Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a blog
Tela cheia

O Fruto

16 de Janeiro de 2018, 15:43 , por Rodrigo Nantes - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 176 vezes
Pelo buraco da fresta estreita procurava, vigiava atento e suado, de olhos esbugalhados e mandíbulas cerradas,ruidosamente assustado. O que será que tem? oque será que faz? o que será que o faz assim? Amigo dos guetos das sombras das praças, a beira do abismo... Rumo ao precipício, pro fim ter seu início, a voz em ...

Pelo buraco da fresta estreita procurava,

vigiava atento e suado, de olhos esbugalhados e mandíbulas cerradas,ruidosamente assustado.

O que será que tem? oque será que faz? o que será que o faz assim?

Amigo dos guetos das sombras das praças, a beira do abismo...

Rumo ao precipício, pro fim ter seu início, a voz em um comício prediz o seu destino,

de cima de um palanque promessas ilusórias, traduzem a verdade das pessoas que o fizeram,

Resíduo urbano, escolho humano, micróbio cidadão, um problema social,

O Fruto do Capital.


Categorias

Cultura

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Digão

    0 amigos

    Nenhum(a)