Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Professor da UFRB participa de Dicionário Online de Filosofia Intercultural

22 de Dezembro de 2020, 0:00 , por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 122 vezes

O professor Frederik Moreira dos Santos, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Campus Feira de Santana, participa como autor de um verbete sobre Naturalismo, em nova edição do Dicionário Online de Filosofia Intercultural (ODIP).

O verbete de Santos discute o Naturalismo (de uma perspectiva intercultural) e aponta que a “natureza é compreendida de forma holística por meio de uma perspectiva que considera contextos psicológicos, sociais e ambientais (incluindo metadisciplinares). Naturalismo é uma mentalidade metateórica relacionada a tipos específicos de atitudes investigativas (isto é, abordagens empíricas), todas as quais estão conectadas a uma cadeia histórica de resultados acumulados de investigações sobre a natureza”.

Para Santos, por cada comunidade ter sua própria maneira de adotar o naturalismo, pode-se “falar sobre diferentes tipos de naturalismo, como naturalismo Yanomami (Viveiros de Castro 1998), naturalismo indiano (Chatterjee 2017), naturalismo budista (Lin 2020; Flanagan 2011; Inada 1970) ou naturalismo Yoruba (Ekanola 2006)”.

O verbete é um dos resultados trazidos pelo projeto de pesquisa coordenado por Santos, no CETENS (Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade) intitulado Formas de Entendimento, Linguagens e Tradições: os conflitos entre as explicações científicas e as explicações alternativas nas escolas do Campo. No verbete, Santos apresenta as referências bibliográficas no final do texto para leitura posterior dos interessados.

Santos destaca que “um olhar mais pluralista e culturalmente descentralizado sobre este conceito se fazia necessário a fim de dar conta de uma dimensão sócio-histórica importante da cultura humana. Muitas vezes, os conhecimentos tradicionais (yanomami, bantu, yoruba, quilombola etc) são colocados erroneamente, pelo olhar colonizador eurocêntrico, no mesmo patamar que sistemas metafísicos religiosos desconectados do campo da experiência com o mundo natural. Assim, esquecemos que existem dimensões centrais e fundantes de cosmopercepções provenientes dos conhecimentos tradicionais, em que possuem um compromisso tão íntimo com a filosofia natural ou com a experiência no plano material quanto a própria ciência, mesmo sendo não científicos. Seguem outros valores e referenciais semióticos”.

Dicionário

O Dicionário internacional, produto virtual, em língua inglesa, está disponível, provisoriamente, em odiphilosophy.com. De acordo com Santos, estão buscando um local em que possa abrigar o projeto permanentemente, dentre eles, a Universidade de São Paulo (USP).

O ODIP, é realizado em cooperação com ALAFI (Associação Latino-Americana de Filosofia Intercultural), e tem como objetivo promover uma mudança de uma perspectiva da filosofia comparada para uma Filosofia Mundial, permitindo uma genuína pluralidade do conhecimento, da prática e da vivência humana.

O dicionário online de filosofia intercultural se propõe a ser um recurso inspirador e estimulante para filósofos que pretendem expandir inter-culturalmente seus horizontes intelectuais.

Baseado no recolhimento de conceitos chaves de diversas regiões, o ODIP os apresenta de uma maneira sucinta. O dicionário oferece breves e compreensíveis definições de termos filosóficos não-ocidentais.


Fonte: https://www.ufrb.edu.br/portal/noticias/6028-professor-da-ufrb-participa-de-dicionario-online-de-filosofia-intercultural

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    UFRB

    Brazil