Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

CECULT abre inscrições da seleção para monitoria remunerada e voluntária

27 de Julho de 2016, 14:58, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Comitê de Monitoria do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) torna público o edital do Programa de Monitoria Remunerada e Voluntária. As inscrições seguem abertas de 1º de agosto a 02 de setembro, no horário das 9h às 17h, no setor do Núcleo Acadêmico (NUAAC), na sede provisória do centro de ensino.

São ofertadas 05 bolsas de monitoria remunerada no valor de R$ 400 e com carga horária de 12 horas semanais e 02 vagas para monitoria voluntária com carga horária de oito horas semanais. As inscrições são reservadas aos discentes regularmente matriculados em cursos de graduação do CECULT que comprovem aprovação igual ou superior a 7,0 (sete) no componente curricular de referência ao qual queiram se candidatar.

Os componentes com oferta de vaga são: Estúdio II – Gravação e Captação Sonora; Desenho Técnico; Seminários Especiais em Cultura, Linguagens e Tecnologias; Plásticas Sonoras – Criação de Tecnologias para Performances e Instalações Artísticas; História e Apreciação da Música Popular e História e Apreciação da Música Brasileira. Os candidatos podem se inscrever em mais de um componente curricular, mas só podem assumir a monitoria de um componente, caso sejam selecionados.

A homologação das inscrições será divulgada no mural da sede do CECULT até o dia 06 de setembro. A seleção acontece no dia 08 de setembro e constará de duas etapas: prova de conhecimentos básicos referentes ao componente curricular pleiteado e entrevista. O resultado será divulgado na sede e na página do CECULT na internet.

Confira o Edital do Programa de Monitoria Nº 02/2016 – CECULT.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/cecult



Observatório Nacional Diversifica promove Encontro de Saberes no CCS

26 de Julho de 2016, 12:39, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Observatório Nacional da Inclusão e Diversidade na Educação (Diversifica) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) promoveu o Encontro de Saberes no Centro de Ciências da Saúde (CCS), no campus de Santo Antônio de Jesus, nesta segunda-feira, 25 de janeiro. O professor José Jorge da Universidade de Brasília e coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Inclusão no Ensino Superior (INCT) foi o palestrante do encontro.

O evento teve como objetivo abordar questões relativas ao saber acadêmico e aos saberes tradicionais. No início de sua fala, José Jorge descreveu o prazer de estar na UFRB e o histórico do Encontro de Saberes nas Universidades Brasileiras. Abordou o eurocentrismo da academia e opinou sobre a necessidade dos professores nas universidades olharem para o lugar onde se encontram. Em sua opinião, muitas universidades carregam consigo os nomes do estado, mas, na verdade, elas estão apenas localizadas no estado, não adotando os saberes da região. “Há a necessidade de lutar pela tradição viva, a experiência como pedagogia”, apontou.

O reitor da UFRB entre os anos 2006 e 2015 e secretário de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação (MEC), 2015-2016, Paulo Gabriel Nacif, foi o mediador da palestra, que contou ainda com a participação do professor visitante Nacional Sênior da Capes na UFRB Kabengele Munanga. “Nós podemos falar de um país formado por centenas de povos. E lamentavelmente, tudo isso é ignorado em função de um processo de colonização que utiliza a força e a precarização da educação como instrumentos”, afirmou Nacif.

Na mesa de abertura, a coordenadora, Luciana Alaíde, e o vice-coordenador Everson Meirelles do Observatório Nacional da Inclusão e Diversidade na Educação (Diversifica). A diretora do CCS, Flávia Henrique, e a pró-reitora de extensão Tatiana Veloso que falou sobre a importância do encontro de aprendizagem mútuo, a partir de espaço de construção de novos e velhos conhecimentos. 

"O projeto encontro  de saberes nos mostrou uma experiência exitosa de aproximação do saber tradicional com o epistêmico, possibilitando uma melhor compreensão do contexto cultural em que a universidade está inserida", observou o professor Eniel Espírito Santo do Núcleo de Educação Continuada da Superintendencia de Educação Aberta e Distância sobre o evento. 

Encontro de Saberes: o projeto Encontro de Saberes nas Universidades Brasileiras é uma iniciativa do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa (INCTI), sediado na Universidade de Brasília, que faz parte do programa de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

De acordo com o portal do INCTI, a meta do projeto é propiciar um espaço de experimentação pedagógica e epistêmica no ensino capaz de inspirar resgates de saberes e inovações que beneficiem a todos os envolvidos – estudantes, mestres e professores. 

{gallery}noticias2016/encontro-saberes{/gallery}



PET Mata Atlântica promove plantio de espécies nativas para Bosque de Convivência

22 de Julho de 2016, 17:56, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O Grupo PET Mata Atlântica: Conservação e Desenvolvimento da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) promoveu nesta quarta-feira, 20 de julho, o plantio de cerca de 200 mudas de espécies nativas no espaço localizado atrás do prédio de Ciências Biológicas Prof. Elinsmar Adorno. O objetivo é que a área se torne o Bosque de Convivência da Mata Atlântica, um ambiente para confraternização da comunidade acadêmica e uso didático em aulas de Botânica e Ecologia.

“O Bosque é o embrião do projeto Arboreto, que o Núcleo de Meio Ambiente pretende desenvolver para revegetação da UFRB e de ao menos três nascentes na cidade de Cruz das Almas”, explica Rodrigo Silva, estudante do 8º semestre da Licenciatura em Biologia e membro do PET Mata Atlântica. “Toda a comunidade acadêmica e todos que visitam a Universidade poderão usufruir desse espaço. Quando as mudas estiverem mais crescidas, bancos serão colocados no local, que também poderá ser usado por professores de disciplinas ligadas a conservação da natureza”, completa.

De acordo com Silva, alguns benefícios já são imediatos, como a satisfação dos participantes em reverter áreas de pastagem degradada em áreas de convívio harmônico com a natureza. Em longo prazo, ele cita a melhoria da qualidade do ar, uma vez que as árvores retiram da atmosfera o poluente Co², e o efeito de tamponamento de temperatura no Setor de Ciências Biológicas. O estudante também acredita que a ação pode estimular outras atitudes similares na UFRB e na cidade.

“Segundo os dados da SOS Mata Atlântica/INPE de 2014 restam em nosso município pouco mais de 3% da cobertura desse bioma, que no passado tomava toda nossa cidade, o que ratifica a importância da conservação de nossa Mata Atlântica”, diz Silva. Na ação, foram plantados exemplares de 40 diferentes espécies arbóreas da Mata Atlântica, dentre elas Ingá, Jequitibá, Jatobá, Guapuruvu; Tararanga, Mozê, Angico e palmeira Pati. As mudas foram doadas pela Organização de Conservação da Terra (OCT).

A ação de restauração ecológica contou ainda com o apoio do Núcleo de Meio Ambiente da Superintendência de Implantação e Planejamento do Espaço Físico (SIPEF), do Laboratório de Ecologia Vegetal e Restauração Ecológica (LEVRE) e de funcionários da Fazenda Experimental, além de estudantes e professores do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB).

Sobre o PET Mata Atlântica – Sob tutoria da professora Alessandra Nasser Caiafa, o grupo é vinculado ao Programa de Educação Tutorial do MEC e desenvolve ações no sentido de promover uma formação de qualidade, estimulando a fixação de valores que reforcem a cidadania, a consciência social e a melhoria dos cursos de graduação. O PET foi criado em dezembro de 2010 sob uma temática voltada a conservação da Mata Atlântica com uma proposta que objetiva o estímulo à formação profissional a contribuição para a melhoria da qualidade no ensino superior do país. 

Mais informações são encontradas na página do grupo PET Mata Atlântica.

Confira fotos:

{gallery}noticias2016/bosque-pet{/gallery}

 



Nota de esclarecimento sobre o atraso dos salários dos funcionários terceirizados

22 de Julho de 2016, 14:45, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vem a público prestar esclarecimentos acerca do atraso dos salários dos funcionários terceirizados vinculados às empresas DSP (Limpeza), ATENTO (Vigilância) e LOCRHON (Portaria e Apoio Administrativo).

De acordo com cláusula contratual, claramente expressa nos instrumentos celebrados com as empresas que prestam serviços terceirizados nesta Universidade, o pagamento dos salários dos funcionários deverá ser realizado até o 5º dia útil de cada mês.

A não realização do pagamento no prazo estipulado em contrato incorre nas penalidades de advertência, multa e, em persistindo as irregularidades, rescisão unilateral do contrato.

Vale ressaltar que ao assinar o contrato, a empresa se responsabiliza em assumir o pagamento dos seus funcionários rigorosamente em dia, por até 03 meses, independente de a Universidade ter quitado a fatura correspondente ao mês que está sendo pago.

Mesmo considerando a crise orçamentária e financeira que vem passando as universidades, a UFRB tem envidado esforços para garantir o cumprimento das suas obrigações contratuais.

A UFRB manifesta sua indignação diante dos atrasos nos salários dos funcionários terceirizados, não coadunando com estas práticas, tendo em vista a atenção que sempre dispensou ao cumprimento das suas obrigações enquanto contratante destes serviços e espera que esta situação se normalize com a maior brevidade possível. 



Mestrado Profissional em Educação do Campo abre seleção para aluno especial

20 de Julho de 2016, 17:55, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

O curso de Mestrado Profissional em Educação do Campo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) está com inscrições abertas para o processo seletivo visando à ocupação das vagas de Aluno Especial, a serem oferecidas no semestre letivo 2016.2. São ofertadas 36 vagas, preferencialmente para profissionais da educação e educadores do campo que tenham as escolas do campo e as comunidades rurais como lócus de atuação profissional. O período de inscrição segue até o dia 29 de julho.

Os interessados devem requerer sua inscrição pessoalmente ou por meio de procuração, na sede do Colegiado da Educação do Campo, localizado no Pavilhão Administrativo do Centro de Formação de Professores, campus da UFRB em Amargosa. O programa não cobra taxa de inscrição ou de matrícula. O candidato pode se inscrever em até dois componentes curriculares, inscrevendo-se separadamente em cada um deles. Para a seleção, é preciso ter concluído curso de graduação e apresentar perfil de atuação profissional e política com aderência à área nos últimos dois anos.

A seleção ocorrerá em única etapa eliminatória constituída de Análise Documental, em que serão avaliados a Carta de Intenção (peso 7) e o Currículo (peso 3). O resultado será divulgado no dia 08 de agosto, no site do Programa. O preenchimento completo do número de vagas dependerá do desempenho dos candidatos no processo seletivo. A matrícula acontece no período de 10 a 12 de agosto, na coordenação do curso.

Sobre o curso – Trata-se do primeiro Mestrado em Educação do Campo existente no Brasil. Tem por propósito intermediar o diálogo entre a diversidade camponesa e o fazer pedagógico. Para tanto, o curso abrange duas linhas de pesquisa: 1- Formação de Professores e Organização do Trabalho Pedagógico nas Escolas do Campo e 2 - Trabalho, Movimentos Sociais e Educação.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/educampo.

Dúvidas: mestrado.campo@cfp.ufrb.edu.br ou (75) 3634-3921.



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres