Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

UFRB implanta ações do Plano de Logística Sustentável

3 de Março de 2015, 19:12, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) começa a implantar novas ações de seu Plano de Logística Sustentável, seguindo a orientação da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento (MP). As ações empreendidas são a adoção do sistema de Coleta Seletiva e a campanha para redução do uso de copos descartáveis pela comunidade acadêmica.

A Coleta Seletiva envolve todos os seis campi da UFRB, nas cidades de Amargosa, Cachoeira, Cruz das Almas, Feira de Santana, Santo Amaro da Purificação e Santo Antônio de Jesus. No mês de janeiro, cerca de 300 coletores foram instalados nas unidades acadêmicas e administrativas. “Alinhados à responsabilidade social e ambiental, temos a missão de separar de forma correta os resíduos produzidos em toda Universidade”, defendeu Leandro Barreto, responsável pelo Núcleo de Logística Sustentável da UFRB.

Para Barreto, a Coleta Seletiva é uma iniciativa que deve ser abraçada por toda comunidade acadêmica. “Deste modo, estaremos reduzindo a quantidade de resíduos nos aterros e lixões”, informou. O programa de Coleta Seletiva da UFRB conta com a parceria da Associação Cata Renda Ambiental, que faz a coleta e o reaproveitamento de resíduos sólidos recicláveis e óleo vegetal na cidade de Cruz das Almas. A orientação para implementação do programa é da Instrução Normativa MP/SLTI nº 10, de 12 de novembro de 2012.

Já no mês de fevereiro, a UFRB deu início uma campanha para a redução do uso de copos descartáveis no âmbito da instituição, a partir da distribuição de canecas reutilizáveis a todos os servidores. A campanha, que também envolve os seis campi da Universidade, tem como objetivo, além de reduzir o consumo diário de copos descartáveis, diminuir, consequentemente, o impacto ambiental produzido pela utilização deste material.

“A adoção de canecas reutilizáveis é uma relevante alternativa para reduzir o consumo e, por conseguinte, o descarte de centenas de copos. Ao não serem usados 03 copos plásticos por dia, cada servidor poderá contribuir para a redução de 726 copos por ano”, explicou Barreto. A estimativa é que a UFRB tenha utilizado, no exercício 2013, 799 mil copos descartáveis e, em 2014, 867 mil unidades.

Confira como participar da Coleta Seletiva da UFRB:



Cadastro Seletivo 2015.1 da UFRB tem novas datas devido à paralisação dos servidores técnico-administrativos

2 de Março de 2015, 18:55, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) comunica novo prazo para o Cadastro Seletivo 2015.1. Os candidatos devem comparecer pessoalmente para confirmar a sua participação no preenchimento das vagas remanescentes da UFRB, no qual comprovam a intenção de ocupar uma vaga na instituição, nos dias 04 e 05 de março.

A alteração das datas, marcadas anteriormente para 03 e 04 de março, deve-se ao Dia Nacional de Luta com Paralisação nas Universidades Federais, a ser realizada pelos técnico-administrativos das Instituições, nesta terça-feira, dia 03. Os servidores técnico-administrativos da UFRB aderiram à paralisação nacional em Assembleia da categoria realizada nesta segunda-feira, dia 02 de março, das 10h às 13h.

Nesta edição do Cadastro Seletivo, são oferecidas 971 vagas para 28 cursos de graduação ofertados pela universidade. As inscrições acontecem de forma presencial em todos os campi da UFRB (Amargosa, Cachoeira, Cruz das Almas, Feira de Santana, Santo Amaro da Purificação e Santo Antônio de Jesus), nos horários de 8h30 às 12h e de 13h30 às 16h30. O candidato deverá apresentar documento de identificação com foto e número de CPF ou número de inscrição do Enem 2014.

A inscrição também poderá ser realizada por procurador, desde que devidamente constituído, e o mesmo deve portar a documentação exigida no edital. Os interessados devem ter seu nome na Lista de Espera do Sisu 2015.1, que nesta edição registrou o recorde de 12.752 inscritos para os cursos da UFRB. Este número representa um aumento de mais de 100% para as vagas oferecidas pela instituição em relação ao semestre anterior, que foi de 6.396 para 689 vagas em 14 cursos de graduação.

De acordo com o edital da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), o candidato inscrito no Cadastro Seletivo concorrerá ao curso declarado como sua primeira opção na Lista de Espera do Sisu na modalidade de reserva de vaga escolhida durante a inscrição no processo seletivo 2015.1. A manifestação de interesse independe de o candidato já ter sido convocado na segunda opção e efetuado matrícula em qualquer instituição pública de ensino superior.

Convocações - Serão classificados os candidatos na ordem decrescente de notas obtidas no Enem 2014, conforme média final obtida no Sisu 2015.1. A relação dos aprovados nas chamadas do Cadastro Seletivo e o boletim de desempenho dos candidatos serão divulgados pela PROGRAD no site do PROSEL em duas chamadas: a primeira dia 11 de março e a segunda dia 24 do mesmo mês. Caso haja desistências será feita uma última chamada no dia 29 de junho.

Na última chamada, existindo vagas remanescentes e não havendo candidatos à primeira opção de nenhuma modalidade de reserva de vagas, excepcionalmente, podem ser convocados aqueles inscritos no Cadastro Seletivo que tenham escolhido o curso da UFRB como segunda opção e ainda não tenham sido convocados no Sisu 2015.1.

Matrícula - As matrículas dos candidatos aprovados serão realizadas exclusivamente no campus de Cruz das Almas, na sede da Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC). Na primeira chamada, entre os dias 16 a 18 de março; segunda chamada, 30 e 31 de março. Aqueles que não comparecerem nas datas indicadas perdem o direito à vaga. O início do semestre letivo 2015.1 está previsto para 15 de junho.

Mais informações no site do PROSEL da UFRB.



Idiomas sem Fronteiras: teste de proficiência em inglês será requisito para inscrição em curso

2 de Março de 2015, 14:19, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O programa Idiomas sem Fronteiras ampliou a aplicação do teste de nivelamento Toefl–ITP para que seja a porta de entrada nas demais ações do programa referentes à língua inglesa. A partir de maio próximo, um dos requisitos para a inscrição no curso My English On-Line (MEO) e nos cursos presenciais de inglês será o resultado do teste, que pode ser realizado mais de uma vez e gratuitamente.

Estudantes do curso My English On-Line podem fazer a inscrição para realizar, gratuitamente, o Toefl–ITP [test of english as a foreign language – integral transformative practice], reconhecido internacionalmente na avaliação do nível de proficiência em língua inglesa. O teste será aplicado nas universidades da rede federal credenciadas pelo Idiomas sem Fronteiras, criado em 2012 pelo Ministério da Educação para aumentar a proficiência dos estudantes interessados em intercâmbio no exterior pelo programa Ciência sem Fronteiras.

O resultado do teste não interferirá no nível que o aluno estiver cursando no MEO, nem em sua promoção. Indicará apenas como o estudante está em termos de certificação nacional e auxiliará o núcleo gestor do programa na avaliação da proficiência nacional. A pontuação do Toefl-ITP é sigilosa. Só é divulgada ao próprio candidato que realizar o teste.

A presidente do programa Idiomas sem Fronteiras, Denise de Abreu e Lima, explica que o benefício do teste de nivelamento estava restrito aos estudantes das universidades da rede federal e aos candidatos do Ciência sem Fronteiras. Com a ampliação da oferta, o teste pode ser feito por qualquer estudante inscrito no My English On-Line, por alunos de instituições particulares e por aqueles que, por algum motivo, estejam com senha bloqueada. O resultado geral dos testes auxiliará na avaliação do programa e no desenho de ações para melhoria do ensino do idioma.

Os alunos das instituições particulares que cursam o MEO, ativos ou bloqueados, devem fazer o cadastramento para realizar o teste em instituições da rede federal. Nas instituições estaduais, somente alunos de graduação e de pós-graduação podem fazer o teste; nas universidades e institutos federais de educação, ciência e tecnologia, os técnicos administrativos, estudantes e docentes.

Avaliação - Duzentos mil estudantes já realizaram o teste de nivelamento. A maioria foi classificada no nível intermediário. De acordo com Denise, o Toefl-ITP é importante para o estudante mensurar a compreensão oral, escrita, vocabulário e gramática em língua inglesa e para a avaliação do próprio Idiomas sem Fronteiras. “É fundamental porque começamos a avaliar as ações do próprio programa”, afirma. “Começamos a perceber onde é necessário investir mais, em que níveis precisamos dar mais acesso e que tipos de cursos precisamos ofertar. E é a média nacional que nos dá esse retorno, não a média individual do aluno.”

A partir de maio, somente serão aceitas inscrições para as aulas presenciais de inglês ofertadas pelas universidades federais de estudantes que tiverem realizado o teste.

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio do Núcleo de Línguas (NucLi), é uma das instituições credenciadas para aplicar o Toefl-ITP. A relação completa pode ser consultada na página do Idiomas sem Fronteiras na internet.

Com informações da Assessoria de Comunicação/MEC.



PIBID Interdisciplinar de Astronomia promove palestra no campus de Amargosa

2 de Março de 2015, 13:45, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O PIBID Interdisciplinar de Astronomia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) realizou na quinta-feira, 19 de fevereiro, no Centro de Formação de Professores (CFP), campus de Amargosa, a oficina “Alquimia Cósmica: a origem dos elementos químicos no Universo”. O objetivo geral foi compreender como os elementos químicos da tabela periódica, do hidrogênio ao urânio, foram formados no Universo.

A oficina foi ministrada pelo professor Alan Alves Brito, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Segundo Brito, os objetivos específicos procuraram ressignificar, através da tabela periódica dos elementos químicos, os aspectos intrínsecos do método científico; revisar as principais características da tabela periódica; estabelecer os princípios fundamentais da espectroscopia, destacando a importância da luz no contexto cósmico; esquematizar como a luz e a matéria interagem no Universo; resumir a história térmica do Universo – domínio da radiação e da matéria, e sumarizar o nascimento, vida e morte das estrelas de diferentes massas.

Ainda de acordo com o professor, o contexto de discussão científica tem como base a compreensão de que o Universo, que fisicamente representa a totalidade do espaço e tempo, além de todas as formas de matéria e energia, é composto, segundo a teoria padrão, por três componentes principais: energia escura, matéria escura e matéria visível. “Enquanto energia e matéria escura contribuem com cerca de 95% de tudo o que desconhecemos sobre o Universo, as galáxias, estrelas, planetas, cometas, asteróides e todo tipo de matéria visível, incluindo os seres humanos, somam cerca de 5% de tudo o que conhecemos”, explicou Brito.  

Ele definiu os elementos químicos da tabela periódica como os “tijolos” fundamentais da matéria visível, formada completamente por átomos (prótons, nêutrons e elétrons). E complementou abordando os principais mecanismos físicos envolvidos na gênese dos elementos químicos na natureza, desde o Big Bang até os processos de formação, vida e morte dramática das estrelas em galáxias, sem perder de vista os aspectos históricos que nortearam as descobertas científicas. “A tabela periódica dos elementos químicos será ressignificada”, disse. 

A proposta da oficina foi discutir o ensino de ciências em geral e a formação de público interessado em temas da Física e Astronomia. O público alvo foi de professores em formação no CFP e bolsistas do programa.

PIBID – O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência tem como objetivo de valorizar a docência nas universidades de todo país e, sobretudo, incentivar os estudantes das licenciaturas para atuação do ensino básico. No CFP, o PIBID Interdisciplinar de Astronomia é coordenado pelos professores Marcelo Santana, Yuji Wattanabe, Jean Adriano e Alberto Betzler.

Com informações do professor Marcelo Santana.



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil