Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia

Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável

23 de Outubro de 2011, 22:00 , por Ligia - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1705 vezes

A Câmara dos Deputados aprovou em maio um projeto de lei (PLC 30/2011) que modifica, para pior, o Código Florestal brasileiro. Agora, cabe ao Senado Federal mudar essa realidade. Se você também é contra este projeto de lei e a favor de um bom Código Florestal, assine e divulgue a petição on line, imprima e distribua o abaixo assinado em:

http://www.florestafazadiferenca.org.br/assine/

Manifesto em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável

Por que tanta polêmica em torno da manutenção do que resta das nossas florestas? Será possível que ambientalistas, cientistas, religiosos, empresários, representantes de comunidades, movimentos sociais e tantos cidadãos e cidadãs manifestem sua indignação diante do texto do Código Florestal, aprovado pela Câmara dos Deputados, apenas por um suposto radicalismo ou desejo de conflito sem cabimento? Será justo afirmar que os defensores das florestas não levam em conta as pessoas e suas necessidades de produzir e consumir alimentos? Do que se trata, afinal? O que importa para todos os brasileiros?

Importa, em primeiro lugar, esclarecer a grande confusão sob a qual se criam tantas desinformações: não está se fazendo a defesa pura e simples das florestas. Elas são parte dos sonhos de um país com mais saúde, menos injustiça, no qual a qualidade de vida de todos seja um critério levado em conta. Um Brasil no qual os mais pobres não sejam relegados a lugares destruídos, perigosos e insalubres. No qual a natureza seja respeitada para que continue sendo a nossa principal fonte de vida e não a mensageira de nossas doenças e de catástrofes.

A Constituição Brasileira afirma com enorme clareza esses ideais, no seu artigo 225, quando estabelece que o meio ambiente saudável e equilibrado é um direito da coletividade e todos – Poder Público e sociedade – têm o dever de defendê-lo para seu próprio usufruto e para as futuras gerações Esse é o princípio fundamental sob ataque agora no Congresso Nacional, com a aprovação do projeto de lei que altera o Código Florestal. 23 anos após a vigência de nossa Constituição quer-se abrir mão de suas conquistas e provocar enorme retrocesso.

Há décadas se fala que o destino do Brasil é ser potência mundial. E muitos ainda não perceberam que o grande trunfo do Brasil para chegar a ser potência é a sua condição ambiental diferenciada, nesses tempos em que o aquecimento global leva a previsões sombrias e em que o acesso à água transforma-se numa necessidade mais estratégica do que a posse de petróleo.

Água depende de florestas. Temos o direito de destruí-las ainda mais? A qualidade do solo, para produzir alimentos, depende das florestas. Elas também são fundamentais para o equilíbrio climático, objetivo de todas as nações do planeta. Sua retirada irresponsável está ainda no centro das causas de desastres ocorridos em áreas de risco, que tantas mortes têm causado, no Brasil e no mundo.

Tudo o que aqui foi dito pode ser resumido numa frase: vamos usar, sim, nossos recursos naturais, mas de maneira sustentável. Ou seja, com o conhecimento, os cuidados e as técnicas que evitam sua destruição pura e simples. É mais do que hora de o País atualizar sua visão de desenvolvimento para incorporar essa atitude e essa visão sustentável em todas as suas dimensões.

Tal como a Constituição reconhece a manutenção das florestas como parte do projeto nacional de desenvolvimento, cabe ao poder público e nós, cidadãos brasileiros, garantir que isso aconteça. Devemos aproveitar a discussão do Código Florestal para avançar na construção do desenvolvimento sustentável. Para isso, é de extrema importância que o Senado e o governo federal ouçam a sociedade brasileira e jamais esqueçam que seus mandatos contêm, na origem, compromisso democrático inalienável de respeitar e dialogar com a sociedade para construir nossos caminhos.

 

Comitês Locais

 

Comitê DF 

Pedro Piccolo – 61. 8539-4002   comiteflorestasdf@gmail.com e pedropco@gmail.com
FUNATURA
SCLN 107 Bl, B,  sala 201 - Asa Norte
Brasília - DF, 70743-520
(0xx)61 3274-5449


Comitê Curitiba

Tereza Urban – 41. 9991-2254   turban@uol.com.br
União dos Escoteiros do Brasil - Paraná
Rua Desembargador Ermelino de Leão, 492
CEP 80410-230 - Curitiba - PR

Comitê São Paulo

Bello voluntariado@sosma.org.br
Tel: 11 8455-9692

Comitê Rio de Janeiro

Mauricio Ruiz – 21 8563 6919 (ITPA)
Eric Macedo – 21 8877 5650 (ITPA)  comunicacao@itpa.org.br
ITPA
Av. Graça Aranha, 145/402, Centro
Rio de Janeiro. Cep: 20030-003


Comitê Fortaleza

Gabriela - fone: (85) 8502.0336 85. 3281-0246
gabriela@alternativaterrazul.org.br 
Associação Civil Alternativa Terra Azul
Rua Floriano Peixoto, 1440
Fortaleza – CE
CEP: 60.025-130

Comitê Estudantil São Carlos


Diogo -  mphsto@gmail.com
Secretaria do CAASO (Centro Acadêmico Armando Salles de Oliveira) - USP São Carlos Campus 1
Av. Trabalhador Sao Carlense nº 400
Tel: (16) 3371 9699
 

Comitê Belo Horizonte

Dalce e Elizabete (AMDA)
dalce@amda.org.br  elizabete@amda.org.br
Associação Mineira de Defesa do Ambiente - Amda
Rua Timbiras, 1560 - sala 1704 - Funcionários
Belo Horizonte - MG
30140-061


Comitê RS

Decio Machado Monteiro - deciomonteiro@gmail.com - 51 8159 6700 Claro / 51 8197 4649  Tim / 51 8472 6330   Oi / 51 9979 1871 Vivo
Sindicato dos Servidores Federais do Rio Grande do Sul- SINDISERF/RS
Rua General Bento Martins, 24 conjunto 901, Centro
Porto Alegre/RS, CEP: 90010-080


Comitê MT


Merel- 65 8163 8469
merel_vandermark@yahoo.com
Formad 
Rua Carlos Gomes 20
Bairro Araes
78005-260 Cuiabá - MT
Tel 65 3324 0893


Comitê Recife

Carlos André Cavalcanti - 81. 9211.2205
carlosandre@sne.org.br
poline.arantes@gmail.com
SNE: Av. Visconde de Suassuna, 923 – 5º andar, sala 503. Santo Amaro, Recife/PE. CEP: 53700-000
 SNE
Av. Visconde de Suassuna, 923 – 5º andar, sala 503. Santo Amaro,
Recife/PE. CEP: 53700-000

Comitê Bahia
 
Marcelo Barreto - marceloluzparatodos@hotmail.com> (71) 9966.4153
Renato Cunha" <renato@gamba.org.br> (71) 9983.2871
Urbano" < urbano@qualitech.srv.br> (71) 88341915
Bete Wagner  betew@terra.com.br 71-9142-4010


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar