Gehe zum Inhalt

Warenkorb

Warenkorb leeren
Einkauf beenden
Gesamt:
Warenkorb anzeigen Warenkorb verstecken
Zurück zu Notícias
Vollbild Einen Artikel vorschlagen

UFRB regulamenta uso do nome social por estudantes travestis e transexuais

February 26, 2015 20:08 , von UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet | Es folgt noch niemand diesem Artikel.
229 Mal angesehen:

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) aprovou por unanimidade em sessão extraordinária do Conselho Universitário (CONSUNI) da última quarta-feira, 25 de fevereiro, o uso do nome social por estudantes travestis e transexuais. De acordo com a Resolução Nº 01/2015, o estudante transgênero da UFRB, cujo nome oficial não reflita adequadamente a sua identidade de gênero, terá a possibilidade de uso e de inclusão nos registros acadêmicos do seu nome social, a partir da publicação oficial da resolução.

A iniciativa estimula o acesso e a permanência de travestis e transexuais na universidade, uma vez que a pessoa transgênero pode se sentir mais confortável e acolhida no ambiente acadêmico ao ter assegurado o  direito do nome social. O vice-reitor Silvio Soglia, que presidiu a sessão, parabenizou os estudantes pelo engajamento no trato da questão e destacou a importância dessa discussão para agenda política da UFRB no que diz respeito à amplitude do direito à diversidade. O estabelecimento da garantia acontece em atendimento à solicitação, embasada por várias legislações, que foi apresentada pela estudante Alanie Ramos e recentes reivindicações formuladas pelo Coletivo Central dos Estudantes (CCE) ao Conselho Universitário da Universidade.  

Alanie que é representante estudantil em assuntos para Diversidade Sexual ressalta que o reconhecimento da identidade de gênero é fundamental para a vivência de travestis e transexuais no espaço acadêmico. “Somos diferentes e devemos ser respeitados na medida das nossas diferenças”, afirmou. Para o conselheiro Danillo Barata, a aprovação da resolução aponta para uma Universidade ainda mais moderna e inclusiva. “ A universidade precisa se afirmar na diferença. Este Conselho tem hoje uma missão das mais honrosas que é a de fazer enfrentamento à violência institucional”, disse.

Para obter o direito, é preciso solicitar por escrito a inclusão do nome social nos registros acadêmicos à Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC) e ao Núcleo de Apoio Acadêmico do Centro de Ensino ao qual o curso do estudante está vinculado. A fim de respeitar a privacidade e a auto-identificação do aluno requerente, o nome civil será substituído de documentos como diários de classe, fichas e cadastros, formulários, listas de presença, divulgação de notas e resultados de editais, tanto os impressos quanto os emitidos eletronicamente pelo sistema oficial de registro e controle acadêmico. Desse modo, o nome social será o único exibido em todos os documentos de uso interno: em chamadas orais, nas listas de frequência de classe, em solenidades como colação de grau, defesa de tese, dissertação ou monografia, entrega de certificados, declarações e eventos congêneres.


Quelle: http://www.ufrb.edu.br/agencia/administracao/3910-ufrb-regulamenta-uso-do-nome-social-por-estudantes-travestis-e-transexuais

0no comments yet

    Einen Kommentar schreiben

    Die Felder sind zwingend erforderlich.

    Wenn Sie ein registrierter Nutzer sind, dann können Sie sich anmelden und automatisch unter Ihrem Namen arbeiten.

    Abbrechen

    UFRB

    Brazil