Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
Tela cheia Sugerir um artigo

Notícias

12 de Janeiro de 2009, 22:00 , por Desconhecido - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Notícias publicadas no portal oficial da UFRB e clonadas nessa comunidade.

Centro de Referência Esportiva na UFRB reabre inscrições para seleção de estagiários

29 de Outubro de 2014, 11:49, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A coordenação do Centro de Referência Esportiva do Recôncavo da Bahia (CRERB) na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) reabriu as inscrições referentes ao edital de seleção para auxiliar-estagiário. As inscrições podem ser realizadas na sede administrativa do CRERB, localizada no campus Cruz das Almas, entre os dias 29 e 31 de outubro, das 9 às 12h e das 13 às 17h.

São 05 vagas no total para desenvolver as atividades entre 2014 e 2015: 02 para basquete, 01 para boxe, 01 para capoeira e 01 para taekwondo. As vagas são para estudantes do curso de Licenciatura em Educação Física cursando entre o 3º e 5º semestre. Os estagiários deverão auxiliar no planejamento, execução e avaliação das atividades esportivas. A carga horária semanal é de 20 horas.

O processo seletivo consistirá de análise de documentação e comprovação de requisitos para a função, e atividade de avaliação interativa que acontecerá na área de esporte do campus de Cruz das Almas, no dia 03 de novembro, das 9 às 12h. Os resultados do processo seletivo serão divulgados até o dia 04 de novembro na página www.ufrb.edu.br/crerb.

O Centro de Referência Esportiva do Recôncavo é uma ação do programa Petrobras Esporte & Cidadania, no seguimento Esporte Educacional. Foi implantado em 2010 pela UFRB, em parceria com a Associação Cultural G.U.E.T.O, com apoio da Prefeitura Municipal de Cruz das Almas, patrocínio Petrobras e Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério dos Esportes.

Confira o Edital Nº 03/2014.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/crerb ou pelo telefone (75) 3621-3903.



Enem 2014: cartões de confirmação de inscrição estão disponíveis na internet

27 de Outubro de 2014, 21:35, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 já podem conferir seus cartões de confirmação de inscrição na página do exame, na internet. É preciso informar CPF e senha para visualizar e imprimir o documento.

Os cartões enviados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) via correios também começaram a chegar nesta segunda-feira, 27, nos endereços informados no ato de inscrição pelos participantes.

Os comprovantes apresentam os dados pessoais do participante – nome; cadastro de pessoa física (CPF); número de inscrição no Enem; data, hora e local de realização das provas; opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol); necessidade de atendimento especializado ou específico (quando houver); além de indicação de solicitação de certificação do ensino médio (se for o caso).

Devolvidos – Em casos de cartões devolvidos, o Inep entra em contato com os participantes por meio de SMS e mensagem eletrônica, por celular e e-mail informados ao instituto no ato da inscrição. Quem não receber o cartão e não conseguir imprimi-lo pela internet ou constatar erro no documento deve entrar em contato com o atendimento ao participante, pelo telefone 0800 616161.

Exame – As provas serão aplicadas dias 8 e 9 de novembro próximo, em todas as Unidades da Federação e no Distrito Federal e municípios, às 13h, horário oficial de Brasília. Os participantes terão quatro horas e 30 minutos, no primeiro dia, para fazer as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. No segundo dia, serão cinco horas e 30 minutos para as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e elaboração da redação.

Oportunidades – A nota obtida no Enem é critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). É também requisito para obtenção do benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participação no programa Ciência sem Fronteiras e em seleções para bolsas de graduação-sanduíche da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Com a nota, é possível se candidatar a vagas gratuitas de cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do exame. 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep



Balanço positivo e premiações marcam encerramento da III Reconcitec

27 de Outubro de 2014, 17:26, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A III Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia – Reconcitec, evento que movimentou o campus de Cruz das Almas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) entre os dias 21 e 23 de outubro, registrou a marca de seis mil inscritos e cerca de 450 apresentações de trabalhos no formato de pôsteres e 350 apresentações orais. Este foi o balanço feito pela pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação, professora Ana Cristina Fermino, na noite da última quinta-feira, dia 23, durante a cerimônia de encerramento.

“A Reconcitec é um reflexo do potencial colaborativo de toda a comunidade acadêmica da UFRB. Conseguimos fazer um evento de grande porte, em que nossos centros de ensino tiveram a oportunidade de apresentar as suas pesquisas e atrair a atenção de escolas públicas e privadas de toda a região do Recôncavo”, disse a pró-reitora. Em sua opinião, o envolvimento de discentes, docentes e técnicos durante toda a programação fez com que valesse a pena o trabalho da comissão organizadora do evento, coordenado pela PPGCI. Sobre o tema desta edição “Educação, Ciência, Inovação e Redução das Desigualdades Sociais”, ela definiu como uma escolha ética, que rendeu debates de qualidade aprovados pelos participantes.

“Essa foi sem dúvida a melhor reunião científica e cultural que já realizamos na UFRB e certamente marcará uma nova trajetória dos eventos dessa natureza em nossa instituição”, afirmou o vice-reitor Silvio Soglia, também presente na mesa de encerramento. Para ele, a Reconcitec é um evento que expressa a qualidade daquilo que é produzido na UFRB e isso deve servir de orgulho para toda a comunidade acadêmica. “São trabalhos de pesquisa, esforços individuais ou coletivos, que refletem o entusiasmo de cada um que faz o dia a dia dessa instituição”, disse Soglia. “Mais do que isso, traduz aquilo que a gente espera de uma Universidade que traça a sua trajetória no Recôncavo voltada para excelência”, completou.

Encerrando as falas, o superintendente da Editora da UFRB, professor Sergio Mattos, apresentou os novos títulos publicados pela EDUFRB e convidou os presentes a prestigiar o lançamento das obras ao lado dos autores. Mattos registrou que em dois anos de criação da editora já são 35 títulos publicados. “Esse número é uma marca da produção e multiplicação do conhecimento produzido na nossa instituição”, afirmou. 

Torneio da Ponte Treliçada – Um dos momentos mais aguardados da programação do último dia da III Reconcitec foi a divulgação dos vencedores do III Torneio da Ponte Treliçada do Recôncavo, evento organizado pelo Colegiado do Curso de Engenharia Civil. Divididos em duplas, os estudantes encararam o desafio de construir um protótipo de ponte com palitos de picolé de madeira unidos com cola, que deveria resistir a uma carga crescente. Após uma emocionante disputa, a comissão julgadora decidiu pelo empate entre duas duplas, uma vez que as pontes resistiram a mais de 100kg e uma delas não chegou a se romper. Cada membro das duplas vencedoras levou para casa um tablet. Os estudantes premiados foram Dalila Costa e Daniela Santos (com 136kg) e Patrícia Andrade e Rafael Cícero (102kg).

Feira de Ciências – Também no último dia da III Reconcitec, 23, foram conhecidos os vencedores da Feira de Ciências, que esteve em exposição durante todo o evento. Na categoria Ciências, foram premiados: em primeiro lugar, o projeto “Hidrocarbonetos como fonte de petróleo e o uso de energias não renováveis”, orientado pelo professor Cristiano Dias; em segundo lugar, o projeto “Alimento Científico: construção de modelos biológicos comestíveis”, orientado pelas professoras Girlene Santos e Jacqueline Machado; e em terceiro lugar, o projeto “Diversidade da serapilheira”, orientado pelo professor Elinsmar Adorno.

Na categoria Tecnologia, os premiados foram: em primeiro lugar, o projeto “Desenvolvimento de veículo incubador escalável de baixo custo para alternância de faixa em ultrapassagem”, orientado pelo professor Tiago Pagano; em segundo lugar, o projeto “Pipeta”, orientado pelo professor Nilton Cardoso; e em terceiro lugar, o projeto “Construção de um carro robô autônomo utilizando ferramentas educacionais de baixo custo”, orientado pelo professor Gildeberto Cardoso.

Menções Honrosas – Os melhores trabalhos científicos apresentados durante a III Reconcitec ainda serão conhecidos. A pró-reitora da PPGCI, Ana Cristina Fermino, informou que o comitê científico irá analisar todas as considerações feitas pelos professores avaliadores dos trabalhos apresentados para a entrega das Menções Honrosas. A relação será divulgada no site da Recontec.

Confira fotos do terceiro e último dia do evento:

{gallery}noticias2014/iii-reconcitec-encerramento{/gallery}



Dados do CNCFlora podem contribuir com estudos da UFRB e Gambá na Serra da Jiboia

27 de Outubro de 2014, 13:18, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora) realizou, dia 23, em Salvador, uma reunião de apresentação de seu trabalho e conversa com os especialistas presentes no XI Seminário Latino-Americano de Botânica. O centro pode gerar dados importantes para a conservação em seus locais de ação, principalmente da Serra da Jiboia, recôncavo sul baiano. A região é estudada numa parceria entre a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e o Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá), visando à criação de uma Unidade de Conservação.

Fundado em 2008 com o objetivo de viabilizar o cumprimento da Estratégia Global para Proteção de Plantas, o CNCFlora atua em três linhas principais: análise de risco da flora brasileira, elaboração de planos de ação para conservação e o inventário de áreas prioritárias. Esta última é de especial interesse para o Projeto Serra da Jiboia por definir áreas prioritárias para conservação.

Segundo Eline Martins, coordenadora do projeto Planejamento de Ação para Conservação da Flora, os planos de ação para conservação são “uma grande oportunidade para organizar os esforços que já existem, juntar novos atores e também conseguir financiamento”. Para Eline, quando pensados de forma espacialmente localizada, eles são mais eficientes do que o plano individual para as espécies. Em áreas onde a criação de UCs é pleiteada, como a Serra da Jiboia, a existência de espécies ameaçadas é um dado importante para mostrar ao público e instituições responsáveis a importância da conservação do local.

Isabelle Blengini e Renato Cunha, do Gambá, solicitaram ao CNCFlora os dados de espécies ameaçadas existentes na região da Serra da Jiboia. “Ter essa lista em mãos facilita muito, porque nas idas a campo podemos procurar por essas espécies e obter dados das áreas mais importantes para conservação”, afirma Isabelle. Na Serra da Jiboia já foram identificadas quatro espécies que constam na Lista Oficial da Flora Silvestre Brasileira Ameaçada de Extinção. No entanto, o CNCFlora reivindica uma lista de espécies ameaçadas pelo menos quase 10 vezes maior que a oficial, que constam no Livro Vermelho da Flora Brasileira.

Outro dado importante que o CNCFlora irá divulgar são mapas em que a ocorrência geográfica das espécies ameaçadas será sistematizada e hierarquizada buscando definir as áreas prioritárias para conservação no país todo do ponto de vista da conservação da flora. Segundo Gustavo Martinelli, coordenador geral do CNCFlora, o mapa deve sair ainda esse ano.

Projeto Serra da Jiboia

O projeto “Unidade de Conservação da Serra da Jiboia: uma estratégia para conservação no extremo norte do Corredor Central da Mata Atlântica” é financiado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). A UFRB, em parceria com o Gambá, irá realizar estudos de caracterização da cobertura vegetal, da fauna e dos aspectos socioeconômicos e antropológicos da região, a fim de apontar a necessidade da UC.

Com informações da Ascom/Gambá.



UFRB sedia X Panorama Internacional Coisa de Cinema em Cachoeira

27 de Outubro de 2014, 12:43, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Mais de 100 filmes produzidos no Brasil e em vários outros países serão exibidos ao longo do X Panorama Internacional Coisa de Cinema, que acontece entre os dias 27 de outubro e 02 de novembro em Cachoeira, no Recôncavo Baiano, e entre os dias 29 e 05 de novembro, em Salvador.

Em Cachoeira, o evento conta com a parceria do Cineclube Mário Gusmão e do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), e tem início nesta segunda-feira, dia 27.10, com a Oficina de Assistente de Direção ministrada por Marcelo Caetano.

A abertura oficial acontece na quarta-feira, 29.10, às 9h, com uma homenagem ao cineasta Stanley Kubrick, no Auditório do CAHL/UFRB. Será exibido o filme 2001: Uma Odisséia no Espaço, de 1968, em cópia restaurada. A sessão será seguida de debate com os críticos Victor Guimarães, da revista Cinética, Rafael Carvalho, do site Coisa de Cinema, e o professor Adriano Oliveira, da UFRB.

As mostras em Cachoeira, todas com entrada gratuita, reúnem obras inéditas na Bahia, premiadas em festivais de todo o país e também no exterior. Os filmes exibidos competem nas categorias: Nacional de Longas, Nacional de Curtas e Filmes Baianos. Nas competições de filmes brasileiros, incluindo baianos, as sessões acontecerão com a presença dos realizadores, que após a exibição responderão perguntas do público em uma conversa aberta a todos. Serão exibidos também filmes da retrospectiva da cineasta francesa Mia Hansen-Love.

Ao todo, serão exibidos, em Cachoeira, 12 filmes de longa-metragem e 20 curtas-metragens inéditos, com a participação de mais de 20 cineastas convidados.

“A realização do Panorama em Cachoeira é uma oportunidade de conhecer e discutir uma parte significativa da produção mais recente de uma nova geração de cineastas brasileiros, com foco no filme de ficção”, afirma a professora Cyntia Nogueira, coordenadora do Cineclube Mário Gusmão.

O único documentário exibido em Cachoeira, o filme My name is now, Elza Soares, de Elizabete Martins, aborda a trajetória da cantora brasileira.

O Panorama é uma realização da produtora Coisa de Cinema em parceria com o Cineclube Mário Gusmão, projeto de pesquisa e extensão do curso de Cinema e Audiovisual do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL/UFRB). O festival conta com o patrocínio da Petrobras e do Governo do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura.

Confira a programação completa no site do evento.

Fonte: Assessoria do X Panorama Internacional Coisa de Cinema



Categorias

Bahia, Comunicação, Cultura, Formação, Marco Legal, Pesquisa e tecnologia, Políticas públicas, Relações internacionais, Saúde popular, Software, cultura e conhecimentos livres

UFRB

Brazil