Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto

Voltar a Berlinque
Tela cheia

Descrição

17 de Março de 2015, 14:51 , por Bruno Chaves Correia Lima - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 297 vezes

 

Há muitas histórias locais que tentam explicar a origem do nome Berlinque. Uma delas diz que o nome Berlinque origina-se dos antigos proprietários daquelas terras, sendo estrangeiros e de origem alemã, onde estima-se que fizeram alusão a Berlin (capital e um dos dezesseis estados da Alemanha).

 

Por outro lado, foi relatada a história que os primeiros donos de algumas terras nesta região possuíam o sobrenome Berlinck e por algum motivo começaram a denominar esta localidade como sendo Berlinck, com “ck” no final do nome. 

 

Berlinque tem alguns marcos na sua história que são bastante interessantes, como o fato de, na década de 1970, ter abrigado uma colônia hippie que trouxe estrangeiros e locais para o convívio hippie na localidade. Calcula-se que, no total, a colônia hippie reuniu em torno de 30 jovens. Este movimento surgiu em torno de um pescador, o Sr. Almério, conhecido como “My Friend”, apelido que ganhou de um hippie da Califórnia. My Friend era pescador e natural do município de Valença, que demonstrava notória inteligência, ao ponto de ser chamado de guru pelos colegas.

 

Em Berlinque podemos encontrar algumas figuras antigas, como Sr. Dodô, de 105 anos, considerado o morador mais antigo do lugar e que ainda tem na memória histórias de Berlinque. Dentre as histórias, conta com entusiasmo e animação a que se refere ao naufrágio de uma embarcação que carregava borrachas durante a Segunda Guerra Mundial, e que foi marcante para a comunidade.

 

Berlinque tem povoamento nativo, intercalado por áreas de condomínios de veraneio (com baixa densidade de ocupação durante todo o ano, exceto no verão). Nesta última faixa está concentrada a economia local, seja através da renda dos estabelecimentos comerciais (bares, barracas, minimercados ou vendas e peixarias) ou mesmo, da manutenção da tradição pesqueira, como as casas dos pescadores e os locais de confecção e armazenamento dos petrechos da pesca.

 

A Capela de São Pedro, ou como popularmente é conhecida, Capela de Nossa Senhora da Conceição, além de toda a importância religiosa para muitos da comunidade, é considerada um ponto de reunião dos mais velhos, local de lembranças e práticas de vida em conjunto.

 

 

Detentora de uma das praias mais frequentadas da ilha, durante a maré baixa, apresenta um extenso tapete de arrecifes, perfeitos para o mergulho de baixa profundidade.  O forte da Praia de Berlinque são as opções para banho e mergulho. Não tão extensa, e de larga faixa de areia avermelhada e batida, ponto de atração para quem deseja caminhar ou praticar esportes. O mar é calmo, de águas cristalinas e temperatura amena, ideal também para crianças.

 

Por lá ainda reverberam os tempos áureos da aldeia hippie, lugar que foi uma das raízes desse movimento na Bahia e que ainda atrai pessoas de diferentes nacionalidades para sentir a energia do lugar. Essa é uma ótima oportunidade para se apreciar a história que Berlinque tem pra contar.

 

Quer adicionar informações a essa descrição? Envie um comentário!


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar