Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Restaurante Universitário da UFRB terá alimentos oriundos da agricultura familiar

31 de Março de 2016, 17:50, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Silvio Soglia, e a vice-reitora, Georgina Gonçalves, reuniram-se na manhã desta terça-feira, 29, com representantes de pró-reitorias e diversas redes de organizações e movimentos sociais da área da agricultura familiar. A pauta do encontro foi o planejamento de uma chamada pública que terá a finalidade da aquisição de alimentos oriundos da agricultura familiar para o Restaurante Universitário da instituição.

A iniciativa é da Pró-reitoria de Extensão (PROEXT) e visa a elaboração coletiva de um mapeamento da oferta das cooperativas de agricultores familiares da região e os respectivos gêneros alimentícios que comercializam, visando a aquisição desses gêneros para o abastecimento do Restaurante Universitário.

De acordo com o reitor da UFRB, Silvio Soglia, a experiência da UFRB na aquisição de alimentos da agricultura familiar para o Restaurante Universitário será inovadora no estado da Bahia. “A UFRB tem ao longo da sua trajetória estabelecido parcerias com a sociedade civil. A criação do curso de Gestão de Cooperativas, Licenciatura em Educação no Campo e Agrecologia demonstram o caminho que escolhemos seguir. Então é com muita expectativa que estamos construindo essa agenda que irá beneficiar nossos agricultores e cooperativas”, disse.

A professora Tatiana Velloso, pró-reitora de Extensão da UFRB, explicou que a Chamada Pública será normatizada pelo Decreto 8.473, de 22 de junho de 2015, que determina que os órgãos federais devem começar a destinar no mínimo 30% dos recursos aplicados na aquisição de alimentos para a compra de produtos da agricultura familiar. “Nós somos uma Universidade comprometida com a questão agrária e com o modo de produzir e de pensar, portanto submetidos a procedimentos normativos. Estamos fazendo uma pesquisa de mercado e dialogando coletivamente para que o máximo de organizações tenha condições de participar”, afirma.

Segundo Tatiana, a UFRB também promoverá uma campanha com a participação das organizações da agricultura familiar, com palestras, degustação e materiais de comunicação, sobre a importância do consumo destes produtos. A reunião deliberou ainda a realização de um seminário para discutir ações acadêmicas de fortalecimento da agricultura familiar com as atividades de ensino, pesquisa e extensão universitária dos grupos e dos cursos existentes na UFRB. A previsão é que a Chamada Pública seja lançada em abril.

O restaurante universitário da UFRB oferta hoje cerca de 600 refeições diárias a estudantes vinculados ao Programa de Permanência Qualificada (PPQ) da instituição.



Comitê em Defesa da Democracia é criado na UFRB

31 de Março de 2016, 17:48, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Foi criado nesta terça-feira, 29 de março, no campus Cruz das Almas, o Comitê em Defesa da Democracia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) em reunião que envolveu docentes, servidores técnico-administrativos, estudantes, representantes de movimentos sociais e partidos políticos.

O comitê “UFRB na luta pela democracia, direitos sociais e contra o golpe”, a partir do debate sobre a atual conjuntura política nacional, definiu a seguinte agenda de ações: estruturação de um comitê permanente em defesa da democracia; organização de ato público regional contra o pedido de impeachment; solicitação de posicionamento do Conselho Superior (CONSUNI) da UFRB, em apoio à defesa do Estado democrático de direito. 

Após o encontro, membros do Comitê e sua coordenadora, professora Simone Brandão, do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), foram recebidos no Gabinete da Reitoria, pelo reitor Silvio Soglia, pela vice-reitora Georgina Gonçalves dos Santos e as pró- reitoras Tatiana Veloso (PROEXT) e Rose Mubarack (PPGCI). O professor Silvio Soglia demonstrou sua satisfação com a mobilização da comunidade universitária, destacou o papel histórico da Universidade Brasileira na defesa da democracia e reforçou a posição divulgada em nota no portal da UFRB, datada de 14 de março. Segundo a vice-reitora Georgina Gonçalves o presente ataque à democracia atinge, frontalmente, o nosso projeto de universidade. Ainda o estudante de História do CAHL, Elias Gomes, sublinhou a importância do movimento: “o que está em jogo é muito mais que um partido ou um governo”.

Na oportunidade, o Comitê convidou a comunidade acadêmica para a próxima reunião a ser realizada em 05 de abril em local a ser divulgado na página do facebook “UFRB em Defesa da Democracia e dos Direitos Sociais contra o Golpe”. O grupo reforçou a necessidade da coleta de assinaturas do manifesto em Defesa da Democracia e dos Direitos Sociais contra o golpe, disponível online.

Confira fotos da reunião:

{gallery}noticias2016/comite-democracia{/gallery}



Nova marca do Measb convida para conhecer a história da UFRB

31 de Março de 2016, 17:37, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O prédio de São Bento das Lages foi o símbolo eleito para representar o acervo remanescente da Escola Agrícola da Bahia (EAB) na nova marca do Memorial do Ensino Agrícola Superior da Bahia (Measb). O desenho geométrico e minimalista do prédio, hoje em ruínas, representa a memória das ciências e tecnologias desenvolvidas a partir do século XIX.

Maitê Rangel, coordenadora do Measb, avalia: "A UFRB tem 11 anos, mas é herdeira de uma história secular que envolve o Recôncavo e a capital. São 157 anos de histórias, de mudanças, de memórias gravadas em fotografias, livros e equipamentos. Em todos os detalhes, desde os campos experimentais até as salas de aula, bibliotecas e laboratórios, existem marcas impressas ao longo do tempo por mulheres e homens que tiveram suas vidas ligadas à história da instituição e ao mesmo tempo ajudaram a construí-la. Rememorar São Bento das Lages é (co)memorar o pertencimento a essa história secular." 

Foi o Barão de São Lourenço que escolheu a propriedade do Abade Geral da Congregação Beneditina, denominada Engenho de Lages, para receber a Escola. O prédio foi inaugurado em 1877, depois de reformas e alguns contratempos.

Trata-se da primeira sede da EAB. As instalações contavam com laboratórios de química e física, museu de zoologia e mineralogia e uma biblioteca com mais de oito mil volumes. Funcionando em regime de internato, o prédio tinha capacidade para cem alunos.

A trajetória da Escola começou em 1859 com a criação, pela elite canavieira, do Imperial Instituto Bahiano de Agricultura (IIBA). O Instituto era composto por senhores de engenho, comerciantes, produtores rurais do Recôncavo, comissários de açúcar, antigos traficantes de escravos, industriais, diretores e acionistas de bancos e seguradoras. Personagens que tinham interesses na agroindústria do açúcar.

O NUMEM, núcleo da Proext responsável pela gestão do Memorial, tem investido na divulgação e dinamização do equipamento cultural. Maitê Rangel relata que são compromissos do Memorial: “zelar pela conservação dessa memória e divulgá-la. Não há como pensar a preservação de um patrimônio sem considerar a comunicação."

Texto: PROEXT.



UFRB divulga 3ª chamada do Cadastro Seletivo 2015.2, matrícula dias 04 e 05 de abril

31 de Março de 2016, 16:50, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulga a relação de aprovados e suplentes na terceira chamada do Cadastro Seletivo 2015.2. Nesta etapa, foram convocados os candidatos que optaram por continuar concorrendo às vagas remanescentes do Sistema de Seleção Unificadas (SiSU) do Ministério da Educação. A relação dos convocados e suplentes está disponível online no site do Processo Seletivo da UFRB.

Os convocados devem comparecer nos dias 04 e 05 de abril, na sede da Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC), situada no Campus Universitário em Cruz das Almas, para a entrega da documentação. Para os selecionados por Reserva de Vagas (Lei. 12.711/2012), é preciso apresentar a documentação complementar exigida pela lei. O candidato classificado que, por qualquer motivo, não efetuar sua matrícula nas datas mencionadas perderá o direito à vaga.

A matrícula pode ser realizada por procurador, desde que devidamente constituído e o mesmo deverá portar, além dos documentos descritos, procuração original legível e cópia do próprio documento de identificação a ser autenticado pelo servidor à vista do original, os quais serão retidos. Os estudantes já matriculados em cursos de graduação da UFRB deverão solicitar a desistência da vaga anterior no ato da nova matrícula.

Suplentes: os candidatos suplentes só terão direito à vaga caso haja desistência ou não comparecimento de candidato convocado. Os suplentes devem aguardar a divulgação do quantitativo de vagas não preenchidas pelos candidatos titulares, de acordo com a modalidade de vaga escolhida e classificação. A matrícula desses candidatos será em 07 de abril na SURRAC, com a mesma documentação requerida no Edital de Matrícula.

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da UFRB informa que a 3ª chamada será a última referente ao Edital Nº 025/2015.

Confira a Relação dos Aprovados - 3ª Chamada Cadastro Seletivo 2015.2 e o Edital de Matrícula Cadastro Seletivo 2015.2 - 3ª Chamada

Informações sobre a matrícula na UFRB pelos telefones (75) 3621-1220/1221 ou email [email protected].

Mais informações na página eletrônica do Processo Seletivo (PROSEL).



Alunos do Colégio Cruz das Almas têm aulas práticas na UFRB

31 de Março de 2016, 13:58, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Cerca de 40 alunos do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Cruz das Almas estiveram nesta quarta-feira, dia 30 de março, no campus da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) para uma visita didática aos laboratórios de Química Analítica, Física e Engenharia Civil. A turma esteve acompanhada dos professores Cristiano Dias e Cleuma Neri e da coordenadora Itana dos Anjos.

Os visitantes tiveram sua primeira atividade no Laboratório de Química Analítica, onde o professor Cristiano Dias falou sobre normas de segurança, uso adequado dos equipamentos e reconhecimento de vidraçarias. “A dinâmica complementa o que os alunos estão vendo em aula de aula na disciplina de Fisicoquímica, com isso eles assimilam melhor o conteúdo”, afirma Dias. De acordo com o professor, a experiência também faz com que os alunos aumentem o rendimento e interesse pelos estudos.

Seguindo a visita, eles foram recebidos no Laboratório de Física pelo técnico Augusto César Carvalho, que explicou através de algumas práticas os fundamentos das leis da Termodinâmica e Eletricidade. E enceraram a visita no laboratório de Engenharia Civil, onde o técnico Laedson Pedreira falou sobre os principais materiais usados na construção civil e testes de novos produtos para o mercado.

Visitas monitoradas - A atividade fez parte do Projeto Visita Social da UFRB, que promove visitas monitoradas às dependências da Universidade. “Por meio do projeto, os alunos podem conhecer de perto toda a estrutura física da UFRB, além de participar de atividades práticas, o que desperta o interesse em acessar o ensino superior”, diz a chefe do Núcleo de Relações Públicas, Karina Souza, responsável pela recepção aos alunos.

Os colégios que desejarem fazer visitas aos campi da UFRB devem entrar em contato com o Núcleo por meio do formulário disponível online em www.ufrb.edu.br/ascom/visita-social. As solicitações devem ser efetuadas em até 15 dias antes da visita.

Confira as fotos: 

{gallery}noticias2016/visita-col-cruz{/gallery}



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres