Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

GT de Cotas na Pós-Graduação da UFRB promove reunião com diretores e coordenadores

31 de Agosto de 2017, 10:57, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Grupo de Trabalho (GT) constituído para elaborar a resolução que dispõe sobre ações afirmativas e cotas na Pós-Graduação na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) promoveu na manhã desta quarta-feira, 30 de agosto, uma reunião ampliada com os diretores dos Centros de Ensino, coordenadores dos Programas de Pós-Graduação Strictu Sensu e Lato Sensu e gestores de Atividades de Pós-Graduação. O objetivo foi apresentar a dinâmica do GT e os trabalhos desenvolvidos até o momento, além de ampliar o debate sobre a temática.

Em sua fala inicial, a vice-reitora da UFRB e presidente do GT, Georgina Gonçalves, ressaltou os avanços das ações afirmativas no âmbito das universidades brasileiras, destacando aquelas que já implementaram a política de cotas nos seus programas de pós-graduação, a exemplo da UFG, UFBA, UFRR, UFT e UFSC. Em seguida, a professora Dyane Brito, relatora do GT, apresentou a Portaria nº 506/2017 que instituiu o grupo, fazendo uma abordagem sobre os marcos teóricos e pressupostos já consolidados dessa temática no contexto nacional.

“No Brasil, o racismo é orientado pela cor, é de marca e não de origem”, afirmou a professora Dyane. “Para nós, membros do GT, raça não existe enquanto um construto biológico, mas sim como uma categoria política, um conceito inventado, uma realidade social e historicamente construída”, complementou. Para a vice-reitora, a história das ações afirmativas no País não diz respeito apenas à reparação, mas à discussão de um projeto econômico e de desenvolvimento. “É preciso que a gente avalie essa perspectiva neste momento de discussão da política de cotas na pós-graduação”, disse Georgina.

Os coordenadores presentes foram receptivos à apresentação da proposta do GT e unânimes quanto à necessidade de fortalecimento das ações afirmativas nos programas de pós-graduação. “Ainda que as cotas tenham uma base teórica, com vimos , isso para mim não importa, é uma questão necessária e ponto final. Isso não se discute”, destacou o professor Phellippe Marback, coordenador do Mestrado em Microbiologia Agrícola. “Infelizmente, racismo, homofobia e intolerância sempre vão existir, mas, do mesmo modo, também sempre deve existir de forma contínua e permanente a educação”, afirmou.

Além dos membros do GT, também estiveram presentes na reunião a pró-reitora de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis, Maria Goretti da Fonseca; a coordenadora de Ensino de Pós-Graduação, Isabela Mendes; o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB), Elvis Vieira; o assessor da direção do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), Edgilson Tavares; a coordenadora do Mestrado em História da África, das Diásporas e dos Povos Indígenas; Fabiana Comerlato; a coordenadora da Especialização em Mineração e Meio Ambiente, Marcela Bonfim; a coordenadora do Mestrado em Defesa Agropecuária, Tatiana Pacheco, e o coordenador do Mestrado em Solos e Qualidade de Ecossistemas, Julio Cesar Azevedo.

Confira as fotos:

{gallery}noticias2017/reuniao-gt-cotas{/gallery}



Reitor da UFRB tem nova reunião com Coelba para tratar sobre eficiência energética

30 de Agosto de 2017, 16:21, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Após reunião em Salvador, o reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Silvio Soglia, teve novo encontro com representantes da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) para debater medidas para a melhoria da eficiência energética no âmbito da instituição. O encontro aconteceu na manhã desta quarta-feira, 30 de agosto, no prédio da Reitoria, campus de Cruz das Almas.

O consultor de Relacionamento com Clientes do Poder Público Federal da Coelba, Claudio Luiz Santos, fez um relato do perfil de consumo da universidade e sinalizou com ações que podem ser desenvolvidas para utilização racional da energia elétrica. Em sua exposição, ele apresentou cenários de otimização de faturamento, que implicam redução na demanda e nos custos. “Toda energia que é consumida no horário de ponta, das 18h às 21h, tem um custo sete vezes mais elevado. Então, o que puder deixar de ser utilizado nesse período vai impactar bem mais do que no restante do dia”, sugeriu.

De acordo com uma das projeções apresentadas pela Companhia, se houver a transferência de pelo menos 5% de consumo de energia elétrica da UFRB para os horários fora de ponta, a instituição terá uma economia anual de 18% em seu faturamento. “Isso para nós é investimento. Precisamos qualificar onde nossa energia está sendo gasta e construir um trabalho de conscientização e mudança de cultura, que passa pelo docente, estudante e técnico-administrativo”, disse o pró-reitor de Planejamento da UFRB, José Mascarenhas.

Para o gestor da Unidade Territorial de Distribuição (UTD) da Coelba em Santo Antônio de Jesus, Rodrigo Carvalho, trata-se também de qualificar o uso para evitar o desperdício e garantir o melhor atendimento das necessidades da instituição. Nesse sentido, a gestora de Relacionamento do Poder Público e Novos Clientes Corporativos, Sandra Fonseca, anunciou a Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética, prevista para setembro, como uma oportunidade para a UFRB apresentar uma proposta para racionalização do uso de energia.

Presenças registradas

A reunião também contou com a participação da pró-reitora de Administração da UFRB, Rosilda Santana; da coordenadora de Serviços Operacionais, Joice Gonçalves; do chefe do Núcleo de Logística Sustentável, Leandro Barreto, do chefe do Núcleo Técnico de Engenharia, Pedro Barbosa; do técnico da UTD da Coelba em Santo Antônio de Jesus, André Silva, e da técnica da Coelba em Salvador, Luele Chalegre.

{gallery}noticias2017/reuniao_coelba_cruz{/gallery}



UFRB divulga nota sobre processo seletivo de vagas remanescentes

30 de Agosto de 2017, 15:16, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio de sua Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), publicou um Comunicado no qual informa a alteração do processo de ocupação de Vagas Remanescentes. Segundo a Nota, a partir do semestre 2017.1 serão efetivadas duas modalidades de processos, um para a ocupação de vagas ociosas de processos seletivos anteriores a 2017 a ser realizado em 2017.2 mediante processo seletivo especial, para ingresso em 2018.1, com avaliação específica, através de edital para os cursos de graduação da UFRB; e outro, para a ocupação de vagas remanescentes do SiSU, edição 2017.1, e do Cadastro Seletivo, utilizando a nota obtida no ENEM (2016), como meio de verificação de rendimento, através do Edital 026/2017, para ingresso no semestre letivo 2017.2.

Confira o Comunicado oficial na íntegra.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/prosel.



UFRB tem filmes selecionados para Festival Universitário de Cinema de Brasília

30 de Agosto de 2017, 14:02, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

Quatro curtas-metragens de estudantes do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) estão entre os 20 selecionados para exibição no I Festival Universitário de Cinema de Brasília – FestUniBrasília. A relação dos filmes selecionados para exibição foi divulgada no dia 20 de agosto no site do evento. As exibições serão feitas em 16 e 17 de setembro.

A comissão organizadora registrou 279 inscrições de filmes universitários produzidos por estudantes de escolas de cinema e audiovisual brasileiras, de diversos estados, finalizados nos anos de 2015, 2016 e 2017. Dos 20 selecionados, cinco são baianos, sendo quatro produzidos por estudantes da UFRB: o documentário “Latossolo”, de Michel Santos, o experimental/videoarte “O arco do medo”, de Juan Rodrigues, e os filmes de ficção “Fervendo”, de Camila Gregório, e “As melhores noites de Veroni”, de Ulisses Arthur.

O FestUniBrasília, fruto da parceria com o Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual (Forcine), fará parte da programação oficial do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que será realizado de 15 a 24 de setembro. Um dos mais tradicionais eventos audiovisuais do país chega a sua 50ª edição e abre espaço para o trabalho de universitários de todo o país.

Três produções serão premiadas como melhores filmes e receberão o Troféu Candango. O júri oficial será composto por três membros com experiência na área do cinema e audiovisual. Os três curtas premiados também serão exibidos na abertura do Congresso do Forcine, dia 20 de setembro, na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), em Foz do Iguaçu.

Mostra Competitiva

A UFRB também marcará presença na Mostra Competitiva do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Na lista de selecionados, há três filmes dirigidos por estudantes e egressos da universidade que estão na competição: o longa-metragem “Café com Canela”, de Glenda Nicácio e Ary Rosa, e os curtas “Mamata”, de Marcus Curvelo, e “As melhores noites de Veroni”, de Ulisses Arthur.

No dia 12 de setembro, o curso de Cinema e Audiovisual da UFRB promove um debate sobre os filmes selecionados, no Cine Theatro Cachoeirano.

Conceito máximo

O curso de Cinema e Audiovisual é ofertado no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), campus de Cachoeira. Criada em 2008, a graduação obteve conceito cinco na avaliação de curso, nota máxima atribuída pelo Ministério da Educação.



Editora da UFRB disponibiliza e-book produzido pela SEAD sobre produção sonora

29 de Agosto de 2017, 17:07, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (EDUFRB) disponibilizou na sua página eletrônica o e-book Percurso do som na produção sonora: Da fonte sonora ao aparelho auditivo. De autoria de Macello Medeiros do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), a obra pretende demonstrar o fluxo sonoro numa produção sonora para compreender o caminho percorrido pelo som desde a captação de uma fonte sonora até a sua percepção pelo aparelho auditivo. Segundo o autor, a proposta é oferecer uma alternativa para introduzir os leitores não acostumados com os termos e vocabulário da área de produção sonora, permitindo transitar por ela sem muitas dificuldades.

A obra foi contemplada no Edital Nº 04/2016 de Apoio à Publicação de Livros Eletrônicos (E-books) da Superintendência de Educação Aberta e a Distância (SEAD), responsável pela produção dos E-books. O resultado do edital foi apresentado durante o I Simpósio Internacional em Tecnologias Educativas e EaD (SITEE 2017).  Os livros selecionados foram resultados de classificação definida pela equipe multidisciplinar da SEAD, que encaminhou o parecer para apreciação do Conselho Editorial da UFRB.

O primeiro e-book  da EDUFRB é o título “Foia dos rocêro: crítica política e humor na imprensa baiana do século XIX”,  de autoria de Neuma Augusta Dantas e Silva. A obra analisa o jornal semanário Foia dos Rocêro  durante o seu primeiro ano de circulação (1899-1900).

Confira a obra na íntegra

EDUFRB  -  A Editora está em atividade desde 2010.  Os livros podem ser adquiridos na própria editora mediante apresentação do comprovante de pagamento de uma Guia de Recolhimento da União simples (GRU). Para gerar a GRU é necessário acessar o site do Ministério da Fazenda e preencher os dados da UFRB listados na página eletrônica da EDUFRB. A editora está localizada no prédio da Biblioteca Universitária de Cruz das Almas, campus Universitário.   

Confira as obras disponíveis no site da EDUFRB. 



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres