Go to the content
Show basket Hide basket
Full screen Suggest an article

Notícias

January 12, 2009 22:00 , by Unknown - | 1 person following this article.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

UFRB promove evento virtual de acolhimento aos ingressantes de graduação

October 13, 2021 12:31, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulga a programação de acolhimento de novos estudantes, com a realização de palestras on-line, transmitidas pela TV UFRB, nos dias 25, 27 e 29 de outubro.

A programação tem caráter formativo e acolhedor, no sentido de colaborar para que cada ingressante se sinta acolhido e motivado a inserir-se no curso escolhido e a compreender o período de adaptação com seus desafios para todos os envolvidos. Além disso, o estudante terá acesso a informações que irão auxiliá-los nestes primeiros passos rumo ao sucesso acadêmico na UFRB.

A programação contempla palestras: “Do ensino médio ao ensino superior: transição, expectativas e adaptação à vida universitária”; “Conhecendo a UFRB: rotinas acadêmicas do estudante de graduação”; e “Técnicas de estudo: aprender e estudar no ensino superior”.

A participação dos estudantes nas atividades online dará direito à certificação da UFRB, com carga horária total de seis horas. É necessário preencher o formulário de presença ao longo da programação e obter frequência mínima de 75%.

Objetivos do evento

O ensino superior é uma etapa educacional que vem depois da educação básica (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) e possui o objetivo de ajudar na captação de conhecimentos e habilidades, passando a dominar uma área de sua escolha, para futuramente exercer uma profissão

A chegada ao ensino superior para a maioria dos adolescentes e adultos é uma fase esperada ao longo da vida escolar, com muita expectativa e ansiedade. Essa chegada marca, afinal, uma nova etapa na trajetória pessoal e profissional, cheia de desafios e outras realidades, em ambiente novo e diferente.

É quando a universidade se apresenta com atributos como responsabilidade e liberdade. A universidade proporciona uma liberdade no sentido do estudante tomar suas próprias decisões e escolher como será a sua forma de estudo e aprendizado no decorrer do curso.

Pensando nisso e na forma de recepção aos novos calouros, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) planejou um evento de acolhimento aos novos ingressantes, que vão vivenciar novas práticas sociais, pedagógicas, culturais e acadêmicas.

Programação

Do ensino médio ao ensino superior: transição, expectativas e adaptação à vida universitária

Alessandra Almeida – Pedagoga do NUEIAC/PROGRAD -UFRB

Emanuele Oliveira Ribeiro - Psicóloga do NAIE do CFP/ PROPAAE- UFRB

Data: 25/10/21

Horário: 16h às 18h

Link de acesso:  https://www.youtube.com/watch?v=mydqKkCBK64

Conhecendo a UFRB: rotinas acadêmicas do estudante de graduação

Lucas Lisboa – Assistente em Administração do NUEIAC/PROGRAD -UFRB

Vinícius Miranda - Assistente em Administração e atual gestor do NURAP/SURRAC- UFRB

Data: 27/10/21

Horário: 15h às 17h

Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=JlEaWhBgPqg

Técnicas de estudo: aprender e estudar no ensino superior

Ramon Lopes – Professor do CETEC e atual gestor do NUEIAC/PROGRAD - UFRB

Data: 29/10/21

Horário: 15h às 17h

Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=fTOd4hO4V1w 



UFRB lança campanha para novos registros de softwares de computador

October 13, 2021 12:03, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

{youtube}J8tCBYupiTc{/youtube}

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI) e de sua Coordenação de Criação e Inovação (CINOVA), lançam campanha para o estímulo de registro e proteção de softwares criados por servidores docentes e técnicos-administrativos; e estudantes de graduação e de pós-graduação da instituição no órgão federal competente, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

O processo burocrático e os custos financeiros dos registros serão inteiramente bancados pela própria UFRB.

A campanha de incentivo da UFRB acontece num momento em que o registro junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial pode ser feito completamente por meio digital, com o uso do sistema e-RPC. “Com essa migração, os prazos de processos de registros de software no INPI caíram, em média, de 100 dias para menos de dez dias, com a simplificação dos procedimentos e a diminuição de etapas burocráticas”, explica o advogado e servidor da CINOVA, Mauricio de Nantes Ramos, mestre em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia.

O registro no INPI é importante para garantir maior segurança jurídica ao seu detentor evitando disputa judicial para comprovar a autoria ou titularidade do programa de computador ou mesmo de um novo aplicativo (App).

Segundo Mauricio de Nantes, o registro é, basicamente, a forma mais segura e recomendada para proteger um novo programa de computador, independente da área do conhecimento envolvida.  A validade de registro de um novo software são de 50 anos. “Após o registro é possível ceder ou licenciar o programa para outras instituições que tenham interesse em utilizá-lo”, explica o servidor da CINOVA.

Segundo Mauricio de Nantes, quando um estudante ou servidor da UFRB cria um programa de computador, é possível solicitar junto a CINOVA a proteção do software, gerando uma série de benefícios para o autor e a instituição, dentre os quais se destacam:  1) a proteção gera pontuação no Currículo Lattes, sendo um diferencial para ingresso em cursos de pós-graduação; 2) protegida, a tecnologia pode ser repassada a outros setores da sociedade; 3) em caso de licenciamento ou outro tipo de transferência com retorno financeiro, parte do valor vai para o autor; 4) programas de computador protegidos geram indicadores de inovação para UFRB; e 5) softwares protegidos são referência do potencial de inovação da UFRB na prospecção de novas parcerias.

Segundo Mauricio, com os registros de software produzidos no âmbito da UFRB é possível impactar positivamente no cenário de proteções intelectuais da UFRB, auxiliando a geração e aumento de produtos tecnológicos, inovação, estímulos à criação de novos programas e facilitação do acesso ao registro dos bens de propriedade industrial como necessários à criação de um bom ambiente de estímulo à inovação tão afeita as Instituições Científica, Tecnológica e de Inovação (ICTs).

Campanha

imagem sem descrição.

A campanha é parte das ações da CINOVA que visam à popularização da importância da proteção da propriedade industrial produzida na instituição, bem como àquelas que visem o desenvolvimento da inovação no âmbito da UFRB. Além de auxiliar a comunidade acadêmica no que tangue a proteção do registro junto ao INPI, a UFRB passa a ser titular ou cotitular dos direitos patrimoniais.

Para auxiliar na solicitação do processo de registro, a CINOVA desenvolveu formulários práticos de coleta das informações, o que simplifica bastante o preenchimento pelos pesquisadores interessados em registrar suas criações.

Mais em https://www.ufrb.edu.br/ppgci/component/chronoforms5/?chronoform=ver-servico&id=124&Itemid=893.



UFRB e Município de Ruy Barbosa discutem parceria para implantar Polo UAB

October 13, 2021 11:56, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), professor Fábio Josué, a pró-reitora de Graduação da UFRB, professora Karina Cordeiro, o superintendente de Educação Aberta e a Distância (SEAD) e coordenador UAB/UFRB, professor Adilson Gomes dos Santos, recepcionaram, em audiência, o prefeito de Ruy Barbosa, Luis Cláudio Miranda Pires, o Cláudio Serrada, e assessores para acertar o processo de implantação do Polo UAB (Universidade Aberta no Brasil) no Município de Ruy Barbosa. A reunião aconteceu na Sala dos Conselhos do prédio da Reitoria, Campus Cruz das Almas, na manhã do dia 07 de outubro.

O prefeito Cláudio Serrada relatou as condições socioeconômicas da região de Ruy Barbosa e defendeu a formação universitária como vetor para a mudança de mentalidade das pessoas, ambientadas ao longo do processo histórico, na manutenção da produção da lavoura de subsistência e na pecuária, com destaque ao gado de corte, sem uso de tecnologias e conhecimento técnico que gere outros produtos e resultados econômicos para sua população.

Ruy Barbosa é parte da região da Chapada Diamantina e localiza-se na microrregião de Itaberaba e na mesorregião do Centro-Norte Baiano, e possui mais de 30 mil habitantes.

Segundo Cláudio Serrada, a região é muito carente de novas tecnologias e culturas (na região tem-se produção de caprinocultura, abacaxi, mel e outros) e depende “de conhecimento técnico e profissional”.

Segundo o prefeito, está acontecendo uma migração de pessoas, principalmente, da faixa etária de 24 a 50 anos, para os centros urbanos maiores atrás de emprego e de formação universitária.

Na ocasião, foi entregue uma pesquisa educacional realizada pela Prefeitura, sobre o perfil educacional de Ruy Barbosa e em municípios vizinhos, após a conclusão do ensino médio e aponta a necessidade de implantação de ensino superior como meio de melhorar a formação educacional.

O reitor, Fábio Josué destacou que a implantação de um polo da Universidade Aberta do Brasil é um primeiro passo para atender a demanda por educação superior, pública e de qualidade, em Ruy Barbosa e que a UFRB vai providenciar estudos para viabilizá-lo.

Fábio Josué disse que a implantação do Polo UAB em Ruy Barbosa expande a atuação da universidade pública de qualidade em locais distantes e isolados e incentiva o desenvolvimento de municípios com baixos IDH e IDEB.

Para ele, desse modo, funciona como um eficaz instrumento para a universalização do acesso ao ensino superior em diversos cursos a serem ofertados, de acordo com a demanda do Município e para a requalificação do professor em outras disciplinas, fortalecendo a escola no interior do Brasil, minimizando a concentração de oferta de cursos de graduação nos grandes centros urbanos e evitando o fluxo migratório para as grandes cidades.

Presenças

Também participaram da reunião, pela Prefeitura de Ruy Barbosa, o Chefe de Gabinete Adenilton Sampaio, o Assessor do Gabinete Álvaro Marcos e a secretária de Educação Floriceia Alves e, pela UFRB, o Assessor de Comunicação, César Velame.

Polo UAB

A Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância.

O Sistema UAB foi instituído para "o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País". Fomenta a modalidade de educação a distância nas instituições públicas de ensino superior, bem como apoia pesquisas em metodologias inovadoras de ensino superior respaldadas em tecnologias de informação e comunicação. Além disso, incentiva a colaboração entre a União e os entes federativos e estimula a criação de centros de formação permanentes por meio dos Polos de Educação a Distância em localidades estratégicas.

Assim, o Sistema UAB propicia a articulação, a interação e a efetivação de iniciativas que estimulam a parceria dos três níveis governamentais (federal, estadual e municipal) com as universidades públicas e demais organizações interessadas, enquanto viabiliza mecanismos alternativos para o fomento, a implantação e a execução de cursos de graduação e pós-graduação de forma consorciada.



UFRB tem 30 pesquisadores citados entre os mais influentes em ranking internacional

October 13, 2021 11:14, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) teve 30 pesquisadores citados entre os mais influentes segundo o ranking internacional AD Scientific Index 2021.

O AD Scientific Index é sistema que fornece avaliações de periódicos e universidades que, por meio da combinação de diferentes índices e bancos de dados, mede o desempenho de produção dos cientistas e o impacto de seus estudos nos respectivos campos de pesquisa. As informações compiladas para o ranking refletem tanto a performance dos últimos cinco anos quanto a de toda a carreira e compõem lista com os cientistas mais bem posicionados em 11 regiões diferentes do mundo: África, Ásia, Europa, América do Norte, América Latina, Oceania, Liga Árabe, EECA, BRICS, USAN e COMESA. A edição 2021 do AD Scientific Index reune um total de 708.552 cientistas de 206 países, vinculados a 13.536 universidades e instituições de pesquisa.

Os 30 pesquisadores e pesquisadoras da UFRB relacionados no AD Scientific Index 2021 somam um total de 27.743 citações ao longo de suas carreiras, sendo 15.453 nos últimos cinco anos. Entre os pesquisadores da UFRB mencionados na lista, encontra-se o professor Carlos Alfredo Lopes de Carvalho, que figura na lista “10 mil cientistas top da América Latina” e 29 outros pesquisadores e pesquisadoras que aparecem entre os 30 mil mais citados do Brasil e entre os 42 mil mais citados da América Latina

Para o reitor da UFRB, Fábio Josué, a presença da Federal do Recôncavo no AD Scientific Index 2021 é uma conquista importante que expressa a dedicação, a competência e o reconhecimento internacional dos pesquisadores e pesquisadoras e de nossa instituição. “Ficamos orgulhosos de ver a UFRB figurar na lista do AD Scientific Index 2021! Parabenizo os(as) 30 pesquisadores e pesquisadoras que aparecem no ranking. Que esta conquista sirva para motivá-los a ir adiante e inspirar, ainda mais, a nossa comunidade a avançar na produção da ciência e na divulgação dos conhecimentos produzidos em diferentes projetos!”.

Segundo o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação Inovação (PPGCI), Maurício Silva, a UFRB atravessa um momento muito especial no âmbito de sua produção científica, já que “as pesquisadoras e os pesquisadores citados estão distribuídos em diversas áreas de conhecimento, o que demonstra o alcance dos esforços que a comunidade científica vem imprimindo para a consolidação de nossa instituição. Viva a Ciência na UFRB!”.

Confira a lista dos pesquisadores e pesquisadoras da UFRB citados no AD Scientific Index 2021:

Carlos Alfredo Lopes de Carvalho – CCAAB

Rafaela Simão Abrahão Nóbrega – CCAAB

André Azevedo Neto – CCAAB

Júlio César Azevedo Nóbrega – CCAAB

José Torquato de Queiroz Tavares – CCAAB

Geni da Silva Sodré – CCAAB

Thiago Ferreira de Sousa – CFP

Adriana C.B. Suehiro – CCS

Sérgio Mattos – CAHL

Doris Firmino Rabelo – CCS

Teofilo Galvao Filho – CETENS

Vital Pedro da Silva Paz – CCAAB

Adriana Regina Bagaldo – CCAAB

Norma Suely Evangelista Barreto – CCAAB

Patricia Luz Ribeiro – CCAAB

Andrea Vita Reis Mendonça – CCAAB

Paula Hayasi Pinho – CCS

Rodrigo de Paula – CFP

Jorge Menezes – CFP

Paloma de Sousa Pinho – CCS

Thomas Gloaguen – CETEC

Sergio Schwarz da Rocha – CCAAB

Jaildo Santos Pereira – CETEC

Lucas Melo Vellame – CCAAB

Lidyanne Aona – CCAAB

José Fernandes Melo Filho – CCAAB

Jania Betania Alves da Silva – CETEC

Douglas Vitoreti – CFP

Tassio Vale – CETEC

Cleidson Guimarães – CETEC



Criptomoedas, neurociência e matemática, ensino de ciência e cosmologia no Univerciência

October 8, 2021 14:06, by UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0no comments yet

{youtube}pn1vuson11Y{/youtube}

O Univerciência deste sábado (9) vai mostrar o que são e como funcionam as criptomoedas e como a neurociência pode ajudar no ensino da matemática. O programa traz também um grupo de pesquisa que atua na reconstrução de experimentos para auxiliar no ensino de ciências, e as técnicas para incentivar novos pesquisadores da cosmologia. No‌ ‌ar‌ ‌pela‌ ‌TVE‌ ‌aos‌ ‌sábados,‌ ‌às‌ ‌14h30,‌ ‌o‌ ‌programa‌ ‌tem‌ ‌horários‌ ‌alternativos‌ ‌às‌ ‌segundas-feiras,‌ ‌às‌ ‌20h30,‌ ‌e‌ ‌quartas-feiras,‌ ‌às‌ ‌7h30.‌

O que são e como funcionam as criptomoedas são algumas das perguntas que fizeram com que um estudante da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) se debruçasse em uma pesquisa, que resultou no Prêmio de Monografia Economista Jairo Simões. O Prêmio seleciona, a cada ano, os trabalhos de conclusão de curso que mais se destacam no estado da Bahia. Com o tema “Criptomoedas: um estudo à luz do pensamento econômico monetário”, o trabalho traz uma discussão sobre as moedas digitais, algo relativamente novo no campo da economia.

Avaliações nacionais e internacionais sobre a educação da matemática no Brasil revelam que o rendimento nas escolas é muito inferior ao esperado. O programa traz uma conversa com uma pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) sobre a articulação entre as Neurociências e a Educação, a partir da disciplina Neuropsicologia Escolar, que faz a interface entre o neurodesenvolvimento e a aquisição de conteúdos escolares e acadêmicos. Segundo a pesquisadora, na educação da matemática, o que se sabe é que a construção da noção de números é essencial nos anos iniciais. O trabalho da rede se baseia em desenvolver e estimular as habilidades cognitivas mais básicas no período adequado da vida escolar - ensino infantil e os dois primeiros anos do ensino fundamental.

Na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) um grupo de pesquisa é reconhecido internacionalmente na construção de objetos que recriam experimentos históricos para auxiliar no ensino de Ciências em sala de aula. No programa, o telespectador vai conhecer o trabalho que envolve professores do Departamento de Física, estudantes de graduação, mestrado e doutorado, professores da educação básica e pesquisadores independentes, e foi idealizado a partir do trabalho de um ex-aluno e colaborador do projeto, com habilidade para a construção dos artefatos utilizados nos experimentos e do contato com cientistas de centros de referência na Alemanha. Para os pesquisadores, a metodologia e os recursos apresentados pelo grupo de pesquisa podem despertar o interesse dos discentes para o conteúdo apresentado e possibilitar o amadurecimento não apenas de estudantes do ensino médio que utilizam esse material em sala de aula, mas também dos discentes de licenciatura que auxiliam na construção dos artefatos.

Ainda nesta edição, o Univerciência vai mostrar detalhes da cosmologia, ramo da astronomia que estuda a origem, a evolução, a composição e a estrutura do Universo. Entre as técnicas utilizadas no Instituto Federal do Maranhão, para incentivar novos pesquisadores dentro, uma específica busca trazer os estudantes para vivenciar a experiência de pegar dados e trabalhar com elas passando por todas as etapas das pesquisas científicas. Segundos os idealizadores deste projeto, existe um grande número de estudantes interessados em se tornar pesquisadores da área de cosmologia.

O programa Univerciência tem a participação de instituições de ensino de todos os estados nordestinos a partir da parceria entre universidades, institutos e televisões públicas da região. A produção do conteúdo é colaborativa e a veiculação acontece em TV’s públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras, das universidades e dos institutos na Internet.



Կատեգորիաներ

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil