Go to the content
Show basket Hide basket

Empreendimento de Economia Solidária

Colivre Empreendimento de Economia Solidária

Go back to Notícias
Full screen Suggest an article

Campanha de Dilma Russeff usou Rede Social Livre

December 13, 2010 22:00 , by Unknown - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 438 times

A Colivre foi a responsável pelo planejamento, desenvolvimento e manutenção da Rede Social de apoio a então candidata a presidência no Brasil, Dilma Rousseff.

A opção da campanha de Dilma, em criar uma rede social de apoio em plataforma livre, levou a Colivre a aprensentar o software Noosfero, desenvolvido pela Colivre, como uma opção segura e que permitiria um amplo diálogo entre os usuário da rede.

Após um mês de desenvolvimento, a rede social de apoio a Dilma Rousseff, a #dilmanarede, era inaugurada no dia 15 de agosto de 2010, minutos após a divulgação da mensagem do presidente Luis Inácio Lula da Silva, convocando e agradecendo a militância online.

Inovação e mobilização

Sob a plataforma do Noosfero, a #dilmanarede levou inovações para a primeira eleição que a Internet seria realmente decisiva. Abrigou e deu suporte para o canal de vídeo que transmitiam ao vivo os comícios da campanha e o canal que transmitia o horário eleitoral na TV em conjunto com a Internet, isso é, a #dilmanarede transmitia simultaneamente o horário eleitoral da TV na Rede Social.

Outra inovação foi a ferramenta de “Comitês Virtuais”, o que permitiu a possibilidade dos militantes criarem e se organizarem, através da internet, não só apenas no Brasil, como em inúmeros outros países, a exemplo de Cuba e Alemanha.

Além do “Comitês Virtuais”, os militantes se utilizavam da ferramenta de “Comunidades”, o que gerou uma organização da militância também através de assuntos específicos, como “Cultura com Dilma” ou “Médicos com Dilma”.

Em conjunto, os “Comitês Virtuais” e as “Comunidades”, se toraram essenciais para a mobilização da militância na internet, o que refletiu também na organização dos militantes em suas atividades de ruas, uma vez que a comunidade #NaruacomDilma reunia e informava as atividades diárias de campanha ou autogestionadas dos militantes nas ruas do Brasil ou do exterior.

Esta organização e interação, permitida pela #dilmanarede, ganhou o agradecimento e pedido de mobilização da própria Dilma, que foi ao ar em outubro de 2010.

Apesar da visibilidade e interação com os usuários, nenhuma tentativa de invasão ou ataque externo aos servidores/banco de dados da rede conseguiu ultrapassar a infraestrutura de segurança desenvolvida pela Colivre. Por conta disso, a #dilmanarede também provou que é possível fazer uma rede social aberta à colaboração de militantes e partidários, sem abrir mão da segurança informacional e estabilidade do serviço on-line.

Dilmasite

Números da #dilmanarede

O sucesso da campanha online pela #dilmanarede incluiu a estratégia de agregar mais de sete mil usuários cadastrados, que participaram diretamente da campanha por meio do envio de vídeos, áudios, fotos, posts e salas de bate-papo on-line. No total, foram mais de 300 blogs que declararam à #dilmanarede o apoio a candidatura de Dilma, 190 comunidades e 119 comitês on-line no Brasil e no mundo, que geraram quase 4 milhões de visitas. Tudo isso em apenas dois meses que a rede social participou da campanha.

Confira o vídeo da Rede Social “Criando hiperinlinks"!


Source: http://softwarelivre.org/colivre/blog/campanha-de-dilma-russeff-usou-rede-social-livre

0no comments yet

    Մեկնաբանություն թողնել

    The fields are mandatory.

    Եթե դուք գրանցված մասնակից եք, դուք մեխանիկորեն կճանաչվեք համակարգի կողմից:

    Հրաժարում