da Reitoria em defesa da UFRB e da universidade pública

Agosto 15, 2016 15:18, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) manifesta, via essa nota pública, sua preocupação com o atual cenário que se desenha para as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e, em especial, àquelas recentemente criadas, que resultam da política de expansão de acesso da juventude brasileira a esse nível de ensino. Essa conjuntura indica, fortemente, que direitos que resultaram de intensa e histórica mobilização da sociedade estão em vias de serem perdidos, provocando, ao invés dos avanços que esperávamos conquistar, retrocessos em diferentes campos.

Segmentos sociais conservadores defendem o fim do ensino superior gratuito, sob a falsa alegação de que a gratuidade é “um mecanismo de injustiça social”, esquecendo que as nossas universidades públicas são responsáveis por quase totalidade do conhecimento produzido no Brasil em diferentes áreas, resultando em desenvolvimento econômico, riqueza, melhoria das condições de vida de nossa população e avanço da democracia, na medida em que apontam para a redução das desigualdades. Estudo recente da Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) revela que 66,19% dos estudantes matriculados nas IFES têm origem em famílias com renda média de até 1,5 salários e, quando são consideradas apenas as regiões Norte e Nordeste, esse percentual atinge 76,09% e 76,66%, respectivamente.

Ao mesmo tempo, o Poder Executivo interino encaminha ao Congresso Nacional uma alteração das disposições constitucionais, a PEC 241/2016, que institui novo regime fiscal e desresponsabiliza as diversas esferas de poder com o estabelecimento de pisos para gastos com educação e saúde. Uma vez aprovada, essa alteração à Constituição Brasileira, fruto do processo popular constituinte que se abre após o fim do regime militar, inviabilizará a capacidade dos governos para investir nessas áreas essenciais e a consequente perda de direitos já adquiridos.

No último dia 07 de agosto, foi divulgada a proposta preliminar de orçamento para 2017 que anuncia severos cortes dos recursos para investimentos (obras, equipamentos, livros e material permanente) e custeio (manutenção cotidiana). Na UFRB, os cortes previstos para 2017 serão somados aos já realizados em 2015 e 2016, anos cujo contingenciamento foi da ordem de 10% em custeio e 50% em investimentos. Ações de enfrentamento para redução de despesas foram realizadas em 2015 e 2016, com amplo debate e transparência no seio da nossa comunidade acadêmica. Assim, a redução de recursos orçamentários, também em 2017, agravará os prejuízos que já vivenciamos até aqui, o que impõe novas exigências a nossa universidade.

Para o ano de 2017, o orçamento da UFRB traz uma redução de 19,5% do custeio, 49,7% do investimento, resultando em 29,3% em seu total. Estas reduções orçamentárias impactarão as ações de assistência estudantil, em função da redução do valor relativo ao  Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES); dificultarão a consolidação dos novos campi e de programas como "Mais Médicos" e "PRONACAMPO" que foram excluídos da peça orçamentária. Outro impacto importante se refere à impossibilidade de manutenção do volume de nossos contratos  atuais que são necessários ao funcionamento de nossa universidade e que anualmente sofrem correções nos seus valores em, no mínimo, o índice de inflação. 

Os cortes orçamentários anunciados para 2017 pelo governo interino terão efeitos dramáticos para a UFRB. Esse grave momento requer um esforço de compreensão, unidade e interlocução com a comunidade interna e, sobretudo, a comunidade externa, razão de todo o nosso esforço em criar, manter e fazer crescer uma perspectiva de futuro para nossa juventude e para as pessoas desse lugar. O projeto da UFRB, as conquistas da expansão, da interiorização, da criação, difusão e inovação de tecnologia e conhecimento, das ações comunitárias e de extensão,  das políticas de permanência e ações afirmativas, da internacionalização representam uma perspectiva para a sociedade que não pode ser fragilizada e, muito menos, abandonada.

Em defesa da UFRB e da universidade inclusiva, livre, autônoma, gratuita e socialmente referenciada, a Reitoria conclama todos os membros de nossa gestão e representantes de nossa comunidade, através das suas instâncias deliberativas, para que possamos, de forma democrática e participativa, deliberar sobre tão grave momento de nossa história.

Cruz das Almas, Bahia, 15 de agosto de 2016. 
Silvio Luiz de Oliveira Soglia
Reitor da UFRB



SEAD oferta novo curso de Educação Continuada: “InDesing Para Iniciantes”

Agosto 15, 2016 12:16, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

“InDesing para Iniciantes”é o novo curso ofertado pela Superintendência de Educação Aberta e a Distância (SEAD) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). O curso de Educação Continuada sem Tutoria é gratuito e aberto a toda sociedade. A carga horária é de 20 horas.

De acordo com o chefe do Núcleo de Educação Continuada da SEAD, Eniel Santo, o curso é indicado para quem deseja aprender os princípios básicos da editoração eletrônica utilizando as ferramentas do software Indesign. “Ao final do curso, os participantes estarão aptos a confeccionar as primeiras publicações ou peças gráficas, tais como cartaz, cartão, convite entre outras”, aponta.  

O curso “InDesing para Iniciantes” tem orientação do professor Sergio Luiz Ollandezos, que possui mestrado em Gestão e Tecnologia pelo SENAI CIMATEC, ITA e UFBA, além de pós-graduação em agentes de inovação e difusão tecnológica pela UNEB. Composto por dois módulos, uma prova objetiva é realizada ao final do curso. É considerado aprovado o estudante que alcançar rendimento igual ou superior a 70%. Os conteúdos abordados são:

- O aplicativo InDesign;
- Definição da publicação;
- A tela e seus diversos elementos;
- A barra de ferramentas;
- Inserindo elementos gráficos e de texto;
- Visualização;
- Configurações básicas de texto;
- Configurações de objetos e de cores.

Além do “InDesing Para Iniciantes”, a SEAD também disponibiliza os seguintes cursos: “Introdução a Conferência Web RNP”, “Moodle para Professores e Tutores EaD”, “Planejamento, Avaliação e Fundamentos da EaD”, “Leitura e Produção de Textos Acadêmicos”, “Normas ABNT aplicadas a Trabalhos Acadêmicos”, “Básico de Prezi”. Os cursos “Suporte Básico de Vida em Cardiologia Adulto” e “Cozinhando com os Flavonóides” em breve estarão disponíveis. 

Inscrições: AVA Acadêmico.

Mais informações: SEAD



Categories

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil