Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto

Empreendimento de Economia Solidária

Rede de Mulheres Empreendimento de Economia Solidária

Tela cheia

Um pouco de história

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 2302 vezes

O trabalho com mulheres em Remanso teve início em 1984, em função ma morte do assassinato de muitas mulheres na região pelos próprios companheiros e não eram tomadas quaisquer providências. Nessa época, para enfrentar essa situação, as mulheres se uniram iniciando desta forma o movimento de mulheres. A Rede se constituiu enquanto organização informal em 1998. Hoje ela tem uma coordenação que é composta por uma coordenadora, uma secretária e uma tesoureira todas atuando como voluntárias, sem qualquer remuneração.

Para a realização dos trabalhos a Rede tem buscado uma constante reciclagem. Ela faz parte de uma Rede regional que se encontra periodicamente para planejamento e avaliação dos trabalhos na região e para estudos temáticos. Além disso, a coordenação tem participado de vários momentos de capacitação tais como: Curso de facilitação e organização para igualdade de gênero, com a SOS CORPO, curso de Segurança Alimentar com CESE/IBASE/CERIS, curso de cultivo orgânico de plantas medicinais com a Universidade Federal de Viçosa, visita ao grupo Origem, Encontro Nacional de Agroecologia, Visita a experiência de beneficiamento de couro e beneficiamento de leite de cabra.

Desde essa época a Rede tem trabalhado com mulheres lavradoras e pescadoras, com o objetivo de contribuir no resgate da dignidade da mulher através de formação na defesa e promoção dos direitos humanos das mulheres.

Atualmente a Rede está acompanhando vários grupos de mulheres na área Rural de Remanso O principal trabalho da Rede com estes grupos é na mudança de mentalidade das mulheres acompanhadas para que estas criem consciência de sua cidadania. Atualmente estamos com dois tipos de trabalho, um de formação e outro de geração de renda. O trabalho de formação é feito através de encontros, reuniões, seminários, oficinas onde são trabalhados os temas: auto-estima, documentação, gênero, saúde da mulher, amamentação, segurança alimentar, fitoterapia, entre outros. O trabalho com geração de renda iniciou em 2002 com três grupos de mulheres para criação de abelhas nativas (meliponas).


Categorias

Bahia, Agricultura Familiar, Agroecologia, Comércio justo e solidário, Desenvolvimento territorial, Formação, Juventude, Mulheres, Organização do movimento, Saúde popular