Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a Consumo Consciente ABC
Tela cheia Sugerir um artigo

Crise hídrica afeta a qualidade dos produtos orgânicos

3 de Março de 2015, 11:40 , por Consumo Consciente ABC - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 128 vezes
Por Victor Dimitrov

Na distribuição de 28 de fevereiro de 2015 tivemos problemas em relação a qualidade dos produtos de origem vegetal em decorrência da crise hídrica que estamos atravessando. A agricultura orgânica é muito sensível a extremos climáticos e os problemas de seca prolongada com chuva abundante refletiram na roça.

Produção de Alface Americano afetada pela crise hídrica no Sítio Uwada de Jair Flesch

Em conversa com os produtores Jair Flesch e Geraldo de Lima Rodrigues na reunião mensal da APROATE (Associação de Produtores Rurais Orgânicos do Alto Tiete) em 2 de março de 2015 o problema já tinha sido identificado em dezembro de 2014 quando tivemos um longo período de seca inesperado para a época, a seca se estendeu até janeiro de 2015 e em fevereiro, do dia 1 a 18, a chuva veio muito acima do esperado, ou seja, dos 25 a 50 mm de chuva necessária para que as culturas de desenvolvessem choveu incríveis 250 mm. Esse excesso de chuva junto com temperaturas oscilando entre 25ºC a 35ºC proliferou a quantidade de fungos, o que impediu uma colheita normal dos produtos.

Os produtores tiveram perdas, como por exemplo no alface americano onde foi enviado para a distribuição duas unidades ao invés de uma, esta foi uma medida compensatória que gerou perda para o produtor, assim como o repolho verde e roxo. A acerola também não foi enviada pois as fortes chuvas fizeram com que as frutas caissem do pé antes da colheita.

O CCABC possui um fundo compensatório para esses problemas que são os vale-créditos, eles são emitidos aos consumidores em caso de falta de produtos. Na distribuição de 28 fev 2015 foram emitidos os vales e os consumidores poderão utiliza-los em até duas distribuições.

Contamos muito com a compreensão dos consumidores diante da emergência da crise hídrica, abaixo segue uma matéria veiculada pela TV Diário (filiada da Rede Globo) sobre a crise e como está afetando os produtores da região do Alto Tiete.

"Agricultores já registram queda na produção rural no Alto Tiete"

Apesar do cenário nada animador os produtores da APROATE tem esperança de que a situação mude, melhorando a qualidade dos produtos para as próximas compras coletivas do CCABC.

Muda a diretoria da APROATE


Na CATI de Mogi das Cruzes, Geraldo assume a vice-presidencia e Jair a presidência

No dia 2 de março de 2015, após dois anos, a APROATE muda a sua diretoria, Geraldo de Lima Rodrigues sai da presidencia e assume o seu lugar Jair Flesch, ainda assumem na tesouraria José Barbosa e como primeiro secretário Agnaldo Firmio Alves. Esperamos que essa gestão prospere e torne ainda mais forte as atividades e trabalhos da APROATE.



Fonte: http://consumoconscienteabc.blogspot.com/2015/03/crise-hidrica-afeta-qualidade-dos.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar