Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

UFRB abre seleção para Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena

9 de Outubro de 2019, 18:59, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre processo seletivo para o ingresso de alunos regulares no curso Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena, no primeiro semestre letivo de 2020.

As inscrições seguem abertas até o dia 15 de novembro, exclusivamente via internet no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). A documentação comprobatória deverá ser apresentada no ato da inscrição em arquivo digital único, em formato .pdf.

No total, são ofertadas dez vagas divididas entre as duas linhas de pesquisa: Uma vaga poderá ser ocupada por Servidores Técnico-Administrativos do quadro efetivo da UFRB, cinco vagas são reservadas à política de cotas da UFRB, duas vagas são reservadores para servidores do Sistema Único de Saúde (SUS) e duas vagas destinadas para ampla concorrência. O resultado de cada etapa e o resultado final do processo seletivo será divulgado em: www.ufrb.edu.br/mprofsaudenein

Pioneiro no Brasil

A proposta de mestrado profissional nasceu na área de Saúde Coletiva, por identificação na área, da presença de muitos professores com projetos de pesquisa e extensão relacionados a temática das desigualdades em saúde, pelo reconhecimento das características demográficas regionais do Recôncavo da Bahia e pelo próprio perfil da UFRB, composta da comunidade acadêmica mais negra do Brasil, como consta em seu Plano de Desenvolvimento Institucional, PDI (UFRB, 2014).

O curso de Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena é pioneiro e inédito no País ao contemplar a temática da saúde da população negra e indígena. A Bahia, o Estado mais negro do País, tem 81,4% da população autodeclarada descendente de africanos (60% pardos e 21,4% pretos) e existem, hoje, cerca de quinze povos indígenas, com população próxima de 40 mil indivíduos, vivendo em pelo menos 33 territórios, em 27 municípios e cerca de cem comunidades locais.

O mestrado profissional tem por objetivo qualificar quadros técnicos responsáveis pela gestão de políticas públicas de saúde em órgãos governamentais e não governamentais visando a otimização das práticas de gestão e de combate ao racismo institucional no SUS (Sistema Único de Saúde).

Os professores e pesquisadores Denize de Almeida Ribeiro, Rosa Cândida Cordeiro, Maria da Conceição Costa Rivemales, Fernando Vicentini, Djanilson Barbosa dos Santos e Jeane Saskya Campos Tavares foram os autores da proposta de mestrado.

Parte dos professores vinculados ao novo mestrado estão agrupados no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero, Raça e Saúde (NEGRAS). O NEGRAS é um grupo ativo criado desde 2012 que desenvolve, projetos de pesquisa, extensão, grupos de estudos, cursos e diversas atividades que englobam as dimensões étnico/raciais e de gênero no campo da saúde, na UFRB.

Integram o grupo, ainda, estudantes da graduação e do ensino médio, servidores técnicos, como também docentes e pesquisadores de outras Instituições de Ensino Superior que atuam em parceria.

Área de concentração

A área de concentração do Mestrado é Políticas e Ações de Saúde, que trata das decisões para definição de objetivos imediatos e futuros à saúde da população negra e indígena, além de englobar todo o conjunto de ações, em todos os níveis do governo, para o atendimento das demandas e necessidades das populações negra e indígena compreendendo a assistência, as intervenções ambientais no seu sentido amplo e as políticas externas no setor saúde.

Os eixos temáticos ou arcabouço conceitual da área de concentração tem por objetivo contribuir para a renovação conceitual e instrumental da equidade em saúde a fim de colaborar para o desenvolvimento de práticas e políticas de saúde capazes de promover o combate ao racismo, no contexto da transformação do papel do Estado e de suas políticas, levando-se em conta estratégias inovadoras.

O eixo temático foi concebido de forma a envolver conhecimentos interdisciplinares contribuindo para o domínio de várias áreas do conhecimento, o que se dará através de duas linhas de pesquisa: 1. Epidemiologia, Planejamento, Gestão em Saúde, Racismo Institucional e Iniquidades em Saúde; e 2.Conhecimentos tradicionais, adoecimento, cuidado, saberes e práticas de saúde e cura.

O pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI/UFRB), professor Carlos Alfredo Lopes de Carvalho considera a aprovação do mestrado "um marco no Centro de Ciências da Saúde (CCS)".

Perfil do egresso

O egresso do Mestrado Profissional em linhas gerais terá como conjunto dos objetivos terminais do curso, que contemplam a produção de conhecimentos e desenvolvimento de tecnologias em Saúde da População Negra e Indígena, enfatizando sua incorporação à prática institucional em diversos níveis; a promoção e a incorporação do enfoque epidemiológico no processo de formulação de políticas, planejamento, programação, gestão e avaliação de sistemas e serviços de saúde; e a difusão de conhecimentos, métodos, técnicas e instrumentos de trabalho na área de gestão, planejamento, programação, organização de serviços e avaliação em saúde da população negra e indígena.

Também constitui o perfil do egresso a contribuição para a democratização da informação técnico-científica na área de Saúde da População Negra e Indígena, fornecendo subsídios para a mobilização social em torno da promoção da saúde e bem-estar; e a inserção de forma crítica e criativa em processos sociais de construção da cidadania, subsidiando distintos sujeitos sociais na articulação de interesses em torno da melhoria dos níveis de saúde da população negra e indígena.

Confira o edital.

Dúvidas e esclarecimentos exclusivamente através do e-mail: [email protected]

Mais informações: https://sistemas.ufrb.edu.br/sigaa/public/processo_seletivo/lista.jsf



UFRB seleciona alunos para Mestrado em Comunicação, em Cachoeira

9 de Outubro de 2019, 18:42, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre processo seletivo para o ingresso de alunos regulares no curso de Mestrado do Programa de Pós-graduação em Comunicação, para o primeiro semestre letivo de 2020.

As inscrições seguem abertas até o dia 10 de novembro, exclusivamente via internet no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

O público-alvo são graduados ou graduandos de qualquer área. Candidatos estrangeiros somente poderão participar do processo seletivo com o diploma devidamente revalidado no Brasil.

No total, são ofertadas dezesseis vagas na área de concentração - Mídia e formatos narrativos- divididas entre as duas linhas de pesquisa: Comunicação e memória (8 vagas); e Mídia e sensibilidades (8 vagas).

Duas vagas poderão ser ocupadas por Servidores Técnico-Administrativos do quadro efetivo da UFRB e, atendendo à política de cotas, três vagas poderão ser destinadas a candidatos autodeclarados negros, uma vaga para pessoas com deficiência e duas vagas para indígenas, quilombolas e pessoas trans.

A taxa de inscrição do interessado é no valor de R$ 65,00 (sessenta e cinco reais), a ser pago através da GRU simples (Guia de Recolhimento da União), no Banco do Brasil.

A seleção constará de prova escrita (peso 4), análise do projeto (peso 4) e prova oral (peso 2). Essas três etapas têm caráter eliminatório e classificatório. A quarta etapa consiste em prova de Língua Estrangeira, de caráter classificatório, e consistirá em tradução de texto acadêmico escrito em inglês.

O local de realização das avaliações será em sala do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira oportunamente informado na página www.ufrb.edu.br/ppgcom.  O resultado de cada etapa e o resultado final do processo seletivo será divulgado no www.ufrb.edu.br/ppgcom.

Sobre o programa 

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) tem área de concentração em Mídia e Formatos Narrativos e com isso pretende-se estabelecer um diálogo entre os processos e atos comunicacionais, bem como dar conta da sua relação com a memória e o esquecimento, ações políticas e estéticas que acionam discussões sobre o papel da comunicação na ativação do passado no presente.

O mestrado estimula a compreensão e a reflexão sobre as características que os suportes midiáticos imprimem nos produtos de caráter expressivo, motivando problematizações sobre as dimensões poéticas e estéticas dos objetos, mas também extrapolando a esfera específica dos produtos e correlacionando os processos de constituição da memória social com o campo dos afetos e das sensibilidades.

Para o PPGCOM, num contexto em que a sociedade está atravessada por lógicas de produção e consumo que se entrelaçam com as lógicas da midiatização, é extremamente importante questionar como fenômenos e expressões tradicionalmente vinculadas às matrizes culturais podem se reconfigurar nas relações com a midiatização em curso – sejam nos âmbitos da experiência sensível ou das experiências cognitivas de identificação e memória coletiva. Como um campo de conhecimento que incorpora essas temáticas, o Programa de Pós-Graduação em Comunicação permite pensar as características interacionais que marcam tais relações, em seus desdobramentos em produtos midiáticos, em manifestações culturais e/ou artísticas e em práticas sociais cotidianas.

Confira o Edital nº 04/2020.

Dúvidas e esclarecimentos exclusivamente através do e-mail: [email protected]

Mais informações: https://www.ufrb.edu.br/ppgcom/



UFRB abre inscrição para Mestrado Profissional em Educação do Campo

9 de Outubro de 2019, 13:17, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) está com inscrições abertas para a seleção de alunos regulares do curso de Mestrado Profissional em Educação do Campo, para ingresso no primeiro semestre acadêmico de 2020. Os interessados devem realizar as inscrições até o dia 1º de novembro, exclusivamente via internet, na Plataforma SIGAA/UFRB.

O curso tem como público preferencial os profissionais da Educação (docentes, gestores e técnicos) e educadores do campo que têm como lócus de atuação profissional as escolas do campo, secretarias de educação, comunidades rurais (assentamentos, acampamentos, comunidades ribeirinhas, indígenas, quilombolas, fundo e fecho de pasto) e movimentos sociais e sindicais do campo.

O foco da formação é a Educação do Campo no contexto social, político e econômico da realidade agrárias brasileira, podendo ser admitidos candidatos portadores de diploma de ensino superior nas diversas áreas do conhecimento. No total, são ofertadas 20 vagas, distribuídas entre três linhas de pesquisa: Formação de professores e organização do trabalho pedagógico nas escolas do campo; Agroecologia, trabalho, movimentos sociais do campo e educação; Cultura, raça, gênero e educação campo.

Do total das vagas, duas poderão ser ocupadas por Servidores Técnico-Administrativos do quadro efetivo da UFRB e, atendendo à política de cotas, quatro poderão ser destinadas a candidatos autodeclarados negros, uma vaga para pessoas com deficiência e três vagas para indígenas, quilombolas ou pessoas trans. Na hipótese de não haver candidatos aprovados em número suficiente em determinada modalidade de reserva de vagas, as respectivas vagas não preenchidas serão deslocadas para a ampla concorrência.

A seleção ocorrerá em quatro etapas: prova escrita, plano de trabalho, entrevista e avaliação do currículo Lattes. A pontuação final de cada candidato ao término do processo seletivo será equivalente à média simples das notas atribuídas às avaliações dos exames realizados em todas as etapas. O resultado final será divulgado após o processo de heteroidentificação das autodeclarações dos candidatos às vagas da reserva de cotas, em data a ser divulgada pelo programa.

Sobre o curso – O objetivo do Mestrado em Educação do Campo é intermediar o diálogo entre a diversidade camponesa e o fazer pedagógico, visando contribuir para que os docentes das redes públicas de ensino, gestores públicos e articuladores dos movimentos e redes sociais do campo possam redimensionar suas leituras sobre a realidade agrária brasileira, redefinindo suas práticas pedagógicas e os modelos de gestão das escolas do campo.

As aulas acontecem no Centro de Formação de Professores (CFP), em Amargosa.

Confira o Edital de Seleção Nº 04/2019 – PPGEDUCAMPO.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/ppgeducampo.



UFRB seleciona alunos para Mestrado em Política Social e Territórios, em Cachoeira

8 de Outubro de 2019, 19:58, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre processo seletivo para o ingresso de alunos regulares no curso de Mestrado do Programa de Pós-graduação em Política Social e Territórios, no primeiro semestre letivo de 2020.

As inscrições seguem abertas até o dia 30 de outubro, exclusivamente via internet no endereço https://www.ufrb.edu.br/ppgpst/.

O público-alvo são graduados ou graduandos de Serviço Social e de áreas afins, com competência teórica, crítica e generalista nas áreas de gestão, formulação, implementação, análise e avaliação de políticas sociais. A documentação comprobatória deverá ser apresentada no ato da inscrição.

No total, são ofertadas doze vagas divididas entre as duas linhas de pesquisa: Políticas Sociais e Territórios; e Trabalho, Direitos e Serviço Social.

Uma vaga poderá ser ocupadas por Servidores Técnico-Administrativos do quadro efetivo da UFRB e, atendendo à política de cotas, três vagas poderão ser destinadas a candidatos autodeclarados negros, uma vaga para pessoas com deficiência e uma vaga para indígenas, quilombolas e pessoas trans.

A seleção constará de prova escrita (peso 4), análise do anteprojeto (peso 4) e entrevista e análise do currículo (peso 2). Essas três etapas têm caráter eliminatório e classificatório. A quarta etapa consiste em prova de Língua Estrangeira, de caráter classificatório, e consistirá em tradução de texto acadêmico escrito em inglês.

O local de realização das avaliações será em sala do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira ou em local oportunamente informado na página https://www.ufrb.edu.br/ppgpst/. O resultado de cada etapa e o resultado final do processo seletivo será divulgado no https://www.ufrb.edu.br/ppgpst/.

Sobre o programa – O Programa de Pós-Graduação em Política Social e Territórios (POSTERR) tem como objetivo formar recursos humanos qualificados para o ensino superior, a pesquisa, a produção de conhecimento, o planejamento, a gestão, a análise e execução de políticas sociais, fomentando a produção e difusão de conhecimento sobre questões referentes às políticas sociais em âmbito nacional, regional e local, em uma perspectiva totalizante, histórica e culturalmente referenciada.

Confira o Edital nº 02/2019.

Dúvidas e esclarecimentos exclusivamente através do e-mail: [email protected]

Mais informações: https://www.ufrb.edu.br/ppgpst/



UFRB divulga relação de trabalhos aprovados para Reconcitec 2019

8 de Outubro de 2019, 13:45, por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulgou a relação de trabalhos aprovados para a V Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia - RECONCITEC. A edição 2019 do evento tem como tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável na Bahia”, baseado na temática da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).

A programação tem início na próxima quarta-feira, dia 16, e contará com palestras, mesas redondas, exposições científicas e apresentações de trabalhos nas modalidades oral e pôster. Ao todo, foram aprovados 1.077 trabalhos, sendo 284 na categoria Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), 30 na categoria Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), 22 na categoria Programa de Permanência Qualificada (PPQ), 94 na categoria Pós-Graduação, 92 na categoria Extensão e 555 na categoria Outros.

Os autores dos trabalhos aprovados devem se apresentar no segundo dia do evento, 17. As apresentações da modalidade oral acontecem no período das 8h às 12h, no Auditório da PROEXT, Secretaria do PG em Ciências Agrárias, Secretaria PG em RGV, NEAS, NEPA e PPGCI. Já apresentações dos pôsteres acontecem nos períodos das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Centro de Referência Esportiva do Recôncavo da Bahia (CRERB)/Ginásio da UFRB. Os trabalhos apresentados constarão na publicação online (anais) do evento.

Programação - A conferência de abertura da V Reconcitec terá o mesmo tema do evento e será ministrada pelo cientista Gilmar Souza Santos, pesquisador de Economia Agrícola e Ambiental do Núcleo de Ações Estratégicas (NAE) e Supervisor de Desenvolvimento Institucional (NDI) da Embrapa Mandioca e Fruticultura. A conferência acontece no dia 16, a partir das 10h, no Auditório da Biblioteca, campus Cruz das Almas.

As atividades seguem pela tarde com debates sobre políticas de permanência na Universidade, perspectivas para a pós-graduação e desenvolvimento de tecnologias sociais e inovações no cooperativismo. Na quinta-feira, 17, as discussões giram em torno dos temas: curricularização da extensão, internacionalização, economia solidária e gênero, sexualidade e raça.

Também foram incorporados à programação deste ano o XIII Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (SEPIP), o IV Simpósio de Extensão, o II Seminário de Permanência Estudantil e a VII Feira Acadêmica de Economia Solidária (FAESOL).

Realização - A Reconcitec é uma realização das pró-Reitorias de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE), de Graduação (PROGRAD) e de Extensão (PROEXT) da UFRB.

Tem o apoio do Governo do Estado através da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), do Ministério da Educação (MEC) através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) através do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O público esperado para o evento é de mais de 2.600 inscritos.

Confira:

Programação completa.

Lista de Trabalhos Aprovados.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/reconcitec.



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil