Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Campus da UFRB em Feira de Santana é tema de audiência pública

28 de Novembro de 2014, 15:41 , por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 252 vezes

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Paulo Gabriel Nacif, participou na manhã desta quinta-feira, 27, da audiência pública que discutiu a instalação da sede permanente do campus da UFRB em Feira de Santana, atendendo ao ofício de autoria das Comissões de Educação, Cultura, Saúde e Desportos e de Meio Ambiente, Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Câmara de Vereadores.

A audiência realizada no plenário da Casa Legislativa de Feira de Santana foi conduzida pelo vereador Pablo Roberto, que compôs a mesa juntamente com o reitor da UFRB, Paulo Gabriel Nacif; do reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), José Carlos Barreto; do secretário municipal de Planejamento, Carlos Brito, e do deputado estadual Yulo Oiticica.

O encontro foi fomentado após a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovar o projeto de lei (PL 20.982/14) que autoriza a Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac) a doar para UFRB o terreno de 33,2855 hectares, localizado no bairro do Aviário, para a instalação permanente do campus em Feira de Santana. A área está próxima ao Instituto Federal da Bahia (IFBA), bem como ao Centro Industrial do Subaé (CIS) e à BR 324.

O vereador Pablo Roberto, autor da iniciativa, abriu os trabalhos justificando a realização da audiência ao destacar que Feira de Santana precisava promover um amplo debate em torno da instalação permanente do campus da UFRB, uma vez que, segundo ele, trata-se de uma obra de grande interesse social, que fomentará o desenvolvimento da cidade.

O deputado Yulo Oiticica disse que a Assembleia Legislativa fez o seu dever ao aprovar o projeto que autoriza a Fundac a doar o terreno para UFRB. O parlamentar informou que a proposição foi aprovada em regime de urgência e por unanimidade. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, José Ferreira Sales (Zé Grande), observou que muitas famílias de baixa renda almejam esse espaço de ensino superior e gratuito. O reitor da UEFS, José Carlos Barreto, afirmou que a instituição é parceira no projeto de expansão do ensino superior público. “Feira de Santana tem condições de abrigar mais de uma universidade pública”, disse. 

O secretário municipal de Planejamento, Carlos Brito, garantiu que o Governo Municipal não está omisso à instalação permanente do campus da UFRB, argumentando que, inclusive, já sugeriu algumas áreas para a construção do equipamento, mas foram consideradas inadequadas. “Infelizmente, o município não dispõe de capacidade financeira para desapropriação de uma área para implantação do campus, mas estamos à disposição no que a Universidade demandar tecnicamente”, disse o secretário.

O reitor da UFRB, Paulo Gabriel Nacif, fez um relato histórico da UFRB e da importância que ela representa no sistema de ensino superior na Bahia. De acordo com o reitor, o MEC ainda está avaliando a permissão para que seja realizada a instalação permanente do campus no espaço autorizado pelo projeto de lei. “Tratamos o campus da UFRB como universidade plena e vemos que a instalação em uma área maior será bastante positiva, porque nos permitirá ter um projeto de campus maior e mais ousado. Não podemos pensar a UFRB apenas para o presente, temos que planejar o campus de Feira para o futuro”, disse Nacif, afirmando que, caso não seja disponibilizada outra área, a UFRB será construída no terreno da Fundac, visando atender ao processo de ampliação da oferta de cursos de graduação e acesso ao ensino superior no interior do Estado.

Os vereadores Correia Zezito e José Carneiro; os professores da UFRB, Suzana Pimentel e Geraldo Costa; além de estudantes e membros da comunidade feirense, também se pronunciaram sobre o tema. O estudante Thiago Oliveira, do curso de Ciências Sociais da UFRB, disse “que a instalação permanente do campus da UFRB em Feira de Santana amplia o leque de possibilidades de escolhas da população feirense. Daí a necessidade de planejamento”, ponderou.

O evento contou ainda com a presença dos vereadores Edvaldo Lima, Ronny e Eremita Mota; do secretário adjunto da OAB, Mussolini Ferreira de Lima; e do professor Adroaldo Oliveira, representando a Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Adufs). Na ocasião, diversos oradores fizeram sugestões propositivas de desapropriação de áreas maiores com cerca de 100 hectares e, nesse sentido, as autoridades presentes selaram o compromisso de fazer visitas aos espaços sugeridos e também ao campus provisório da UFRB em Feira de Santana.

Campus provisório - O campus da UFRB em Feira de Santana funciona, provisoriamente, no prédio do Instituto de Educação e Desenvolvimento (INED), localizado na Avenina Centenário, no bairro SIM. O Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS) já dispõe de 30 professores e a contratação de outros 90 já está autorizada. Atualmente, conta com os cursos de graduação de Licenciatura em Educação no Campo (com habilitações em Matemática e Ciência da Natureza) e Bacharelado Interdisciplinar em Energia e Sustentabilidade (BENS), além dos curso de especialização em Trabalho, Educação e Desenvolvimento para Gestão da Educação Profissional.

Confira fotos da audiência pública (colaboração Ascom/Câmara de Vereadores de Feira de Santana):

{gallery}noticias2014/audienciaufrbfeiradesantana{/gallery} 


Fonte: http://www.ufrb.edu.br/agencia/administracao/3814-campus-da-ufrb-em-feira-de-santana-e-tema-de-audiencia-publica

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    UFRB

    Brazil