Gehe zum Inhalt

Warenkorb

Warenkorb leeren
Einkauf beenden
Gesamt:
Warenkorb anzeigen Warenkorb verstecken
Vollbild Einen Artikel vorschlagen

Notícias

January 12, 2009 22:00 , von Unbekannt - | 1 Person following this article.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

UFRB recebe Moacir Gadotti em conferência sobre Perspectivas da Educação

October 25, 2016 18:58, von UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

Em homenagem aos 95 anos de nascimento do educador Paulo Freire (1921-1997), a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) recebeu na última sexta-feira, dia 21 de outubro, o professor Moacir Gadotti, presidente do Instituto Paulo Freire, para a conferência “Perspectivas da Educação Diante das Ameaças à Democracia”. O evento aconteceu no auditório da Biblioteca do Campus Cruz das Almas e teve como organizadores o Programa Todos Pela Alfabetização (TOPA) do Governo da Bahia e o Observatório Diversifica e a Pró-Reitoria de Extensão (PROEXT) da UFRB.

Fizeram parte da mesa de abertura o reitor da UFRB, Silvio Soglia, a coordenadora do Observatório Diversifica, Luciana Alaíde, e a coordenadora do TOPA, Francisca Elenir. “É nossa responsabilidade proporcionar esses espaços de diálogo e resistência na universidade”, disse a professora Luciana. Em seguida, o reitor falou da imensa alegria em receber o professor Moacir Gadotti na UFRB e quebrando o protocolo do evento, convidou pessoalmente o presidente do Instituto Paulo Freire para a mesa. “Você representa muitíssimo bem a filosofia que queremos cada vez mais nas nossas escolas. Nós queremos mais Paulo Freire! Nós queremos mais educação emancipadora e cidadã!”, afirmou Soglia.

Para compor a mesa ao lado do professor Moacir Gadotti, foi convidado o também pedagogo Almerico Lima, ex-superintendente de Desenvolvimento da Educação Profissional da Bahia e atualmente professor da UFRB. A conferência teve como mediador o professor Clóvis Ezequiel, ex-diretor do Núcleo Regional de Educação nº 21 (antiga DIREC 4) sediado em Santo Antônio de Jesus e colaborador do Observatório Diversifica da UFRB. O mediador saudou os presentes e, ao apresentar o currículo dos conferencistas, destacou sua honra de estar ao lado de dois grandes educadores. Logo, passou a palavra para Almerico Lima, convidado a apresentar um panorama sobre as questões da atual reforma do Ensino Médio.

Para Lima, a “pretensa reforma do Ensino Médio” está calcada em duas grandes questões consideradas falácias: uma é da urgência, diante da qual utiliza como método uma medida provisória, sem consulta prévia à sociedade, e a outra é a da captura de ideias arcaicas usadas agora como avançadas. Tais ideias denotam uma visão restrita da educação básica e não uma visão integral, que forma pessoas, trabalhadores e cidadãos. “A crise do Ensino Médio tem causas históricas e multideterminadas. Se não fizermos o diagnóstico acertado, podemos matar o paciente”, avaliou o educador.

Em sua opinião, as atuais mudanças educacionais refletem uma rearrumação de forças no plano nacional. "Nos tempos que vivemos, precisamos de gente de coragem e é a corajosa UFRB, todos que estão aqui e, principalmente, os estudantes do Ensino Médio, que vão fazer a diferença no processo de ataque aos direitos sociais, entre eles a educação pública de qualidade”, conclamou Lima.

Moacir Gadotti - Na fala mais esperada do dia, o presidente do Instituto Paulo Freire iniciou agradecendo o convite da UFRB. “Essa universidade não vive um momento qualquer, porque ela não é uma universidade qualquer. Aqui está se travando uma luta por uma outra educação possível e necessária. E a luta é muito maior do que derrotas momentâneas”, disse. “Quanto mais a bota da opressão pisa no oprimido, mais o oprimido sente a sua capacidade de resistir. Os estudantes estão dando sua lição de democracia”, completou, referindo-se ao movimento de ocupação dos prédios da instituição pelos discentes em protesto contra as medidas de reforma para a Educação.

Na definição de Gadotti, estamos apenas enfrentando mais uma luta que a classe trabalhadora enfrenta há séculos, o que inclui a defesa da universidade inclusiva frente à hegemonia do privado e da mercantilização como conceito. “Não é fácil fazer inclusão com qualidade, é toda uma construção epidemiológica, prática e teórica”, afirmou. E como não poderia deixar de ser, lembrou o que Paulo Freire defendia nas décadas de 50 e 60, que educação não é privilegio e que todos devem estar na universidade.

Assista na íntegra a conferência no canal da UFRB no Youtube

{gallery}noticias2016/gadotti{/gallery}



SEAD divulga Edital Interno de Apoio à Publicação de Livros Eletrônicos

October 24, 2016 23:34, von UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Superintendência de Educação Aberta e a Distância (SEAD) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em parceria com a Superintendência da Editora da UFRB (EDUFRB), torna público o Edital Nº 04/2016 de Apoio à Publicação de Livros Eletrônicos (E-books). O período de inscrição tem início nesta segunda-feira, 24 de outubro, e segue até 31 de janeiro de 2017.

As inscrições deverão ser feitas no endereço https://www.ufrb.edu.br/ead/editais ou por meio de formulário disponível online. O texto proposto para o livro eletrônico deve ser acompanhado de sumário, apresentação, mini currículo(s) do(s) autor(es) e imagem para a capa. Será selecionado um título para cada Centro de Ensino da UFRB.

As obras poderão conter temas diversos, sendo de livre escolha do(s) autor(es). Os livros selecionados serão resultados de classificação definida pela Equipe Multidisciplinar da SEAD, que encaminhará o parecer para apreciação do Conselho Editorial da UFRB. A partir de 30 de abril, será feita a divulgação dos resultados na página da SEAD.

Confira o Edital Nº 04/2016 de Apoio à Publicação de Livros Eletrônicos (E-books).

Mais informações: SEAD



Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos realiza 2º Encontro de Ética na Pesquisa

October 22, 2016 0:09, von UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O 2º Encontro de Ética na Pesquisa da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi realizado na última quarta-feira, 19 de outubro, no auditório da Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI),  campus Cruz das Almas. O evento teve como foco a ética na pesquisa dos seres humanos, por meio da análise de aspectos importantes para a preservação dos direitos, da cultura e do respeito aos participantes de uma pesquisa.  

O Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP) da UFRB foi responsável pela realização do evento. A mesa de abertura do encontro contou com a participação da pró-reitora Rosineide Mubarack da PPGCI e da coordenadora do CEP, Fabiana de Paula. A Pró-Reitora da PPGCI falou sobre o comprometimento dos membros da CEP da UFRB, destacando a importância do intercâmbio de saberes entres as CEPs de outras universidades: “a universidade é construída em rede”. Em sua opinião, o encontro é importante para ampliar “o entendimento do que significa ter de registrar a pesquisa, o processo e o rigor enfrentado nos pareceres fruto do trabalho da comissão”.

O Comitê de Ética em Pesquisas com Seres Humanos faz parte do sistema CEP/CONEP, vinculado ao Ministério da Saúde. Teve início em 2009 e hoje é composto por servidores docentes, técnico-administrativos e representantes dos usuários. “A CEP tem um papel consultivo e educativo, que fomenta a reflexão em torno da ética na ciência, no qual todos os membros participam de forma voluntária das atividades desenvolvidas”, explica a coordenadora Fabiana de Paula.

A professora Adriana Lopes da UFRB foi a primeira palestrante do dia. Ela falou sobre a ética como reflexo da sociedade, no qual um conjunto de valores históricos e culturalmente construídos possui ligação com o comportamento humano. Já no início de seu discurso, trouxe um questionamento: “será que na pesquisa com seres humanos, o comportamento dos participantes e do pesquisador estão associados?”. Ao responder afirmativamente, Lopes também enumerou pontos fundamentais à ética em pesquisa: “o pesquisador não pode adulterar nenhuma das diversas etapas da pesquisa” e “não pode manipular resultados”.

Além de palestrantes da UFRB, o evento contou com representações do Conselho Nacional de Saúde (Conep) do Ministério da Saúde e do CEP da Faculdade Bahiana de Medicina e Saúde Pública. A primeira edição do evento foi em 2013.

Confira recomendações básicas da CEP aos pesquisadores.

Mais informações: CEP

Abaixo, fotos do evento:

{gallery}noticias2016/etica{/gallery}

 



CFP reabre inscrições para seleção de pesquisador de Tecnologia em Agroecologia

October 21, 2016 19:02, von UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O Centro de Formação de Professores (CFP) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) torna público que estão reabertas, no período de 21 a 25 de outubro, as inscrições para seleção de Professor Pesquisador para o curso de Tecnologia em Agroecologia. Os interessados irão atuar nas funções de Pesquisador Docente e Pesquisador Monitor, entre o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA/INCRA) e a UFRB.

As inscrições são reservadas aos docentes da UFRB, de outras Instituições de Ensino Superior, Centros de Pesquisa e/ou Grupos de Estudos reconhecidamente ligados às áreas específicas de interesse do curso, a saber: Agroecologia, Educação do Campo e Economia Solidária. As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pelo e-mail: [email protected], dirigidas à Comissão de Seleção.

O processo seletivo constará da análise da qualificação acadêmica com base no currículo Lattes, da análise do plano de curso para Pesquisador Docente e da análise da carta de intenção para Pesquisador Monitor. A divulgação do resultado final será feita a partir do dia 28 de outubro no portal da UFRB e no site do CFP.

Nesta nova etapa, serão selecionados até dois Pesquisadores Docentes para os componentes curriculares de Língua Estrangeira-Espanhol e Fundamentos da Física II, aos quais será paga uma bolsa de pesquisa de até R$ 1.700,00 por turma ministrada. O período de realização das atividades do curso está inserido no Calendário Acadêmico da UFRB do semestre letivo 2016.1.

Confira o Edital Interno Nº 10/2016 – CFP.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/cfp



Nota da Reitoria sobre a mobilização nacional em defesa da educação

October 20, 2016 23:16, von UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), historicamente pautada pelo ideal de uma universidade democrática, participativa e inclusiva, expressa sua preocupação com os rumos da educação nacional no que concerne à manutenção da gratuidade e dos investimentos em prol da ampliação da qualidade de uma educação pública e socialmente referenciada.

A aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Nº 241/2016 impactará na diminuição dos recursos públicos, afetando o ensino, a pesquisa, a extensão e as políticas de permanência de estudantes com reconhecida demanda socioeconômica e recorte etnicorracial, negro e indígena. Assim como, impactando negativamente a política de expansão e a melhoria da qualidade do ensino superior.

A Reitoria da UFRB compreende a necessidade da implementação de medidas que visem o reequilíbrio das finanças públicas de modo a assegurar, não o retrocesso, mas sim a ampliação do investimento público na educação e saúde, garantindo os direitos essenciais da população brasileira.

A Reitoria está acompanhando o movimento que deliberou a ocupação do Prédio da Reitoria e de todos os Centros de Ensino da UFRB e reconhece o papel formativo da organização estudantil no exercício da cidadania e da democracia por meio do posicionamento político em defesa da educação.

Conclamamos a sociedade e suas representações para a defesa da educação pública gratuita e de qualidade, reafirmando a disposição para o diálogo no fortalecimento das políticas públicas e institucionais em favor da equidade pela via da educação.



Kategorien

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil