Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Professores da UFRB participam de Manual da Sociedade Brasileira de Pediatria

27 de Julho de 2017, 17:11 , por UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 87 vezes

Os professores do curso de Educação Física do Centro de Formação de Professores (CFP), Teresa Maria Bianchini e Alex Gordia, participaram da elaboração de um Manual de orientação sobre a promoção de Atividades Física na infância e adolescência.  O material  produzido pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) foi divulgado nesta semana e apresenta um guia com diretrizes segundo as diferentes faixas etárias da população pediátrica e também alerta os médicos sobre a importância de também cuidarem de sua saúde e bem-estar, com o apoio do esporte e outras práticas.

Ainda são feitas recomendações às escolas para que repensem o modelo de aula tradicional, onde os alunos ficam sentados na maior parte do tempo. Nas aulas de educação física, os pediatras recomendam que os escolares fiquem ativos pelo menos 50% do tempo total da aula.

O Manual sugere ainda ações a serem adotadas como políticas públicas, como incluir o pediatra nas Unidades de Saúde da Família para que possam trabalhar ações de prevenção de morbidades relacionadas à obesidade e inatividade física de forma interdisciplinar com outros profissionais de saúde; incluir professores de educação física em todas as escolas, inclusive desde as séries iniciais do ensino fundamental; proporcionar espaço físico adequado para a realização de atividades físicas nas escolas e a instalação de bicicletários no entorno das escolas, parques e praias.

Recomendações - De acordo com o Manual de Atividades Físicas da SBP, crianças de zero a dois anos devem ser incentivadas a serem ativas, mesmo por curtos períodos, várias vezes ao dia. As que conseguem andar sozinhas devem ser estimuladas fisicamente durante pelo menos 180 minutos, em ações que podem ser fracionadas ao longo de cada período.

Para os pediatras, mesmo bebês que ainda não começaram a se arrastar devem ser incitados nos ambientes que frequentam. Para tanto, os pais e responsáveis podem estimulá-los a alcançar objetos, procurando levar os bebês a segurar, puxar, empurrar e mover a cabeça, corpo e membros.

Confira o manual.

Com informações da Ascom SBP


Fonte: http://www.ufrb.edu.br/portal/noticias/4799-professores-da-ufrb-participam-de-manual-de-pediatria-para-introduzir-atividades-fisicas-na-rotina-de-criancas-e-adolescentes

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar