Go to the content
Show basket Hide basket
Full screen Suggest an article

Notícias

Gennaio 12, 2009 22:00 , by Unknown - | 1 person following this article.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Reitor convoca comunidade acadêmica para dia de mobilização contra o Aedes

Aprile 18, 2016 14:48, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) Silvio Soglia convoca a comunidade acadêmica para mais um dia de mobilização contra o Aedes aegypti que acontecerá em todos os campi, com atividades educativas e "faxinaço", na quarta-feira, dia 27 de abril. Estão convocados servidores de todas as unidades da UFRB, bem como estudantes e funcionários terceirizados.

A atividade será coordenada pelo Grupo de Trabalho que planeja e desenvolve ações de mobilização, educação e prevenção contra a proliferação do mosquito na UFRB e que possui representantes em cada Centro de Ensino. A nova convocação acontece no início do período de chuvas na Bahia, especialmente no Recôncavo, que impõe a necessidade de reforço das medidas para a eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti.

O GT disponibilizará adesivos e cartazes para alertar sobre a importância do combate à proliferação do mosquito. O ciclo de reprodução do Aedes, do ovo à forma adulta, pode levar de 5 a 10 dias, sendo ele o principal responsável pela transmissão da Dengue, da febre Chikungunya e do Zika vírus. O objetivo é eliminar os focos e interromper este ciclo, aderindo mais uma vez ao cenário nacional de mobilização.

A reitoria reforça o convite para que toda a comunidade acadêmica possa aderir também a esta luta contra o Aedes aegypti que é de responsabilidade de todos.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/combateaedes



Novos membros do Conselho Editorial da EDUFRB tomam posse

Aprile 15, 2016 18:39, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

Os novos membros do Conselho Editorial da Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (EDUFRB) tomaram posse nessa sexta-feira, dia 15 de abril, na Sala dos Conselhos, prédio da Reitoria. Na ocasião, o reitor Silvio Soglia empossou os titulares e suplentes designados por meio da Portaria Nº 324/2016 para a nova composição do órgão, relativa ao biênio 2016-2018.

“É com grande entusiasmo que presido o ato de posse deste conselho cujos produtos são fundamentais para a qualificação da nossa instituição. Temos um histórico na EDUFRB que diz muito de como avançamos rapidamente a um patamar que nos coloca como uma importante editora no âmbito da Associação Brasileira de Editoras Universitárias (ABEU)”, disse o reitor Silvio Soglia.

Presidido pelo superintendente da EDUFRB, professor Sérgio Mattos (CAHL), o Conselho é composto também pelos titulares Alexandre Almassy (PPGCI), Celso Luiz Borges (CETEC), Geovana Monteiro (CFP), Jeane Tavares (CCS), Léa Carvalho (CCAAB), Nadja Vladi (CECULT), Silvana Lima (CETENS) e Wilson Penteado (CAHL) e suplentes Carlos Alfredo Carvalho (CCAAB), Robério Marcelo Ribeiro (CAHL) e Rosineide Mubarack (PPGCI).

O presidente do Conselho e superintendente da EDUFRB, professor Sérgio Mattos, deu boas vindas aos novos conselheiros e destacou a importância de suas atribuições, dentre as quais apoiar a política e normas editoriais e decidir sobre as edições das obras. Ao final, ele ressaltou as conquistas da editora nos últimos anos. “Nosso acervo é composto de 37 livros publicados e disponibilizados online. Até os três primeiros meses de 2016, já totalizamos quase 150 mil downloads gratuitos”, disse.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/editora

{gallery}noticias2016/posse-conselho-editorial{/gallery}



PROGRAD divulga cadastro de vagas para estágio curricular

Aprile 15, 2016 18:34, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), através do Núcleo de Gestão de Estágio (NUGEST), informa que já se encontra disponível o formulário de cadastros de projetos para a alocação de vagas de estagiários (bolsistas ou voluntários). O cadastro registrará todos os projetos desenvolvidos no âmbito dos Centros de Ensino, que mantém discentes na condição de estagiários, voluntários ou bolsistas, cumprindo assim, as exigências para a formalização, validação e acompanhamento dos estágios, conforme prevê a Resolução CONAC 38/2011.

Os estagiários serão selecionados pelos respectivos projetos considerando as exigências legais e institucionais referentes à matrícula regular no Componente Curricular Estágio Supervisionado, e demais critérios específicos de cada projeto.

Para o efetivo reconhecimento do estágio curricular deverão ser cumpridos os procedimentos de registro de documentação aos quais se refere a Resolução CONAC 38/2011.

Só será validada a vinculação de estudantes a projetos de pesquisa, extensão e ensino que atendam às especificidades da regulamentação desta modalidade.

O formulário do cadastro do projeto deve ser efetivado pelo servidor Docente ou Técnico responsável, e está disponível no sítio de Estágio da UFRB.

Confira a Resolução CONAC Nº 38/2011.



Enem 2016 terá identificação biométrica e novo aplicativo; inscrições começam em 9 de maio

Aprile 15, 2016 16:46, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 começam em 9 de maio próximo. O prazo vai até às 23h59 do dia 20. A edição do exame deste ano trará, pela primeira vez, o reconhecimento individual, com a impressão da digital na ficha de identificação do participante por meio de selo gráfico, autoadesivo. Todos os detalhes foram apresentados pelo ministro Aloizio Mercadante na quinta-feira, 14, e estão no edital do Enem 2016, publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 15.

“A coleta acontece no primeiro ou no segundo dia de provas; não há nenhuma possibilidade de uma pessoa fazer prova no lugar de outra”, ressaltou o ministro. O novo procedimento de segurança soma-se aos demais — envelope com lacre e detector de metais. Já o aplicativo Enem 2016 para celulares, desenvolvido pelo MEC, trará todas as informações necessárias aos participantes ao longo do exame, além do acompanhamento da inscrição.

Disponível para smartphones, o recurso também servirá para o envio de informações aos inscritos, como cronograma do Enem, mural de avisos, dicas e resultados, além de espaço para contato. “O participante vai ter um instrumento de diálogo contínuo com o MEC e vai poder guardar a senha de forma segura”, destacou Mercadante.

Isenção — O Enem deste ano tem uma estimativa de 8 milhões de inscrições. “Destes, 2,2 milhões são estudantes que estão no último ano do ensino médio, que precisam fazer a prova este ano”, lembrou o ministro. Além dos concluintes do ensino médio em 2016 matriculados em escolas da rede pública, estão isentos da taxa de inscrição aqueles que se declararem carentes. Como previsto na edição do ano passado, os isentos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício na próxima edição.

Aqueles que obtiveram isenção no Enem de 2015, não compareceram aos dois dias de provas, mas pretendem pedir nova isenção, devem justificar a ausência, conforme previsto no edital. Haverá campo específico para o esclarecimento no próprio sistema de inscrição.

A medida, adotada a partir da edição do ano passado, contribui para reduzir a abstenção e, por consequência, evitar desperdício de dinheiro público. O Enem de 2015 contou com 7,7 milhões de inscritos. A abstenção ficou em 25,5%, a menor da série histórica do exame.

Para dar mais comodidade e opções aos não isentos da taxa, o pagamento, este ano, pode ser efetuado em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU). O valor da taxa será de R$ 68. O pagamento deve ser feito até às 21h59 (de Brasília), do dia 25 de maio.

A confirmação das inscrições será feita apenas pela Página do Participante. No ato da inscrição, os candidatos precisarão informar um número de celular ou de telefone fixo válidos, bem como cadastrar um endereço eletrônico (e-mail), o qual não pode ser utilizado por outro participante.

Especiais — Pessoas com deficiência ou necessidades específicas contarão com atendimento especializado, de acordo com solicitação a ser feita pelo próprio interessado no sistema de inscrições. Para tanto, devem dispor de documento comprobatório, legível. Nele, deve constar o nome completo do participante; o diagnóstico com a descrição da condição que motivou o pedido de atendimento diferenciado; a assinatura e a identificação do médico ou profissional especializado, com o número do registro no Conselho Regional de Medicina ou no conselho de classe.

Nome — Travestis e transexuais que pretendem ser identificados pelo nome social devem fazer a inscrição normalmente, no período estabelecido no edital, de 9 a 20 de maio. Entretanto, para usar o nome social, precisam encaminhar cópia de documento de identificação, foto recente e formulário disponível on-line, preenchido, entre os dias 1º e 8 de junho próximo, pelo sistema, na Página do Participante.

Provas — Nos dois dias de exame — em 5 e 6 de novembro —, os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário oficial de Brasília). As provas terão início às 13h30. O tempo extra de meia hora será usado para procedimentos de segurança, como revista eletrônica, e para dar tempo a todos os presentes de entrar em sala e guardar os pertences. O período total de duração das provas permanece em quatro horas e meia no primeiro dia (sábado) e cinco horas e meia no segundo dia (domingo).

Oportunidades — A nota do Enem é usada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). A participação na prova também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Além disso, estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.

Em caso de dúvidas sobre o exame, os estudantes podem ligar para o telefone 0800 616161.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MEC



Andifes divulga nota pública sobre atuação de agentes do MPF

Aprile 15, 2016 16:38, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

NOTA PÚBLICA

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – ANDIFES, em reunião de seu Conselho Pleno, realizada em 14/04/2016, considerando a atuação de alguns agentes do Ministério Público Federal que configura indevida ingerência na gestão das universidades federais, vem se pronunciar nos seguintes termos:

  1. A missão acadêmica da universidade em todo o mundo pressupõe liberdade de ensinar e de aprender, de pesquisar e de divulgar conhecimentos como instituição responsável por formação, pesquisa e inovação em permanente diálogo com a sociedade.
  2. Recomendações no sentido de que universidades públicas se abstenham de promover ou participar de atividades relativas ao atual processo político do país são incompatíveis com o exercício cotidiano da autonomia que a Constituição Federal e a LDB fixam e garantem às universidades brasileiras.
  3. A ANDIFES não aceita que as conquistas de liberdade acadêmica, de autonomia intelectual e de direitos civis sejam arbitrariamente suspensas.

Assim, a ANDIFES vem se dirigir à comunidade universitária de todo o país e à sociedade brasileira para manifestar solidariedade aos dirigentes e instâncias acadêmicas que têm sofrido tentativas de cerceamento à liberdade de expressão e à autonomia da gestão.

Da mesma forma, vem se dirigir ao Ministério Público, solicitando seu empenho para que atitudes restritivas dessa natureza sejam excluídas das práticas de controle da gestão pública, em nome das liberdades individuais e institucionais, do preceito constitucional da autonomia universitária e do diálogo produtivo entre as instituições do Estado e a sociedade.

Brasília, 14 de abril de 2016.

Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – ANDIFES



Categories

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil